Atividade física reduz o risco de pegar resfriado

Publicado em 3.11.2010

Segundo um novo estudo, se exercitar pode ajudar as pessoas a não ficarem resfriadas. A pesquisa mostrou que quem se exercita cinco ou mais vezes por semana pega menos resfriados severos do que aqueles que malham uma ou menos vezes por semana.

Depois de observar a dieta, o estresse mental, o peso, os níveis de educação, o gênero, entre outras coisas, os pesquisadores perceberam que o estilo de vida, a atividade física, é que fazia a diferença.

Os pesquisadores acompanharam a saúde respiratória de 1.000 pessoas, entre 18 e 85 anos, por 12 semanas durante o outono e o inverno. Eles fizeram perguntas sobre quantas vezes os participantes do estudo se exercitaram e o quanto em forma eles se sentiam.

Os resultados mostram que a duração dos sintomas de resfriado foi 43 a 46% menor nas pessoas que se exercitavam cinco ou mais vezes por semana, em comparação com pessoas que se exercitavam uma vez por semana ou nunca.

As pessoas que se sentiam mais em forma tiveram sintomas de resfriado 41% menos severos do que as pessoas que se sentiam menos aptas.

Ou seja, a dica dos pesquisadores durante as estações frias é sair de casa e se exercitar – pelo menos, fazer uma caminhada de 30 minutos – em uma base quase diária.

O que faz o exercício físico ser tão eficiente é que ele estimula a circulação das células imunológicas em todo o corpo cerca de três horas depois de um treino ou exercício. Quanto mais vezes uma pessoa se exercita, mais frequentemente as suas células imunológicas estarão em alerta para invasão de patógenos. Essa frequência das células de movimento é o que fornece a proteção de nível superior do corpo.

Outra conclusão do estudo é que as pessoas mais velhas e casadas têm menos probabilidade de pegar resfriado do que os jovens e solteiros. Segundo os pesquisadores, pode ser que as pessoas mais velhas tenham mais anticorpos do que os jovens, e que os casados saiam menos de casa e se exponham menos a outras pessoas e seus germes.

Esta não é a primeira pesquisa sobre o assunto. Segundo os pesquisadores, hoje há provas suficientes da eficácia do exercício. Estudos anteriores já sugeriam uma ligação entre a atividade física e o sistema imunológico reforçado.

Em 2002, um estudo mostrou que a atividade física moderada reduz o risco de infecção do trato respiratório superior em 23%, em comparação com baixos níveis de atividade física.

Em 2006, uma pesquisa descobriu que um regime de exercícios moderados durante um ano pode reduzir a incidência de resfriados em mulheres na pós-menopausa com sobrepeso ou obesas. [LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

1 comentário

  1. As pessoas deveriam se cuidar mais, colocando em prática algum alguma atividade física! gostei!

    Thumb up 1

Envie um comentário

Leia o post anterior:
antarticapor
Índia vai explorar a Antártica em busca de provas das mudanças climáticas

Cientistas indianos ...

Fechar