Vídeo: tufão balança o amortecedor de massa de um arranha-céu como se fosse de brinquedo

Por , em 13.08.2015

Amortecedores de massa são projetados para neutralizar o balanço de um arranha-céu à medida que ele é atingido por ventos fortes ou terremotos. Mas é incrivelmente raro ver um desses enormes dispositivos se moverem mesmo poucos centímetros. A menos, claro, que haja um tufão nas proximidades.

Enquanto o mortal tufão Soudelor varria Taiwan e o leste da China na semana passada, os ventos chegaram a mais de 200 km/h, entortando caixas de correio e levantando Boeings 747 do chão. Confira no vídeo a seguir:

Mas como o Taipei 101, um dos edifícios mais altos do mundo, com 503 metros de altura, lidou com a força dos ventos? Como a maioria dos arranha-céus superaltos, o 101 tem algo chamado amortecedor de massa, uma estrutura que serve para neutralizar a força lateral dos ventos. Durante os piores momentos da tempestade, conforme relata o portal Popular Mechanics, ele quebrou o recorde de quanto balançou e tudo ficou gravado em vídeo.

Começando no andar 87 e terminando no 92, uma esfera de aço enorme fica suspensa em uma câmara aberta dentro do núcleo do edifício. A lógica de colocar uma bola de aço de 720 toneladas nos andares superiores de um arranha-céu não é imediatamente óbvia, mas a maioria dos edifícios altos depende desses dispositivos. Isso porque quando uma força lateral – como ventos ou terremotos – sacode o edifício em sua fundação, os pisos superiores do prédio sentem mais o movimento, chegando a balançar vários metros em qualquer direção.

Basicamente, este movimento só deixa as pessoas nervosas e com náuseas, embora forças mais fortes possam certamente ser perigosas estruturalmente, também. Quando essas forças empurram um edifício em um sentido ou no outro, o enorme peso da esfera neutraliza as forças e mantém os andares superiores em uma posição relativamente estática.

O Taipei 101 fica em cima de uma falha geológica, então ele é projetado para balançar um pouco. Em 2008, o terremoto de Sichuan abalou o edifício de forma significativa e pessoas dentro da câmara do amortecedor de massa capturaram imagens incríveis da esfera reagindo aos tremores. Era difícil imaginar que o prédio passasse por alguma provação maior do que essa. Até a semana passada.

Eric Limer, redator do Popula Mechanics, explica que pouco antes de 7h da manhã, em 8 de agosto, os ventos intensos do tufão moveram o amortecedor mais de um metro para cada lado – quebrando o recorde de movimento mais extremo.

Pode não parecer tão extremo quanto um 747 ser levantado do chão, mas considere que este movimento está acontecendo dentro de um dos maiores arranha-céus da Terra. É hora de agradecer pela existência de engenheiros estruturais. [Gizmodo]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!