Lista de planetas com mais chance de ter vida

Publicado em 28.11.2011

Cientistas formaram uma lista de luas e planetas com mais tendência a abrigar vida extraterrestre.

Entre os mais habitáveis está a lua de Saturno, Titã, e o exoplaneta (que orbita outro sistema, que não o solar) Gliese 581g, que está a 20,5 anos-luz de distância, na constelação de Libra.

No estudo, os autores propuseram dois índices diferentes: um de similaridade com a Terra e outro de planeta habitável.

“A primeira questão é se existem condições como as da Terra, já que sabemos por experiência que elas podem abrigar vida”, comenta o membro do grupo, Dirk Schulze-Makucj, da Universidade Estadual de Washington. “A segunda é se os planetas têm condições que sugerem a possiblidade de outras formas de vida, conhecidas ou não”.

Para a primeira condição, são considerados fatores como tamanho, densidade e distância da estrela pai.

A segunda é diferente: se a superfície é rochosa ou gasosa, e se possui um campo atmosférico ou magnético. Também se leva em conta a energia disponível para qualquer organismo, como luz de uma estrela pai ou interações gravitacionais com outros objetos, que podem aquecer um planeta ou lua internamente.

E finalmente, o segundo critério também analisa a química – como os compostos orgânicos presentes – e se solventes líquidos estão disponíveis para reações químicas.

O valor máximo estipulado para a similaridade com a Terra foi de 1. O maior valor atingido fora do nosso sistema solar foi o de Gliese 581g (que tem a existência colocada em dúvida por alguns astrônomos), com 0,89, e outro exoplaneta orbitando a mesma estrela, o Gliese 581d, com 0,74.

O sistema Gliese 581 tem sido estudado por astrônomos e contém quatro – possivelmente cinco – planetas orbitando uma estrela vermelha anã.

O HD 69830d, um exoplaneta do tamanho de Netuno, que orbita uma estrela diferente na constelação de Puppis, também conseguiu uma boa avaliação (0,6). Pensa-se que ele está na Zona Cachinhos Dourados, uma região ao redor da estrela pai onde as temperaturas superficiais não são nem quentes nem frias para a vida.

Em nosso sistema solar, a maior graduação ficou com Marte (0,7) e Mercúrio (0,6).

Para a segunda questão, da habitabilidade, os resultados foram diferentes. O melhor por aqui foi a lua de Saturno, Titã, que conseguiu 0,64, seguida de Marte (0,59) e a lua de Júpiter, Europa (0,47), que se imagina conter água abaixo da superfície.

No campo dos exoplanetas, os melhores foram novamente Gliese 581g (0,49) e Gliese 581d (0,43).

Nos últimos anos, a busca por planetas habitáveis fora do nosso sistema solar tem subido muitos degraus. O telescópio Kepler, da NASA, lançado em 2009, já encontrou mais de 1.000 candidatos.

Telescópios futuros talvez consigam detectar os chamados “marcadores de vida” na luz emitida pelos planetas, como a clorofila, o pigmento presente nos vegetais.

Lista “Similaridade com a Terra”
Terra – 1,00
Gliese 581g – 0,89
Gliese 581d – 0,74
Gliese 581c – 0,70
Marte – 0,70
Mercúrio – 0,60
HD 69830 d – 0,60
55 Cnc c – 0,56
Lua – 0,56
Gliese 581e – 0,53

Lista “Habitalidade”
Titã – 0,64
Marte – 0,59
Europa – 0,49
Gliese 581g – 0,45
Gliese 581d – 0,43
Gliese 581c – 0,41
Júpiter – 0,37
Saturno – 0,37
Vênus – 0,37
Enceladus – 0,35.[BBC]

Autor: Bernardo Staut

é estudante de jornalismo e interessado por povos, culturas e artes.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

52 Comentários

  1. Vênus,Júpiter e Saturno? Vênus é quente de mais! antes de chegar lá já iriamos derreter! Júpiter é um planeta gasoso assim como saturno, como iriamos pousar lá?

    Thumb up 8
    • Olá The Solar System! A matéria está tratando da vida nesses planetas, e não da vida humana neles. Portanto, se uma bacteria, um ser unicelular ou qualquer outro tipo de vida animal ou vegetal, etc, conseguir viver por lá, já estará de acordo com o texto.

      Thumb up 12
  2. Saí por ai afirmando que somente planetas que se igualam ao tipo de ambiente da Terra são capazes de suportar a vida, é a mesma coisa afirmar que o nosso planeta e a vida aqui presente são o centro do universo. Fico indignado com isso. O homem ainda é um bebê.

    Thumb up 20
    • isso é ignorancia caro willian!os cientistas não estão falando que o nosso planeta é o centro do universo!
      Mas sim,que ao observar a terra, se ve que, para que haja condiçoes adequadas a vida que conhecemos,é neceçaria ter uma estrutura semelhante ou igual a da terra!
      Seu principio me chateia, sei que o unico bebÊ aqui é vocÊ!

      Thumb up 14
    • Willian certíssimo, mas convenhamos, querendo ou não, a busca por planetas semelhantes ou até identicos a terra não é de tudo tão ruim, ainda mais visando uma maior lonjetividade para nossa raça

      Thumb up 2
  3. A todos que pensam que encontrar um planeta como o nosso é impossivel,tenho a seguinte afirmação estão errados.
    O problema maior é que decartamos esta possibilidade baseando na hipotese de terra rara.Esquecendo-se do seguinte,planetas como a terra existem sim,porem exatamente igual não.Lembremos que não é a terra que é adaptada para que vivamos nela,e sim nós que nos adaptamos a ela.
    Assim poderia haver planetas com composição,gravidade e todos os atributos necessarios a vida,como conhecemos porem ela estaria a se adaptar as condições do mundo em que vivem e não seram obviamente iguais a humana,pelo menos no que imagino.
    Mundos como terra havera milhares ,mas identico ou gemeo é bem improvavel,nada que impeça a criação de vida ate a inteligencia,pois isso inclui outros fatores decorrentes do planeta alien e não do nosso o que deve ser frustantes para os antropocentricos deistas.
    E não misturem ciencia com religião.

    Thumb up 10
  4. é + se existir expesies q n tenha a msm nessecidade do ser humano como de agua ou ar etc e se ele viver embaixo da terra de algum planeta?

    Thumb up 9
    • Então,.. a segunda lista é exatamente isso.

      Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
bug
Cientistas criam “exército” de insetos biônicos

Um dispositivo acopl...

Fechar