Xiaflex, o remédio para corrigir pênis torto

Por , em 9.12.2013

Homens americanos com uma doença que provoca uma curvatura no pênis agora têm mais uma opção de tratamento, o remédio Xiaflex.

A Administração de Drogas e Alimentos americana (FDA) aprovou a droga para tratar a doença de Peyronie, uma condição que causa uma curvatura no pênis que pode tornar mais difícil para os homens atingir ereções, ou pode tornar as ereções dolorosas.

A curvatura é causada por tecido cicatricial sob a pele do pênis, sentida como um nódulo, e pode se desenvolver após lesões no pênis, como um vaso sanguíneo rompido durante o sexo ou atividade atlética. Esses pequenos traumatismos podem resultar em cicatrizes que interferem na ereção.

Estudos mostram que existe uma associação dessa enfermidade com doenças reumatológicas, diabetes e uso de betabloqueadores para controlar a hipertensão arterial. Embora não se possa afirmar que seja hereditária, parece que a incidência é maior em homens da mesma família.

Não está claro exatamente quantos homens têm a doença de Peyronie, mas estima-se algo em torno de 1 a 3%. Esse número pode ser subestimado porque alguns homens podem não saber que têm a doença, ou não assumir que a têm.

Tratamento com Xiaflex

Em 20% dos casos, as placas (cicatrizes) desaparecem espontaneamente, sem tratamento algum, em um ano e meio a dois anos.

Quando o problema persiste, alguns medicamentos que agem no metabolismo das células produtoras da fibrose apresentam bons resultados. Esses fármacos já estavam sendo utilizados para tratar a doença, mas tinham sido aprovados para outras condições.

Agora, os homens têm mais uma opção para curar a curvatura, o Xiaflex, a primeira droga a ser aprovada especificamente com a finalidade de tratar a doença de Peyronie.

Segundo a FDA, o medicamento é destinado para os homens que têm um nódulo no pênis que resulta em uma curvatura de pelo menos 30 graus sobre a ereção. Pensa-se que Xiaflex rompe o tecido conjuntivo que causa a deformidade.

A FDA baseou sua aprovação em dois estudos clínicos controlados com 832 homens com doença de Peyronie, que foram acompanhados por um ano. A droga reduziu significativamente a curvatura do pênis e os sintomas da doença, em comparação com um placebo.

Os efeitos colaterais mais comuns foram hematoma peniano (acúmulo de sangue sob a pele), inchaço e dor peniana. No entanto, a droga pode ter efeitos secundários graves, incluindo fratura do pênis. Por esta razão, os médicos devem ser submetidos a uma certificação antes de prescrever o fármaco.

Por enquanto, o remédio foi aprovado somente nos EUA, mas as empresas responsáveis pela droga (BioSpecifics Technologies Corp e Auxilium Pharmaceuticals Inc) iniciaram três parcerias para o desenvolvimento e comercialização deste medicamento em outros países. A Pfizer tem os direitos na Europa e Eurásia, a Asahi Kasei Pharma Corporation tem direitos no Japão, e a Actelion Pharmaceuticals Ltd tem direitos no Canadá, Austrália, Brasil e México.

A Actelion espera receber aprovação para comercializar o Xiaflex por aqui durante os próximos 12 meses.

Cirurgia

Outra opção para tratamento da doença de Peyronie é cirurgia.

Geralmente, a operação só é feita quando são esgotadas outras possibilidades de cura, depois de dois anos de evolução da doença e quando a alteração prejudica a atividade sexual, o que ocorre em menos da metade dos casos.

Existem duas técnicas cirúrgicas que podem ser usadas para corrigir a curvatura: a primeira tenta compensar o desvio fazendo uma prega no corpo cavernoso do lado oposto àquele em que se situa a placa (a desvantagem é que isso pode interferir no tamanho do pênis, que fica menor), e a outra consiste em fazer uma incisão em forma de H para liberar na placa, colando um enxerto no local da lesão. Em 90% dos casos, os resultados são satisfatórios. O pênis é corrigido sem comprometer a capacidade de ereção do homem. [LiveScience, DrauzioVarela, NewsMedical, UrologiaSP]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (6 votos, média: 3,50 de 5)

5 comentários

  • Teco Heinrich:

    Como tenho peyronie estou tomando o neprinol, que o mais fácil de conseguir e, já notei diferença.

  • Fernando Heitmann:

    gostaria de saber como adquirir o xiaflex.

    • Teco Heinrich:

      Como posso fazer a compra do xiaflex

  • SALES CANTANHEDE:

    eu tbm tenho Peyronie. mas nunca me interferiu em nada

  • Genioso Irreligioso:

    Tenho Peyronie; não compromete em nada o funcionamento do digamos “aparelho”… e lhe confere até uma certa personalidade kkk 😉

Deixe seu comentário!