Uso excessivo de medicamentos aumenta o risco de disfunção erétil

Por , em 20.11.2011

Homens que tomam muitos remédios diferentes regularmente têm maior risco de desenvolver problemas sexuais, aponta um novo estudo.

Quanto maior o número de medicamentos que um homem utiliza, maior é o risco de disfunção erétil. Participantes do estudo que tomavam 10 ou mais medicamentos apresentaram 1,6 vezes mais chances de desenvolver impotência sexual em comparação com os homens que tomavam menos de dois remédios com regularidade.

Os resultados se mantiveram mesmo depois que os pesquisadores levaram em consideração outros fatores que podem aumentar o risco de disfunção erétil, como idade avançada, maior índice de massa corporal (IMC), diabetes e tabagismo.

As descobertas sugerem que os médicos devem rever os medicamentos atuais que receitam para os pacientes com disfunção erétil, diminuindo o uso deles quando possível.

Em algumas situações, mudanças no estilo de vida, como aumento de exercício e mudanças na dieta, poderiam substituir os remédios em excesso. Modificações como essa podem, consequentemente, também diminuir o risco de disfunção erétil.

Além disso, a redução do número de medicamentos é boa para a saúde global dos pacientes. [MSN]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • Leandro Mendes:

    Sobre isso não tenho que mem proculpar não tomo mem um tipo de medicamento.Mas ainda tenho dúvida bobre tal assunto.

  • eset:

    Sou viciado em Polaramine 🙁

Deixe seu comentário!