A moda agora é malhar pelado

Uma academia, que fica na região basca da Espanha, teve uma ideia um tanto ousada para salvar seu negócio: começou a ofertar “treinamentos nus”. Sim, as pessoas malham peladas; o que, se for ver, não faz muito sentido, afinal as pessoas costumam ir a academias justamente porque não estão satisfeitos com seu corpo e querer mudar algo.

A proprietária da empresa, Merche Laseca, notou que as pessoas estavam frequentando menos a academia por causa da crise econômica. Ela precisava de algo novo para manter seu negócio à tona; depois de algumas pesquisas, a empresária descobriu que a região era um destino popular para os naturistas.

Na verdade, duas piscinas locais já estavam oferecendo sessões mensais de “natação nudista”. Há pelo menos 12 praias nudistas na região basca, e uma corrida nua é organizada anualmente na cidade vizinha de Sopelana. Sendo assim, ela imaginou que uma academia naturista não era uma má ideia.

Os nudistas acreditam que a prática de esportes sem roupa é natural e muito mais confortável. Mas o problema da academia nudista é a higiene: algumas pessoas argumentam que roupas são importantes quando se exercita, porque elas retêm mais suor, sendo que se as pessoas malharem nuas, o suor fica nas máquinas, no piso e até mesmo sobre outras pessoas.

Apesar de tudo, apenas quatro naturistas apareceram na inauguração das sessões nuas da academia, um resultado decepcionante, como a própria Laseca admite. Ainda assim, a academia vai funcionar com sessões naturistas todas as tardes de sábado e todo domingo.

[OddityCentral]

Por: Natasha RomanzotiEm: 2.05.2011 | Em Bizarro, Principal  | Tags: , , , ,  
Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

15 respostas para “A moda agora é malhar pelado”

  1. – Os praticantes não são sem higiene: usam toalhas para forrar os assentos.

    – Chamar os caidinhos de moxibentos é grande tolice: os “durinhos” de hoje serão os flácidos de amanhã. E não tem jeito, chega mais rápido que se imagina!

    – deve ser muito curioso fazer polichinelo peladão…

  2. Essas práticas devem ser observadas com muito cuidado, ainda mais com a chegada das super bactérias e de vírus mais resistentes a medicamentos e, parece que a tendência é só piorar.

    Não usamos roupas para ‘tampar’ a vergonha. Usamos roupas para nos proteger de doenças, intempéries, etc.

  3. Vocês não prestaram atenção na matéria.
    Ela viu que havia uma tendência, no local, ao naturismo.
    Fois esperta e inovou.
    Não tem nada a ver com uma academia comum a todos, é específica aos adeptos do naturismo.

Deixe uma resposta