Gravidezes podem ser bem sucedidas em mulheres com mais de 50 anos

Publicado em 6.02.2012

A idade média das mulheres que se tornam mães aumentou nas últimas duas décadas. Algumas mulheres entram na maternidade até mesmo em seus 60 anos de idade. Parece arriscado para você ter um filho nessa idade? Um novo estudo revela que, com cuidados, a gravidez nessa idade não é um problema.

Através da implantação de embriões produzidos por fertilização in vitro com óvulos doados por mulheres mais jovens, mulheres que já passaram da menopausa podem engravidar e dar à luz.

Um novo estudo com 101 mulheres com média de 50 anos de idade que tiveram filhos com óvulos doados revela que a gravidez nesse período da vida carrega os mesmos riscos que a gravidez induzida da mesma maneira em mulheres mais jovens.

O estudo descobriu que mulheres com mais de 50 anos apresentaram taxas semelhantes de complicações, como diabetes gestacional e parto prematuro, como mulheres com menos de 42 anos que engravidaram depois de receber óvulos doados.

E, embora as mulheres mais velhas apresentassem taxas ligeiramente mais altas de pressão arterial elevada, essa diferença foi pequena.

Em geral, carregar um bebê é muito mais fácil para o corpo de uma mulher mais velha do que produzir óvulos necessários para conceber um. O útero é um órgão muito diferente dos ovários. O útero muda muito pouco com a idade. Com os hormônios adequados, o útero de uma mulher mais velha pode nutrir suficientemente o feto em crescimento. Mas os ovários são outra história.

Um estudo de 2009 concluiu que os 43 anos parecem ser um ponto de corte para a fertilização in vitro com óvulos próprios de uma mulher, o que é viável com apenas 5% das mulheres nessa idade. Casos individuais de gravidez em idades mais avançada são raros.

Muitas das celebridades que deram à luz em seus mais de 40 anos certamente usaram óvulos doados, embora possam não reconhecer isso. Isso pode ajudar a impedir uma maior aceitação pública da doação de óvulos. Um dos grandes desafios no tratamento de infertilidade é convencer as mulheres nos seus 40 anos de idade que é mais fácil usar óvulos doados ao invés de seus próprios. Com óvulos doados, a taxa de sucesso é de cerca de 50%. [LiveScience]

Autor: Stephanie D’Ornelas

É estudante de jornalismo, adora um café e um bom livro. Curte ciência, arte, culturas e escrever, mesmo que sejam poesias para guardar na gaveta.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

3 Comentários

  1. Cada um deve seguir o caminho que o faz mais feliz, desde que respeite os outros.
    Lá estamos nós com os julgamentos…
    Paz

    Thumb up 10
  2. Só lamento pelos filho de mães mais velhas. Quando nascem, seus pais já não são jovens. Não soa injusto um jovem de 15 anos com pais já com 60 ou até mais, já tendo que pensar em tomar conta deles, e não o contrário?

    Thumb up 6
  3. Se a mulher recebe um óvulo de outra mulher para gerar um filho, logo esse filho não será genéticamente dela, mas sim da doadora.
    Sinceramente, acho ridícula essa prática dos bancos de doação de óvulos e espermatozóides com tantas crianças abandonadas, precisando de país adotivos.

    Thumb up 10

Envie um comentário

Leia o post anterior:
Boxes containing magic mushrooms are displayed at coffee and smart shop in Rotterdam
Droga psicodélica pode ser antidepressiva

Um novo estudo que a...

Fechar