5 Provas científicas de que vídeo games fazem bem à saúde

Publicado em 30.10.2009

video game

Vídeo games já levaram a culpa por vários problemas, desde a obesidade até a agressividade, mas várias pesquisas relevam que alguns jogos podem, na realidade, fazer bem à sua saúde. Confira cinco características que podem ser melhoradas e se tornarem mais saudáveis com a ajuda dos vídeo games e ganhe mais pretextos para seus pais deixarem você ficar colado na poltrona.

5. Visão

Jogos de ação podem ajudar a aguçar a visão e até mesmo curar a ambilopia, conhecida como “olho preguiçoso”. Nesta condição, a visão de um olho é pior que a do outro, e o tratamento é muitas vezes feito com o uso de um tapa-olho. Entretanto, pesquisadores da Universidade de Nottingham, na Inglaterra, descobriram que uma hora de vídeo game pode melhorar a visão tanto quanto 400 horas do uso de tapa-olhos. Além disso, um estudo da Universidade de Rochester (EUA) descobriu que jogos de tiro em primeira pessoa melhoram a visão ao aumentar a capacidade do cérebro de prestar atenção em vários eventos ao mesmo tempo.

4. Cérebro

Jogar Tetris, um dos mais antigos e mais populares vídeo games, pode aumentar a eficiência do cérebro. Pesquisadores de Albuquerque (EUA) realizaram os testes com 26 garotas adolescentes que jogaram Tetris durante 30 minutos diários durante três meses. O estudo descobriu que as jogadoras desenvolveram um córtex mais espesso que aquelas que não jogaram. Além disso, as áreas que ficaram mais grossas são aquelas que os cientistas acreditam estar ligadas à coordenação de informações visuais, táteis e auditivas. Jogue Tetris aqui.

3. Equilíbrio

Pesquisadores da Universidade de Ottawa, no Canadá, testaram o vídeo game Wii em pacientes com doença de Parkinson. Depois de seis semanas de treinamento diário por 30 minutos com o Wii Fit, de exercícios físicos, e 15 minutos de Wii Sports, com esportes, os participantes do estudo melhoraram significativamente o equilíbrio. Os pesquisadores acreditam que treinamentos deste tipo podem ajudar a diminuir o declínio das funções corporais em pacientes com este problema.

2. Boa forma

Jogos como “Dance Dance Revolution” e “In The Groove” faziam a alegria de muitos adolescentes em shopping centers e em casa, sobre os tapetes apropriados para a dança. Agora, o Wii Fit permite que os jogadores realizem várias atividades físicas, como surf, boxe e danças sem nem sair de casa. Algumas academias já até integraram os vídeo games para as atividades físicas.

1. Coordenação motora

Pesquisas mostram que vídeo games podem aumentar a coordenação motora e a coordenação entre o olho e a mão. Um estudo realizado na Universidade de Iowa (EUA) mostra que jogar três horas semanais de vídeo games ajuda a cirurgiões terem menos erros em procedimentos pouco invasivos. Os jogos também ajudaram os médicos a realizar os procedimentos mais rapidamente.

[Fonte: CNN]

Autor: Sergio de Souza

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

21 Comentários

  1. Eu nunca gostei muito de jogar video game, por opção mesmo, tenho 31 anos, meu filho tem 6 anos e joga desde os 2 ou 3 anos, no início se irritava por nao conseguir desenvolver, mas foi persistente e hoje chega a ganhar de primos de 15 e 26 anos…rs… chega a ser engraçado…mas é a pura realidade…. fecha alguns jogos e isso é a maior glória pra ele…Na minha opinião o video game desenvolve o raciocício, a velocidade em tomada de decisões, esperteza, velocidade na leitura e outras coisas, lógico que em excesso é prejudicial, mas ainda acho que é muito melhor seu filho estar no video game na sala do que na rua…

    Thumb up 33
  2. o darwin gosta de falar as coisas completamente sem fundamento e logica pra bancar o “brega” da pagina

    Thumb up 4
  3. O poder do video game

    É notável, é inevitável que os jogos sempre tiveram e sempre terão influencia na vida emocional e profissional, é simples explicar o motivo, quem nunca jogou paciência no serviço para chegar logo a hora do almoço, ou ir embora, já que não tem nada pra fazer, ou terminou todo seu serviço, num modo de “bônus”, merecendo jogar por ter suas tarefas cumpridas, qual criança ou jovem não jogou um jogo nostálgico ou atual, so para passar o tempo ou para suprir uma felicidade ou tristeza que esteja passando, não é de admirar que sábios psicólogos, ao longo deste tempo vem atacando de modo produtivo e maligno este hábito que vem conquistando a cada dia mais, todas massas hereditárias e sociais. Isso é nítido, so basta abrir os olhos e tentar humildemente enxergar que ao menos um jogo virtual é um vicio sadio, viso plausivamente explicar neste livro a necessidade de um laser virtual, que foi de minha concepção afirma que sim! É um laser saudável jogar vídeo game, tanto para aprender, preencher, ou suprir um momento amostra em nossas vidas.

    O que é um jogo virtual?

    Quem nunca gostou de encarar um desafio, que atirem a primeira pedra, a necessidade do ser, esta sempre em superar seus proprios limites, alcançar o inacançavel, ir alem da curiosidade e vencer, por conhecimentos e habilidades adquiridas de praticar, praticar e praticar…
    Isso é um jogo, quem vai vencer?, quem ira perder?, podemos vencer, basta persistir e lutar com treino e pratica para sermos vitoriosos, isso é biblico, o que demostra individualmente a cada ser um competência de persistência, resumindo simplesmente, jogar video game faz bem.
    O contexto do jogo virtual, divertimento, entretenimento, vem da necessidade de vitoria, um gosto doce que acalhenta a alma, queima os olhos e o faz brilhar de felicidade, por ter terminado com sucesso uma fase que esteja passando, mas, mais do que isso, um jogo completo, exigi paciência e tolerância, pois à mais fases, daí, o desafio para completar todo o processo.
    Porem há muitos fatores positivos e negativos, que ao longo do tempo, foram sutilmente modificados, dando a entender que jogar é algo ruim.

    A criança e o vídeo game.

    É de si admirar um criança aos seus poucos anos de vida, em uma pratica desenfreada de jogar um jogo virtual de futebol ou de corrida, sentir a prazer a flor da pele de vencer um adulto? Ou ganhar daquele amiguinho que sempre o vende? Ou chegar ao final do jogo em decorrência a varias horas de jogo para derrotar o vilão? Aprender com os erros do jogo que tentar e tenta, ao final a uma recompensa vitoriosa. E algo que nos faz pensar profundamente, que um jogo tanto de futebol ou corrida, ou aventa, nos faz viajar em mundo de desafios nos projetando a uma decisão positiva, vencer é o melhor caminho, em decorrência de todos estes fatores a criança si vê seduzida neste universo paralelo, ao qual ela tem tempo de si lapidar a garantir um sucesso em seu momento amostra. Isso ira refletir categoricamente na construção lógica de raciocino e vitoria, medindo e pesando vários fatores que ela construiu ao longo da jornada deste jogo.
    Para os Pais é interessante tentar ao menos medir e pesar estes fatores, que podem ser trabalhados para lado positivo ou negativo na cabeça da criança. Esta reflexão deve parti na concepção de seus valores morais, afim de mostrar que este vicio saudável logrado para um principio vencedor tem la seus benefícios.
    Não há como mensurar o por que algumas crinaças que indetificão com tal jogos, e sintam esta necessidade de jogar, mas administrando este tempo com suas obrigações diarias, so ira somar em sua responsabilidade final como ser humano.
    Assim afirmo que um jogo, este desafio, esta tarefa e divertimento virtual pode contribuir na inteligência emocional da criança.

    O jovem VS jogos

    A medida que amadurecemos, sentimos algumas necessidades matérias, emocionais, profissionais etc… com os jogos não ia ser diferente, jogos que antigamente nos faziam ser satisfeitos, amanhã não terá mais efeito algum, é uma necessidade sadia de evolução, pois para quem joga ate hoje, a tecnologia como algumas mentes brilhantes, fazem jogos cada vez mais realistas e divertidos, que nos fazem case crê que tal jogo foi feito especialmente para nossa pessoa.
    Apesar do passado, tais jogos nostálgicos nos fazem sentir bem jogando, é de si encarar que hoje ta excelente ou horrível os novos jogos virtuais. Um exemplo seria, a serie the strret fihter, residente evil, final fantasy, zelda,Mario e metrid, etc…. A evolução é algo constante na vida dos criadores de jogos, não seria diferente nos próprio jogos. Alguns chegam a reclamar, ou admirar tudo isso. Mas cabe a cada um ser seletivo na escolha certa. O mercado esta ai, é tem vários jogos.
    Como escolha inteligente, falo que escolham os jogos, sim os jogos, pois jogar faz bem! Muitos dizem sobre violência e coisas do tipo sobre jogos, mais ninguém informa as estatística de violência que ocorre no mundo, é de si pensar, será que eu em casa, dedicando alguns minutos de lazer virtual, estarei com mais ou menos risco desta violência urbana, a probabilidade de acontecer algo ruim comigo, é maior ou menor, quando eu estou jogando um bom jogo no meu quarto?
    Melhor ainda jovem pense e reflita. Quantos jovens hoje si beneficiam deste maravilhoso habito herdado, jovens passando por vários problemas emocionais e profissionais, ao invés de abraçar o mundo como solução, simplesmente terminam um bom jogo, no intuito de suprir o lixo que o cerca. Há de si pensar naquele jovem que tem a chance do seu primeiro emprego, exigindo trabalho de equipe, inteligência, raciocino lógico, domínio do inglês, etc., e tenho alguns dias atrás, terminado um bom jogo de RPG, que é o resumo de todos os trabalhos hoje. A reflexão tem que parti do lado positivo, é certo que no jogo é um desafio virtual, mais com raciocínio lógico e coragem os jovens da geração virtual, são bem preparados para superar problemas e conquistar o mercado de trabalho almejado.
    perguntas

    Thumb up 11
  4. De tempos pra cá com a ajuda da tecnologia a favor dos games, ocorrem cada games mais realistas e que possuem mais entretenimento para o jogador, que na minha opinião é mais divertido do que assistir um filme joje em dia. Por que?Pois simples, um filme tem no maximo 2horas de duração já os jogos no minimo 11 horas de jogo e por ultimo não é so porque uma pessoa gosta de um jogo eletronico que a pessoa não pega mulher nenhuma, pois saiba que nesse ano no”Game World 2010″, deve muitas mulheres bonitas que foram no evento e o melhor que curte games.

    Thumb up 4
  5. Perai!! Francamente, eu defendo o uso de videogame e o uso da cpu para jogos!!
    Logicamente, tudo, mas tudo em excesso faz mal.
    Os jogos de RPG (estratégia) é uma otima opçao para as crianças, por que aguça a capacidade de raciocinio rapido. Um fato é exemplo, o meu avozinho de 68 anos aprendeu a jogar dota gente (um mapa do warcraft ), por incrivel que pareça (demorou mas aprendeu) kkk eu piro pro meu vei, o cara esta com a mente afiada e é malicioso com os hero..
    Mas é isso ai, é uma boa opçao para o seu velho abrir a mente para coisas novas!!! Mais uma coisa, TENHA PACIENCIA EM ENSINAR!!!

    Thumb up 10
  6. Que mané esse tal de “Darwin”. Eu jogo desde os 5 anos e nem por isso perdi minha infância; pensando melhor, eu acho que voçê é que não teve infância… Parabéns pelo site. Abs.

    Thumb up 5
  7. Outro fator importante alem dos sitados acima, jogar videogame tras outro beneficois de linguagem, tipo aprendi bastante ingles com ele, agora com play 3 estou aprendendo spanhol entre outros, muito bom, eu recomendo

    Thumb up 9
  8. O único problema que trás é a dor nas costas de ficar sentado muito tempo jogando xD isso é, se sentar todo torto no sofá. :)

    Thumb up 4
  9. Estou com 56 anos e desde o TELE JOGO, que tenho como um dos principais entretenimentos os jogos eletrônicos. Atualmente me divirto com o Play Station 3,(o segundo, pois o primeiro só durou 2 anos e 2 meses. A maresia danificou componentes que não puderam ser substituídos) e, em média, brinco 3 horas/dia.
    Dois dos meus três filhos, um com 32 e o outro com 26 anos, também, curtem bastante, porém, menos do que eu. Sei o quanto é salutar para o meu bem estar e minha qualidade de vida a utilização do vídeo game.

    Thumb up 11


  10. Quando seu filho pedir um Vídeo Game. Lembre-se faz bem a saúde.

    Thumb up 17
  11. Isso não é veredade. Eu mesmo joguei video game dos 5 anos até hoje (30), no minimo 4 horas por dia e não perdi minha infancia.

    xD

    Thumb up 6
  12. Vídeo Game estimula a inteligência e coodenação motora das crianças sim e pode ser saudável, porém, como tudo nesta vida, em esseço é prejudicial.

    Thumb up 4
  13. Jogo video games desde os 4 anos de idade (meu pai me levava no bom e velho fliperama) e hoje aos 33, só tenho a agradecer aos benefícios que os jogos me trouxeram. Mas apesar de “viciado” sei que em excesso principalmente na infância e na adolescência é bastante prejudicial.

    Thumb up 4
  14. Muito radical e imparcial a opinião do darwin, videogame certamente traz vários benefícios, e além dos citados é um grande aliado na consolidação da “disciplina” – tudo o que é demais faz mal, de remédios a água.

    Thumb up 4
  15. nada a ver ^^^^^^

    qualquer coisa em excesso pode fazer mal

    porem moderadamente faz muito bem sim

    poe uma pessoa acima de 30 anos que nunca jogou

    o cerebro dela vai cozinhar (no bom sentido)

    sera um otimo exercicio

    Thumb up 6
  16. O video game não aguça nem um pouco a visão, ele faz com que o nosso cérebro manipule apenas a visão afrente, deixamos de ter a visão lateral, o video game joga a infãncia das crianças fora.

    Thumb up 3
    • Nossa, que inteligente vc é. Acho que nunca jogou video game né? Ou ficou a vida toda só fazendo isso. Aí claro que ia ficar assim né? Excesso faz mal.

      Thumb up 5
  17. Esse fato do uso de tapa olhos melhorar foi rebatido e em lugares como Europa ele e totalmente considerado “medieval”, pois comprovaram que seu uso é ineficiente e pode trazer problemas a visão

    Thumb up 3

Trackbacks/Pingbacks

  1. The Bigger Game – Amnistia Internacional | Vanguardeando - [...] além de qualquer polêmica sobre os possíveis benefícios ou malefícios dos Video Games na formação de crianças e jovens, uma coisa …
  2. 5 Provas científicas de que vídeo games fazem bem à saúde | Clan |BTT| – Brazilian Tactical Team - [...] Hype Science Rate this: Compartilhar :TwitterEmailFacebookGostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso [...]
  3. A arte e filosofia no video game. Por que ele mais traz benefícios do que males? – Nihil Lemos - [...] acima de tudo ARTE e hoje pode ser muito mais do que isso como podemos nesse excelente artigo da …
  4. Jogar vídeo game traz benefícios à saúde | Blog da Ópera - [...] adoro inglês, mas hate pessoas que speak english misturado com português, viva os Mamonas! Fonte: 5 Provas científicas de …
  5. 5 provas científicas de que jogar vídeo game faz bem à saúde!! « Enfermagem no dia a dia - [...] agressividade, mas várias pesquisas relevam que alguns jogos podem, na realidade, fazer bem à sua saúde. Confira cinco características …
  6. 5 Provas científicas de que vídeo games fazem bem à saúde « Falando de Games - [...] games fazem bem à saúde Publicado: 30/07/2010 por romuoli em Games e Saúde 0 Vídeo games …
  7. Um pouco de tudo #3 | Último Click - [...] [...]

Envie um comentário

Leia o post anterior:
crianca-computador-g
Abuso infantil online dobra em um ano: como manter as crianças seguras?

Com o crescente aume...

Fechar