Lista de planetas com mais chance de ter vida

Publicado em 28.11.2011

Cientistas formaram uma lista de luas e planetas com mais tendência a abrigar vida extraterrestre.

Entre os mais habitáveis está a lua de Saturno, Titã, e o exoplaneta (que orbita outro sistema, que não o solar) Gliese 581g, que está a 20,5 anos-luz de distância, na constelação de Libra.

No estudo, os autores propuseram dois índices diferentes: um de similaridade com a Terra e outro de planeta habitável.

“A primeira questão é se existem condições como as da Terra, já que sabemos por experiência que elas podem abrigar vida”, comenta o membro do grupo, Dirk Schulze-Makucj, da Universidade Estadual de Washington. “A segunda é se os planetas têm condições que sugerem a possiblidade de outras formas de vida, conhecidas ou não”.

Para a primeira condição, são considerados fatores como tamanho, densidade e distância da estrela pai.

A segunda é diferente: se a superfície é rochosa ou gasosa, e se possui um campo atmosférico ou magnético. Também se leva em conta a energia disponível para qualquer organismo, como luz de uma estrela pai ou interações gravitacionais com outros objetos, que podem aquecer um planeta ou lua internamente.

E finalmente, o segundo critério também analisa a química – como os compostos orgânicos presentes – e se solventes líquidos estão disponíveis para reações químicas.

O valor máximo estipulado para a similaridade com a Terra foi de 1. O maior valor atingido fora do nosso sistema solar foi o de Gliese 581g (que tem a existência colocada em dúvida por alguns astrônomos), com 0,89, e outro exoplaneta orbitando a mesma estrela, o Gliese 581d, com 0,74.

O sistema Gliese 581 tem sido estudado por astrônomos e contém quatro – possivelmente cinco – planetas orbitando uma estrela vermelha anã.

O HD 69830d, um exoplaneta do tamanho de Netuno, que orbita uma estrela diferente na constelação de Puppis, também conseguiu uma boa avaliação (0,6). Pensa-se que ele está na Zona Cachinhos Dourados, uma região ao redor da estrela pai onde as temperaturas superficiais não são nem quentes nem frias para a vida.

Em nosso sistema solar, a maior graduação ficou com Marte (0,7) e Mercúrio (0,6).

Para a segunda questão, da habitabilidade, os resultados foram diferentes. O melhor por aqui foi a lua de Saturno, Titã, que conseguiu 0,64, seguida de Marte (0,59) e a lua de Júpiter, Europa (0,47), que se imagina conter água abaixo da superfície.

No campo dos exoplanetas, os melhores foram novamente Gliese 581g (0,49) e Gliese 581d (0,43).

Nos últimos anos, a busca por planetas habitáveis fora do nosso sistema solar tem subido muitos degraus. O telescópio Kepler, da NASA, lançado em 2009, já encontrou mais de 1.000 candidatos.

Telescópios futuros talvez consigam detectar os chamados “marcadores de vida” na luz emitida pelos planetas, como a clorofila, o pigmento presente nos vegetais.

Lista “Similaridade com a Terra”
Terra – 1,00
Gliese 581g – 0,89
Gliese 581d – 0,74
Gliese 581c – 0,70
Marte – 0,70
Mercúrio – 0,60
HD 69830 d – 0,60
55 Cnc c – 0,56
Lua – 0,56
Gliese 581e – 0,53

Lista “Habitalidade”
Titã – 0,64
Marte – 0,59
Europa – 0,49
Gliese 581g – 0,45
Gliese 581d – 0,43
Gliese 581c – 0,41
Júpiter – 0,37
Saturno – 0,37
Vênus – 0,37
Enceladus – 0,35.[BBC]

Autor: Bernardo Staut

é estudante de jornalismo e interessado por povos, culturas e artes.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

53 Comentários

    • Isso aí, o meu lar!

      Thumb up 0
  1. Vênus,Júpiter e Saturno? Vênus é quente de mais! antes de chegar lá já iriamos derreter! Júpiter é um planeta gasoso assim como saturno, como iriamos pousar lá?

    Thumb up 11
    • Olá The Solar System! A matéria está tratando da vida nesses planetas, e não da vida humana neles. Portanto, se uma bacteria, um ser unicelular ou qualquer outro tipo de vida animal ou vegetal, etc, conseguir viver por lá, já estará de acordo com o texto.

      Thumb up 15
  2. Saí por ai afirmando que somente planetas que se igualam ao tipo de ambiente da Terra são capazes de suportar a vida, é a mesma coisa afirmar que o nosso planeta e a vida aqui presente são o centro do universo. Fico indignado com isso. O homem ainda é um bebê.

    Thumb up 22
    • isso é ignorancia caro willian!os cientistas não estão falando que o nosso planeta é o centro do universo!
      Mas sim,que ao observar a terra, se ve que, para que haja condiçoes adequadas a vida que conhecemos,é neceçaria ter uma estrutura semelhante ou igual a da terra!
      Seu principio me chateia, sei que o unico bebÊ aqui é vocÊ!

      Thumb up 14
    • Willian certíssimo, mas convenhamos, querendo ou não, a busca por planetas semelhantes ou até identicos a terra não é de tudo tão ruim, ainda mais visando uma maior lonjetividade para nossa raça

      Thumb up 2
  3. A todos que pensam que encontrar um planeta como o nosso é impossivel,tenho a seguinte afirmação estão errados.
    O problema maior é que decartamos esta possibilidade baseando na hipotese de terra rara.Esquecendo-se do seguinte,planetas como a terra existem sim,porem exatamente igual não.Lembremos que não é a terra que é adaptada para que vivamos nela,e sim nós que nos adaptamos a ela.
    Assim poderia haver planetas com composição,gravidade e todos os atributos necessarios a vida,como conhecemos porem ela estaria a se adaptar as condições do mundo em que vivem e não seram obviamente iguais a humana,pelo menos no que imagino.
    Mundos como terra havera milhares ,mas identico ou gemeo é bem improvavel,nada que impeça a criação de vida ate a inteligencia,pois isso inclui outros fatores decorrentes do planeta alien e não do nosso o que deve ser frustantes para os antropocentricos deistas.
    E não misturem ciencia com religião.

    Thumb up 12
  4. é + se existir expesies q n tenha a msm nessecidade do ser humano como de agua ou ar etc e se ele viver embaixo da terra de algum planeta?

    Thumb up 11
    • Então,.. a segunda lista é exatamente isso.

      Thumb up 1
  5. sCientistas formaram uma lista de luas e planetas com mais tendência a abrigar vida extraterrestre.
    Entre os mais habitáveis está a lua de Saturno, Titã, e o exoplaneta (que orbita outro sistema, que não o solar) Gliese 581g, que está a 20,5 anos-luz de distância, na constelação de Libra.
    No estudo, os autores propuseram dois índices diferentes: um de similaridade com a Terra e outro de planeta habitável.
    “A primeira questão é se existem condições como as da Terra, já que sabemos por experiência que elas podem abrigar vida”, comenta o membro do grupo, Dirk Schulze-Makucj, da Universidade Estadual de Washington. “A segunda é se os planetas têm condições que sugerem a possiblidade de outras formas de vida, conhecidas ou não”.
    Para a primeira condição, são considerados fatores como tamanho, densidade e distância da estrela pai.
    A segunda é diferente: se a superfície é rochosa ou gasosa, e se possui um campo atmosférico ou magnético. Também se leva em conta a energia disponível para qualquer organismo, como luz de uma estrela pai ou interações gravitacionais com outros objetos, que podem aquecer um planeta ou lua internamente.
    E finalmente, o segundo critério também analisa a química – como os compostos orgânicos presentes – e se solventes líquidos estão disponíveis para reações químicas.
    O valor máximo estipulado para a similaridade com a Terra foi de 1. O maior valor atingido fora do nosso sistema solar foi o de Gliese 581g (que tem a existência colocada em dúvida por alguns astrônomos), com 0,89, e outro exoplaneta orbitando a mesma estrela, o Gliese 581d, com 0,74.
    O sistema Gliese 581 tem sido estudado por astrônomos e contém quatro – possivelmente cinco – planetas orbitando uma estrela vermelha anã.
    O HD 69830d, um exoplaneta do tamanho de Netuno, que orbita uma estrela diferente na constelação de Puppis, também conseguiu uma boa avaliação (0,6). Pensa-se que ele está na Zona Cachinhos Dourados, uma região ao redor da estrela pai onde as temperaturas superficiais não são nem quentes nem frias para a vida.
    Em nosso sistema solar, a maior graduação ficou com Marte (0,7) e Mercúrio (0,6).
    Para a segunda questão, da habitabilidade, os resultados foram diferentes. O melhor por aqui foi a lua de Saturno, Titã, que conseguiu 0,64, seguida de Marte (0,59) e a lua de Júpiter, Europa (0,47), que se imagina conter água abaixo da superfície.
    No campo dos exoplanetas, os melhores foram novamente Gliese 581g (0,49) e Gliese 581d (0,43).
    Nos últimos anos, a busca por planetas habitáveis fora do nosso sistema solar tem subido muitos degraus. O telescópio Kepler, da NASA, lançado em 2009, já encontrou mais de 1.000 candidatos.
    Telescópios futuros talvez consigam detectar os chamados “marcadores de vida” na luz emitida pelos planetas, como a clorofila, o pigmento presente nos vegetais.
    Lista “Similaridade com a Terra”
    Terra – 1,00
    Gliese 581g – 0,89
    Gliese 581d – 0,74
    Gliese 581c – 0,70
    Marte – 0,70
    Mercúrio – 0,60
    HD 69830 d – 0,60
    55 Cnc c – 0,56
    Lua – 0,56
    Gliese 581e – 0,53
    Lista “Habitalidade”
    Titã – 0,64
    Marte – 0,59
    Europa – 0,49
    Gliese 581g – 0,45
    Gliese 581d – 0,43
    Gliese 581c – 0,41
    Júpiter – 0,37
    Saturno – 0,37
    Vênus – 0,37
    Enceladus – 0,35.[BBC]

    Thumb up 3
  6. acabei de descobrir que há dois lugares fora da terra onde a vida, são eles: planeta céu e planeta inferno este 2º tá bem povoado. vida fora da terra, que assunto sem graça.

    Thumb up 0
    • para min mas sem graça,é sua falta de conhecimento.

      Thumb up 14
  7. Não existe melhor comparação da raça humana como a que foi citada no filme Matrix. Nele o Agente Smith compara a humanidade como um vírus, um organismo de doença que se reproduz descontroladamente e, eventualmente, destrói seu meio ambiente.
    A ciência busca, desenfreadamente, por novas “facilidades” para a vida na terra e estas tecnologias se transformam em lixo muito rápido. O lixo, que não é possível processar e reutilizar em sua totalidade, é jogado na natureza contribuindo para a inutilização do planeta.
    Então os nossos olhos se maravilham quando nos deparamos com uma matéria destas onde encontramos uma possibilidade de fuga quando esta nossa casa não nos suportar mais.
    Assim caminha a humanidade…

    Thumb up 21
    • Concordo com a analogia de matrix, realmente estamos mais pra virus do que da raça que domina o planeta, porém concordo também com Lair Ribeiro que diz “toda unanimidade é burra, inclusive esta”, que bom que não somos todos, tenho muita esperança que a humanidade encontre seu caminho e coloque o crescimento humano á frente do crescimento da conta bancária.

      Uma coisa é certa se quisermos chegar a estes planetas algum dia, teremos que deixar a infância pra trás, não há como chegarmos às estrelas se a humanidade ainda continuar deixando parte do planeta ainda morrendo de fome.

      Acho que começa pela atitude de cada um, como eu contribuo e se contribuo com o bem comum, o que faço a cada dia para tornar o mundo melhor… Grande parte da população compra a droga e quando a violência aumenta ainda coloca a culpa no traficante…

      O que você fez hoje para tornar o mundo melhor.

      Thumb up 12
  8. É Óbvio que qualquer pessoa q uze minimo possivel de atividade celebral se d conta q existe vida em varios lugares do universo,talves infeslismete nâo estaremos + presentes P/presenciar o momento…+++acredito q nos q vamos até lá,somos nós q somos curioosos ,somos nos q somos dominadores e se alguem de outro lugar chegar aqui é por q sâo superiores por q nâo consiguimos ir até lá.+acredito q chegaremos primeiro pq temos potencial e ta na nossa NATUREZA “AO infinito e alem ! “

    Thumb up 7
  9. Já foi matematicamente provado que existe vida fora da Terra. Com um universo tão grande, por que duvidar?

    Thumb up 22
  10. Parece que Gliese tá na moda.
    Achei engraçado o termo estrela pai.
    Primeiro caso da inversão de valores para isto.
    Pai, dá os princípios para a existência. O espírito da coisa.
    Mãe, conduz o corpo nos princípios. A forma da coisa.
    Se falamos com base na observação dos fatos, estrela mãe.
    Se falamos com base nos princípios formadores, pai.
    Rê rê rê. Filosofia inútil … para os …

    Thumb up 6
  11. EU ACREDITO QUE EXISTA VIDA EM OUTROS PLANETAS CEDO OU MAIS TARDE A CIENCIA IRA DESCOBRIR ESSA REALIDADE E SUPREENDENTE VERDADE
    AGUARDAREMOS OU OS NOSSOS FILHOS VERAS OU NETOS ASSIM POR DIANTE

    Thumb up 7
  12. Que existe vida lá fora, eu não duvido. Vida inteligente pode ser outros quinhentos, mas como disse certo alguém, seria o cúmulo do egoísmo não acreditar nisso, com um universo tão grande.

    (Já foi dito muito sabiamente: “Se houver vida lá fora será incrível, e senão houver, será também”)

    Thumb up 33
  13. Naum concordo muito com Titã ser o planeta mais habitável lá faz cerca de -190ºC, impossivel pra qualqer ser humano viver lá.

    Thumb up 7
    • Trajes espaciais protegem facilmente do frio e dos gases atmosféricos, mas no caso da Lua, de Marte e no próprio espaço a pressão atmosférica ausente ou muito menor obriga a se ter trajes super revestidos com presão interna de 1 atm, pra manter o organismo humano funcionando. Esses trajes pressurizados deixam os movimentos muito limitados, como os próprios astronautas descrevem: “É como trabalhar com uma bola de praia entre os braços”. Em Titã, os trajes não precisam ser pressurizados porque a pressão do ambiente é quase a mesma da Terra. Outras vantagens incluem a ausência de tempestades de areia e um micro pó oxidado perigosíssimo de Marte, baixos níveis de radiação, e grande massa de recursos de água e compostos orgânicos pra missões mais duradouras. Associando baixa gravidade com densa atmosfera, um astronauta poderia voar com um par de alas presos nos braços, realizando o sonho de voar como um pássaro, ascendendo entre nuvens de gás natural. Uma coisa é certa, num mundo com muito metano, etano e amônia, é melhor seu nariz estar bem protegido…

      Thumb up 24
    • Além disso uma condição para a vida é a presença de um fluido na superfície que protege contra muitos fatores externos e dá transporte para os seres que nele habitarem, no nosso caso H2O, em Titã, CH4. A presença de uma atmosfera mantém as temperaturas estáveis.

      Se existisse uma forma de vida inteligente em Titã, ela pode pensar que somos muito quentes para a sobrevivência…

      Mas existe um problema, qual seria o “combustível” da vida, aqui é o oxigênio, se existisse oxigênio em Titã, seria muito fácil destruir o planeta através de uma simples queima (avisem-me se estou pensando de maneira errada).

      Thumb up 17
    • Se existe vida inteligente em Titã, desde 2005 observam um ovni que nós chamamos de Sonda Cassini, e montaram um vasto complexo em torno dum artefato alienígena, chamado Huygens.

      Thumb up 4
  14. Titã é com certeza a minha favorita, muito propensa e com condições muito plausíveis de se encontrar vida! Ótimo post!

    Thumb up 11
  15. Júpiter – 0,37
    Saturno – 0,37

    Como há POSSIBILIDADE de sobrevivermos num planeta gasoso com tempestades absurdas que envolvem todos os elementos químicos da natureza?

    Thumb up 29
    • Carl Sagan imaginou para Júpiter os Flutuadores. Os Flutuadores seriam seres vivos estranhos, semelhantes a águas vivas opacas, e gigantescos, com quilômetros de extensão, seres do tamanho de cidade inteiras, maiores que qualquer ser vivo da Terra. Os flutuadores viveriam nas chamadas Zonas, uma gigantesca camada da atmosfera jupiteriana com nuvens mais calmas e temperatura entre 0 e +100ºC, geralmente acima das grandes tempestades, que surgem das nuvens com água bem mais abaixo. Usariam correntes de vento como transporte em busca de nuvens com compostos orgânicos e, como sugere o nome, vivem flutuando para sempre, como águas vivas no oceano, já que Júpiter não tem solo acessível.
      No entanto, a hipótese de vida em Júpiter foi meio esquecida depois que a sonda filhote da Galileu penetrou a atmosfera do supergigante gasoso e não encontrou traços de moléculas orgânicas antes de ser destruída pela violenta pressão atmosférica. Porisso achei estranho ele ter aparecido nesta lista.

      Thumb up 31
  16. Acho qe naum estamos longe de encontrar vida fora da Terra, as matérias sobre vida extraterrestre estão ganhando muito destaqe no Hypescience e em vários outros sites, é o assunto mais falado ultimamente nos sites de astronômia.
    E pra falar a vdd naum tenho ideia de como deve ser essas formas de vida podem ser completamente diferentes das formas de vida terrestres.

    Thumb up 10
    • A despeito da redundancia de seu comentario; o que mais me choca sao os crassos erros gramaticais encontrados na sua opiniao. Por favor melhore nesse quesito.

      Thumb up 5
    • O sujo falando do mal lavado… “Oponião” tem acento.

      Thumb up 7
    • ~ naum é acento.

      Thumb up 4
    • ~ é um síbolo ortográfico

      Thumb up 6
    • Eu estou digitando um comentário, naum a redação do ENEM.

      Thumb up 14
    • O hype deletou meu comentário do concurso miss-lua, sei lá porque, e deixou as respostas de vocês aqui. Um abraço

      Thumb up 5
    • Deve qe estava chamando mais atenção doqe a matéria em si.

      Thumb up 4
    • é.. com o fim precosse do concurso miss lua do sistema solar, Titã venceu disparado. pela polemica as outras luas provavelmente vão recorrer da decisão… hehehe

      Thumb up 8
  17. se encontrássemos vidas em desenvolvimento acredito que poderíamos moldar a evolução desses planetas de acordo com a nossa vontade e necessidade…lógico que daqui muito tempo…

    Thumb up 16
  18. eu axo que pde existir vida nesses planetas e luas,só que podem ser microscopicas.

    Thumb up 28
    • quais condiçoes reproduzem vida a microorganismos e nao em organismos ou macroorganismos?

      Thumb up 7
    • É um boa pergunta, sem nenhuma resposta imediata, só superficial, como água+calor+riquesa química+energia

      Thumb up 8
    • concordo com o drew.mas acho que nao seria fácil.

      Thumb up 2
  19. Eu imaginava, já comentei anteriormente em outra reportagem que Titã é mais habitável que Marte.

    Thumb up 16
    • Isso acontece porque a pressão atmosférica em Titã é semelhante a terrestre (apenas um pouco maior que 1 atm), o clima é mais ameno e existem líquidos a superfície. Não só em habitabilidade de extraterrestres, mas para a instalação humana seria mais fácil, porque o fator pressão atmosférica permite trajes espaciais mais leves e práticos para os titanautas, e na superfície se está protegido de radiação e micrometeoros. A única e cricial dificuldade em explorar Titã é estar longe demais daqui.

      Thumb up 31
    • acho que na media das duas listas
      marte ganha do satelite titã.

      e a questão da pressão atmósferica
      ñ é nenhu impedimento para vida
      se fosse assim ñ enxistia vida
      nas profundesas dos oceanos certo.

      Thumb up 9
    • Entendi a tua posição, mas no quesito “condição de vida” a lista de baixo vale muito mais que a de cima, poque a lista de “semelhança a terra” leva muitos pontos das semelhanças físicas, como densidade ou zona habitável, que não é um índice tão exato quanto a habitabilidade, basta ver que mundos mortos como Mercúrio e a Lua apareceram na lista de semelhança. Dos exoplanetas não sabemos nada além de uma idéia do tamanho e distância da estrela, nada impede de serem desertos mortos. Eu me refiro muito ao quesito de pressão atmosférica porque é a auxência de uma atmosfera significativa o principal motivo de não haver fluídos na superfície marciana, onde a vida estaria condicionada ao subterrâneo de difícil exploração.

      Thumb up 16
    • marte bem tempo atras possuia uma atmosfera porem o planeta era pequeno demais para manter o calor, ,alem de estar mais longe do que a terra do sol,
      recebemos menos da energia solar,
      entao se vc considerar o tamanho do palneta e a distancia q esta da estrela,
      já é um bom parametro para começar.

      Thumb up 6
    • Titã tem o problema de ter em sua superfície metano líquido.

      É um planeta/satélite tóxico para os seres humanos, associado a uma temperatura bem congelante.

      A pressão lá 60% maior que na Terra.

      Comparando com Marte, prefiro as condições de Marte terraformada.

      Thumb up 5
    • Terraformação é o mais ousado e distante sonho científico, se levaria séculos ou mais provavelmente milênios para se tornar um planeta habitável.

      Thumb up 6

Envie um comentário