Vire música ao morrer: transforme seu corpo em um disco de vinil

Por , em 31.08.2010

Se você não pode se dar ao luxo de enviar suas cinzas ao espaço ou virar um diamante, e nem gosta da ideia de ser enterrado ou cremado, aqui vai uma outra solução para seu “funeral”: você pode ter as suas cinzas prensadas em um disco de vinil e girar ao som de suas músicas favoritas por toda a eternidade.

Por cerca de cerca de 5.220 reais, seus restos cremados, partes de seus restos, ou até mesmo os restos de seu animal de estimação podem ser imortalizados em uma edição de 30 músicas. Em um segmento de 24 minutos, você pode gravar seus pensamentos finais ou suas músicas favoritas, ou você pode pagar mais para que uma banda britânica escreva uma canção para você.

O fundador da empresa teve essa ideia depois de contemplar sua própria mortalidade. Segundo ele, sua mãe começou a trabalhar em uma casa funerária, e viu um programa de televisão que mostrava algum americano colocando cinzas de pessoas em fogos de artifício.

O pacote básico (o de R$5.220) inclui decoração e gravação de até 30 discos, com áudio fornecido por você. Com pagamentos extras, você pode adicionar uma arte exclusiva na capa dos discos, música original de artistas especialmente contratados e até mesmo distribuição do seu disco nas lojas de todo o planeta.

Certamente é um jeito bastante único de passar a eternidade. [POPSCI]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

13 comentários

  • Silvia Chambarelli:

    Ideia instigante! Mas para virar vinil eu precisaria ser cremada, não? Não quero.Expliquem, isso pode ser crucial para a minha decisão kkkkk

    • Cesar Grossmann:

      Tem que ser cremada primeiro, Silvia.

  • Enrique:

    Acredito que a morte deva ser enxergada como o fim da existência, desapego da presença da pessoa em qualquer forma física.

  • Ricardo Barboza de Souza Passos:

    Sempre quis transformar em Diamante, mas é caro… Gostei da ideia. Só tem um porem: NÃO QUERO TOCAR DO LADO B…

    Musicas apenas do lado A!

  • priscila:

    ki legal!!!!!amei a ideia!!!!uma boa soluçao pra mim que tenho fobia de ser enterrada viva!!!!!!!vou falar com minha mae!!!!!!!

  • Elizeu:

    “e nem gosta da ideia de ser enterrado ou cremado…” Mas meu amigo, para virar o tal disco tem que ser cremado não é mesmo?
    KKKKKKKKKKKKKKKKKK Nota zero para este site que copia tudo dos grandes sites americanos e outros.

  • Josivaldo:

    Karmina Burana, The end( The Doors), Whish you are were here (Floyd), Where eagles fly e Jump( Van Halen) I wanna rock an roll all night( Kiss), Hurricane 2000 ( Scorpions), acho que dava uma boa trilha…

  • Vitor:

    Haaaaaa. Seria muito interessante os parentes poderem ouvir com música o que pensáva-mos deles..hahahahahaha!!!!

    Eu queria que tivesse ” Whish you were here” do Floyd!!!hehe

  • Farofa:

    pensando bem, here for you não seria uma boa musica,
    só se você quiser que seus parentes se suicidem de depressão

  • Farofa:

    poderia ter também here for you do ozzy

  • MAX:

    Cara the end do doors foi uma escolha perfeita…e o resto pode ser uma mescla de sabbath, pantera e um monte de palavroes como pensamentos finais, iria ficar bem legal…

  • Davvi:

    Quero o meu com “The End” do The Doors XD

  • Biosfera MS:

    Super interessante. Imortalizar com música realmente é instigante.

Deixe seu comentário!