Smartphone com touchscreen que reproduz texturas é criado

Por , em 6.10.2010

Os deficientes visuais estão sendo inseridos no contexto da inclusão digital. Uma empresa, a Nokia, inaugurou um projeto que está desenvolvendo um esforço nesse sentido: um Smartphone tátil, que pretende dar uma sensação de toque diferente a cada ícone. Com isso, a expressão “consigo usar esse aparelho até de olhos fechados” será uma realidade facilmente alcançável.

Embora ainda não haja previsão sobre quando esta novidade estará disponível no mercado, a empresa já apresentou um protótipo. É uma espécie de touchscreen em estado avançado, onde se pode sentir a textura daquilo que está na tela. A tecnologia é baseada em um efeito chamado eletro-vibração, no qual os receptores táteis da pele podem ser “enganados” na percepção. Quando você deslizar a ponta do dedo através de uma “camada de isolamento”, instalada acima de uma superfície de metal, um sistema de tensão elétrica alternada entre os pontos de toque vai lhe fornecer a sensação de relevo. Quanto maior a freqüência dessa tensão alternada, mais sublime e preciso é o sentido de textura na tela.

O efeito em si, na realidade, não chega a ser uma descoberta inédita. Segundo o desenvolvedor do projeto, Piers Andrew, é conhecido desde os anos 50. Só agora, no entanto, está sendo posto em prática em um equipamento virtual do século XXI. O mecanismo funciona devido a uma atração eletrostática, causada pela variação entre a camada metálica, superficial, e mais profunda, que se assemelha às atuais de LCD (Liquid Crystal Display), também preenchida com um fluido líquido, mas diferencia-se pelo efeito.

A tecnologia é baseada no movimento do toque. Assim, você só vai sentir a textura quando mover o dedo pela superfície, e como o protótipo pode gerar apenas uma freqüência por vez, apenas uma textura em tela pode ser sentida em cada instante. O relevo na tela, portanto, só aparece no local por onde o dedo está passando. Mas é claro que os cientistas já estão pensando, como explica o desenvolvedor, em uma forma de proporcionar a multi-recepção. E, considerando que outras empresas além da Nokia estão correndo atrás de um produto que reúna estas qualidades, o tempo que essa novidade vai demorar a chegar ao mercado pode ser menor do que imaginamos. [New Scientist]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

  • Giovanna:

    Nossa muito bom! o mundo a cada instante inventa novas tecnologias
    e nunca para!

Deixe seu comentário!