Seu celular pode estar desligando seu relacionamento

Por , em 14.01.2013

Smartphones podem ser viciantes, e tem gente que gasta mais tempo com esses aparelhos do que com seu parceiro, mesmo em encontros românticos. Ao mesmo tempo em que a tecnologia permite que estejamos conectados constantemente com o mundo, ela também pode nos tornar mais desconectados uns dos outros.

Pesquisadores da Universidade de Essex descobriram que as pessoas relataram um relacionamento pobre e pouca confiança no seu parceiro se havia um celular próximo durante uma discussão, mesmo que ele não estivesse em uso. Também acharam que seu parceiro tinha menos empatia pelos seus problemas.

Outros estudos apontam que os celulares podem distrair nossa atenção do momento presente, e isto é um problema, se considerarmos que três de cada cinco proprietários de smartphones nos EUA não conseguem ficar uma hora inteira sem checar seus aparelhinhos.

Mais ainda: a tecnologia pode separar casais e terminar relacionamentos. Estar conectado com os colegas e a satisfação imediata nestes relacionamentos virtuais podem fazer com que se gaste mais energia fantasiando conexões em vez investi-la em nosso parceiro ou parceira. Eles podem até mesmo abrir caminho para a infidelidade emocional.

Não dá para se livrar dos aparelhinhos, principalmente para quem os usa para trabalhar, mas a tecnologia deve ser usada com sabedoria, dizem os cientistas.

Deixe de lado

Em um encontro, o melhor a se fazer é deixar o celular fora de vista e fora da mente. Desligue-o e coloque-o em uma bolsa ou bolso enquanto estiver no encontro. O mundo não vai acabar se você não verificar seu e-mail uma hora ou duas.

À noite, também é uma boa ideia desligar fones, tablet e laptops, ou pelo menos deixá-los fora do quarto. Eles podem interferir com a sua capacidade de relaxar e se desligar, e também podem distrair você. Melhor dar atenção para quem está ao seu lado.

Repense a mídia social

Não é uma boa ideia conectar-se com seus ou suas “ex” online, e pode ser uma boa ideia também não fazer o mesmo com seu parceiro atual. Saber todos aspectos mais mundanos do dia-a-dia de sua cara metade, como o que comeu, e quais filmes quer ver, pelo Facebook, acaba com todo o senso de mistério, e diminui a necessidade de descobrir isto cara-a-cara, com uma conversa sincera.

Se você quer se conectar online com seu/sua parceiro/a atual, considere algum serviço que ajude a aproximar o casal. Programas como o Between e TwoCup tem sido chamados de espaços íntimos online, e por um bom motivo: eles permitem compartilhar memórias, mensagens, e fotos – e sem ninguém mais se meter ou mesmo ver.

Crie uma conexão sexy

A tecnologia não é de todo ruim; ela pode até mesmo ajudar a aumentar a intimidade e apimentar as preliminares.

Use seu smartphone para mandar para sua cara metade e-mails, mensagens de texto ou de voz sexys. Você pode até mesmo descrever uma fantasia ou seus planos para mais tarde com ele ou ela. E que tal um pouco de flerte no Skype ou FaceTime, principalmente se um dos dois estiver fora da cidade? Apenas lembre de usar uma conta particular, não da empresa para qual você trabalha, por exemplo.

Smartphones e outros aparelhos podem ter um impacto negativo no seu relacionamento, mas não precisa ser sempre assim. Aprenda a usá-los sabiamente e você pode começar a se sentir mais conectado com sua cara metade. [CNN Health]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

  • Marlon Schultz:

    muito bom o artigo, minha esposa tem um tipo smart phone com redes sociais e etc, chega de noite na cama ela deita e da uma mexida no facebook, e quando ve esta caindo de sono e não fica comigo, isso me incomoda um pouco porque fico o dia inteiro sozinho e gostaria de conversar com ela nesse momento, mas nada que uma conversa não resolva, ela é mto compreensiva! um abraço

Deixe seu comentário!