10 maneiras horríveis de ser morto por um animal

Publicado em 28.07.2010

A natureza é bela, mas isso não significa que não pode ser mortal. Não deixe de amá-la, entretanto. Só tome cuidado ao visitar os quatro cantos do mundo: você pode se deparar com essa lista de animais, e morrer de qualquer uma dessas formas, garanto, não vai ser agradável.

1) Eletrocussão

As enguias elétricas são longos peixes de água doce, nativas dos rios Amazonas e Orinoco na América do Sul. As enguias não têm um, mas sim três órgãos especializados para a produção de correntes elétricas fortes o suficiente (600 volts, às vezes mais) para atordoar ou matar um ser humano adulto. Acredita-se que muitos desaparecimentos inexplicáveis de pessoas ao nadar nesses rios podem ser devidos a esse peixe-elétrico. Mas ela não come seres humanos: se alimenta de pequenos peixes, caranguejos e pequenos mamíferos, e só ataca em defesa própria. De qualquer forma, evite a todo custo entrar em águas habitadas por enguias.

2) Constrição

Cobras pítons e jibóias (na verdade anacondas, que são uma espécie de jibóia) não são venenosas. Elas têm dentes muito afiados para segurar suas presas, mas as “abraçam” para realmente matá-las. Isto significa que elas espremem as vítimas para que elas não tenham nenhum espaço para respirar. Este “abraço mortal” é tão poderoso que o sangue não consegue fluir, de forma que a morte vem geralmente por causa de parada cardíaca ou derrame, e não asfixia como se acreditava. Outras cobras são capazes de “comprimir” presas, mas eu tomaria um cuidado especial com essas predadoras de sangue frio, conhecidas por matar e comer seres humanos de tempos em tempos.

3) Afogamento e desmembramento

Entre os grandes animais predadores, os crocodilos são os que matam o maior número de pessoas a cada ano. Alguns consideram que eles têm o mecanismo de matar mais poderoso, que consiste na captura de suas presas com suas mandíbulas e no arraste delas para a água girando o seu corpo inteiro (conhecido como o giro da morte), o que geralmente é suficiente para desmembrar a vítima infeliz. Na foto você pode ver um crocodilo do nilo com o braço de seu tratador, que foi reimplantado mais tarde no homem) A parte mais assustadora é que o crocodilo não se importa se a vítima está viva ou morta, quando inicia sua alimentação. Ele só rasga a presa em pedaços menores e mais fáceis de engolir. Muitos seres humanos que têm a sorte de escapar de um ataque de crocodilo perdem membros inteiros. Mas a maioria das vítimas morre de perda de sangue, choque ou simplesmente afogam antes que tenham uma chance de escapar.

4) Levar uma mordida no cérebro

A maioria dos grandes felinos mata suas presas por estrangulamento. Em alguns casos, a mordida é profunda o suficiente para furar a traquéia e a veia jugular. Esse método leva alguns minutos para que um grande felino leve uma presa grande até a morte. Mas a onça-pintada faz diferente. Este gato formidável, encontrado no México e América Central e do Sul, normalmente vai para um método mais rápido e mortal: morde e fura o crânio até o cérebro, causando morte instantânea na presa. Ela tem dentes particularmente longos e grossos, e mandíbulas incrivelmente poderosas para fazer isso. A onça pode matar dessa forma até touros selvagens pesando quase meia tonelada. Mas se a presa não for tão grande, a onça não morde através do topo do crânio, mas afunda suas presas nas orelhas das vítimas! É um mais do que um pesadelo. Imaginar as presas de um gato gigante entrando como uma faca através de seus ouvidos até o seu cérebro é morte certa.

5) Ser eviscerado por um pássaro gigante

Enumerado pelo Guinness World Records como o pássaro mais perigoso do mundo, o Casuar vegetariano (encontrado nas florestas tropicais da Austrália e Nova Guiné) é geralmente um animal tímido que evita confrontos. Mas os machos podem ser extremamente agressivos às vezes, e estão entre as criaturas mais perigosas para se manter em um jardim zoológico. O Casuar tem uma garra enorme como um punhal no segundo dedo de cada pé. Quando confrontado, ele salta no ar e chuta seu inimigo no estilo kung fu, utilizando-se das garras mortais para causar ferimentos graves. Ele pode, literalmente, puxar suas vísceras pra fora. E mesmo se isso não acontecer, seu chute é forte o suficiente para romper seus órgãos internos e causar hemorragia e morte. NUNCA aborde um desses pássaros.

6) Ter seu rosto desfigurado

O urso-preguiça, ou próquilo, está entre as espécies de ursos menos conhecidas. São encontrados principalmente na Índia e no Sri Lanka, onde os nativos os temem mais do que tigres e cobras. E com razão. Muitas vezes eles parecem atacar sem provocação. Eles se alimentam principalmente de formigas e cupins, e só muito raramente comem carne, mas parecem não gostar de seres humanos (o que não surpreende, uma vez que eles têm sido submetidos a séculos de caça e crueldade). Se confrontado, um urso-preguiça tem a mesma probabilidade de atacar como de fugir. Ele utiliza os seus dentes e suas garras afiadas incrivelmente longas para rasgar o rosto da vítima. Aqueles que têm a sorte de escapar da morte geralmente ficam cheios de cicatrizes ou sem um olho, um nariz, um lábio…

7) Engasgado com formigas

As formigas Siafu são uma espécie africana conhecida como o único inseto que realmente ataca e devora seres humanos, embora você tenha que ser muito azarado para morrer em um ataque desses. Elas são muito lentas e cegas, e a não ser que você seja incapaz de permanecer fora do seu caminho, não precisa ter medo delas. Normalmente, as formigas se alimentam de pequenos animais, mas ataques em pessoas que dormiam, bebês deixados sozinhos, e pelo menos um homem bêbado que quebrou uma perna e não podia fugir do exército de Siafu foram relatados. O que torna estes insetos tão assustadores é que eles podem morder e picar, mas para matar eles tentam entrar em qualquer abertura que encontram, como a boca e o nariz, e as vítimas morrem de asfixia após as formigas rastejarem em seus pulmões! E eu que achava que não era necessário ter medo de formigas.

8 ) Infecção mortal após estupro

O candiru é uma criatura sinistra, só para começar. Esses finos, pequenos, quase transparentes parentes de bagre estão entre os poucos vertebrados hematófagos, e se alimentam do sangue de outros peixes. Os candirus fazem isso se ancorando a eles com uma série de espinhos em forma de gancho. Uma infestação severa pode enfraquecer e, eventualmente, matar uma vítima infeliz. Eles também se alimentam de peixes mortos, comendo-os de dentro para fora. Esse peixe recentemente ganhou fama como o mais temido da Amazônia. Isto porque, às vezes, ele nada para dentro da uretra ou do ânus de homens e mulheres, e fica preso lá por causa de suas espinhas em gancho. Isso é muito doloroso e potencialmente mortal, porque quando a vítima humana deixa a água, o peixe morre e seu corpo começa a apodrecer. A infecção resultante causou muitas mortes em partes remotas da América do Sul, onde não há hospitais, uma vez que um delicado processo cirúrgico é necessário para remover o peixe dos órgãos genitais.

9)Ser comido vivo

Lobos e hienas matam presas menores agitando-as violentamente e quebrando suas espinhas. Porém, não têm armas mais eficientes para lidar com presas maiores. Dessa forma, eles não costumam perder tempo e começam a comer a vítima assim que a rendem. Naturalmente, elas morrem em seguida, devido a um choque ou a perda de sangue. Ainda assim, a ideia de estar vivo enquanto um grupo de predadores vorazes se alimentam de suas entranhas é particularmente chocante a maioria das pessoas.

10) Morrer de fome

Tênias são parasitas gigantescos (até 12 metros de comprimento ou mais, dependendo da espécie), embora muito magros, cujos ovos ou larvas podem ser ingeridos através da alimentação de carne crua ou mal cozida. Uma vez ingerida, a criatura vai ancorar-se às paredes do intestino do hospedeiro e absorver todos os nutrientes dos alimentos que ele come. O resultado? Você pode comer quantidades incríveis de alimentos e ainda será desnutrido. Se não for tratada, a infecção por tênia pode levar à morte por inanição. Você pensou que não poderia ser pior? Às vezes, as larvas da tênia podem encontrar o caminho para seu cérebro e causar convulsões e todos os tipos de problemas neurológicos. Crises convulsivas devido a uma infestação por vermes em seu cérebro antes de morrer de fome devido a um grande verme adulto em seu intestino? Talvez essa seja a pior morte da lista. [ListVerse]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

66 Comentários

    • cada uma maneira pior q a outra de morrer

      Thumb up 4

Envie um comentário

Leia o post anterior:
mae1
Você é sexualmente atraído pelos seus parentes e por si mesmo

Mas não há razão par...

Fechar