Novas observações: o universo está expandindo como um balão gigante

Publicado em 15.04.2012

Todo mundo sabe que o universo está expandindo. É fato consumado que essa expansão está acelerando. Mas novas medidas de galáxias brilhantes e distantes feitas por cientistas da Universidade de Tóquio, no Japão, através de lentes gravitacionais, indicam que o universo está “crescendo” como um balão gigante.

A primeira medida desse fenômeno, baseada em supernovas, foi feita na década de 1990, pelos pesquisadores laureados com o Prêmio Nobel de Física, em 2011. “Mas o método usado pelos laureados foi construído em cima de várias suposições, por isso se fazem necessárias checagens desses resultados, para dar mais robustez à conclusão”, explica Masamune Oguri, líder do grupo de pesquisa na Universidade de Tóquio.

Segundo Oguri, a expansão cósmica acelerada é um dos problemas centrais da cosmologia moderna, e tais resultados também ajudarão na compreensão da energia escura, que, de acordo com os cientistas, é a principal responsável pela aceleração da expansão do universo.

Mais informações precisas só serão informadas no periódico “Astronomical Journal”, onde os pesquisadores publicarão um artigo. [LiveScience]

Autor: Luan Galani

é jornalista. Entusiasta da Teoria-M, é um rato de biblioteca apaixonado pelo que a ciência pode nos proporcionar. Nas horas vagas, é um amante inveterado de música erudita, que pede perdão aos russos por ainda considerar Mozart a grande lenda.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

23 Comentários

  1. O universo está inundado de poeira cósmica. Esta poeira é mais intensa na periferia onde ela é gerada. Tendo mais poeira nesta região, a luz azul e ultravioleta é mais filtrada, que em uma região menos distante. Assim, quanto mais distante mais poeira cósmica é encontrada e isto causa a ilusão de expansão acelerada do universo.

    Thumb up 5
  2. Provas matemáticas de nada adianta. As observações evidenciais são mais precisas. Observe que as fotos em “ultra deep field”, deveriam mostrar galáxias, não mais em vermelho e sim em infravermelho ou mesmo não deveria mostra nada, pois a frequência da luz das galáxias seria mais inferior ainda. Entretanto mostra galáxias de vários tons de luminosidade. Isto prova o que eu digo no blog “Olhando o Universo”. A poeira cósmica influencia nas cores das galáxias e não o reed shift. O universo não se expande. O universo é uma ilusão de ótica.

    Thumb up 3
  3. Caramba, vejo que sou muito leigo no assunto. O título da reportagem diz “Novas observações: o universo está expandindo como um balão gigante”, mas eu pensava que esta constatação já teria pelo menos uns trinta anos.

    Thumb up 3
    • Caro Gilberto…
      É, eles reinventaram a roda redonda ! O pior mesmo, é que o povo aí de cima de vc-╝ ainda quer ressucitar “a roda quadrada” : “A poeira cósmica influencia nas cores das galáxias e não o reed shift. O universo não se expande. O universo é uma ilusão de ótica.”(sic)

      O pior ainda é que em outro “post” neste mesmo “site”, sobre “Big Bang”, o GÊNIO indica que pode haver solução mais simples para a criação do Universo; e indica uma fonte. Quando vc procura no Google os termos citados encontra um “site” com conteúdo pseudo científico (Achológico!) e dezenas de link religiosos.

      Agora a melhor! Para este Gênio a matemática não serve para nada; a “Verdade Absoluta, Imutável, Tem O Modo Arbitrário Revelado No CeU” (a famosa Doutrina VAITOMARNOCeU)
      Haja paciência !
      Tudo bem ouvir despautérios se vc está num outro tipo de blog; Mas aqui ?

      Thumb up 1
  4. Na verdade em ciências naturais fenômenos são provados, sim, ao contrário do que afirma tão categoricamente o Dr. Eilert. O que é preciso distinguir é uma prova de uma hipótese da Física, p. ex., de uma prova matemática. A prova de uma hipótese da Física baseia-se em evidências experimentais e modelos matemáticos, como é fato no princípio da conservação da energia, da conservação da massa, etc. Uma prova matemática é necessariamente abstrata e não se apóia em nenhuma evidência física, até porque isso não existe.

    Thumb up 0
    • Gil Cleber,

      Isso é muito relativo, depende do sentido que você der a palavra. É uma questão de semântica…. O sentido que eu usei para a palavra, foi o de ser impossível refutar.

      E nesse sentido, só existem provas na matemática, pois a mesma é apoiada em axiomas que não podem ser refutados (ninguem consegue refutar que duas retas palalelas nunca se tocam por exemplo… ou melhor se tocam no infinito, mas isso é papo matemático…)

      Mas claro que existem outros sentidos para a palavra PROVA, a prova Jurídica é uma delas, a prova de escola é outra… a hipótese cientifica fortemente corroborada pela observação é outra, conforme você citou.

      Então antes de dizer que alguem está errado, procure interpretar melhor…. é fácil dizer que os outros estão errados se vc usar uma interpretação que favoreça o seu ponto de vista. Assim é fácil parecer inteligente.

      Thumb up 0
  5. Uma maneira de explicar esta expansão, é se comparar o universo a uma gigantesca galáxia, só que uma galáxia é formada por estrelas e o universo é formado por galáxias. Esta gigantesca galáxia (universo), ao girar, jogaria todas as galáxias para fora, por influencia da força centrífuga. Isto se não existir uma matéria escura (força gravitacional), como existe em nosso universo e quanto mais na periferia mais as galáxias se afastaria.

    Thumb up 5
  6. Verdade concordo com você em relação os tecido do espaço, não há como discordar da influencia dos multiversos e suas interações com o universo conhecido. Vamos considerar que não sabemos exatamente se esses multiversos existam ou como seriam, então não podemos descartar esta possibilidade já que ninguem sabe suas propriedades.

    Thumb up 1
  7. Está na cara que o universo não se expande. Estamos nos baseando na variação da cordo do brilho cósmico. Esta cor pode sofrer influencia de gases, poeira cósmica, partículas, campos magnéticos, etc. Quanto mais distante está este brilho, mais obstáculos encontra-se a sua frente e ele é visto cada vez mais vermelho. Sabemos que a poeira cósmica filtra os raios azul e ultravioleta e deixam passar o vermelho e o infravermelho com bastante facilidade. Os raios cósmicos (raios gama) tem sua origem na periferia do universo e colidem ou não com corpos celestes, em qualquer parte do universo. Se colidir com um corpo mais próximo a nós, será visto menos vermelho, ao contrário será mais vermelho. Se não colidir com nada será visto por poucos segundos. Caso contrário, por dias ou semanas. Se existir uma concentração de poeira cósmica, atenuará este brilho. Caso contrário será visto menos vermelho.

    Thumb up 5
    • UAU, como você é esperto !!!!

      Descobriu que o desvio pelo vermelho é causado pela poeira cósmica !!! como a comunidade cientifica internacional não pensou nisso antes???

      Ou pensando melhor, talvez eles soubessem, mas estão tramando uma conspiração para nos enganar e nos fazermos pensar que o inicio do universo se deu através do Big Bang… só não sei porque exatamente fariam isso, mas se vc está dizendo, deve ser verdade.

      ai, ai… esses pseudocientistas…

      Thumb up 3
  8. Veio-me uma dúvida agora, para quem entende do assunto pode até parecer ridícula. Mas, essa expansão de alguma forma afetaria o tempo?

    Thumb up 2
    • Sim, o tempo é relativo e mutável em função da massa e da velocidade.
      O tempo varia inclusive na terra. Para os passageiros de um avião o tempo passa mais devagar do quem está em solo, só que a variação é imperceptível de tão pequena.
      Para se ter uma variação perceptível, seria necessário estar próximo a uma grande massa (que te destruiria) ou de de uma grande velocidade.
      No campo da alta tecnologia, estes efeitos são levados em consideração, como por exemplo no GPS, que leva em consideração esta distorção para corrigir os cálculos da localização geográfica.

      Abraços

      Thumb up 1
    • Tudo o que você disse está correto, porém não se aplica à expansão do universo.

      A expansão do universo não é simplesmente um deslocamento das galáxias pelo espaço, na verdade é a expansão do próprio espaço !!!

      é um pouco complicado entender como pode o espaço aumentar, mas é isso que está acontecendo.

      Thumb up 1
    • Marcos, a expansão do espaço não é comprovada, apenas se especula que se o big-bang iniciou tudo, incluindo o espaço, então este se expande juntamente com tudo que conhecemos. No caso de existirem múltiplos big-bangs, o espaço não precisa se expandir, porque ele simplesmente já está lá.

      Thumb up 0
    • Espectro,

      NADA em ciencias naturais é comprovado. Prova é coisa de teoria matemática. E só.

      Em física existem apenas evidencias apoiadas por observação.

      Sendo assim, não teria como a expansão do espaço ser comprovada mesmo. Mas ela é a teoria mais aceita atualmente na comunidade científica. A teoria dos multiplos big bangs é muito menos consensual.

      Você até pode continuar defendendo que o espaço não está se expandindo com o universo se quiser, mas saiba que essa opinião diverge da opinião da maioria dos melhores astrofísicos.

      Thumb up 0
    • Neitan, se vc explicar melhor o que passou pela sua cabeça, talvez fique mais fácil de responder a sua pergunta. Que tipo de alteração vc imaginou que pudesse acontecer? Dê um exemplo.

      Thumb up 0
  9. Ninguém mais duvida que o universo está se expandindo. Uma questão importante é o que causa esta expansão. Temos ao menos três teorias válidas: A expansão é causada pela força do Big Bang, que ainda está atuando; a expansão é causada pela gravidade de bilhões de outros universos (teoria do multiverso); ou a expansão é causada pela gravidade dos neutrinos, recentemente teorizada.

    Thumb up 1
    • Acho que não, Isis.

      A gravidade dos neutrinos atuaria CONTRA a expansão do Universo, e não explicaria a mesma.

      Sobre a atração gravitacional de outros Universos, ela causaria a expansão do nosso Universo? Penso que não, e usando uma analogia simples: desde que Sir Isaac Newton desenvolveu sua teoria gravitacional, temos a comprovação teórica de que a gravidade dentro de uma esfera oca causada pela própria esfera é nula. O que isto tem a ver com a atração gravitacional de outros Universos? Tem é que se o nosso Universo é cercado de outros Universos, ele é igualmente puxado por todos eles, em todas as direções, resultando em atração nula, exatamente como no caso da casca esférica.

      Finalmente, você ignorou a aceleração da expansão causada pela energia escura. É proposital?

      Thumb up 3
    • Cesar,

      A força de repulsão para mim será uma teoria absurda para explicar o que ainda não entendemos até que alguém me prove que isto é verdade.
      Se considerarmos que a gravidade não é uma força, mas sim um efeito da distorção do tecido espaço-tempo, fazendo com que os corpos caiam em direção aos de maior massa, então o que seria a força de repulsão, alguém alterando o tecido do espaço no sentido contrário?
      Discordo também do equilíbrio de forças gravitacionais entre os multiversos, pois você está desconsiderando a queda de braço de forças onde vence a maior. Um ponto pode ser puxado por diversas forças, vence a mais forte, neste caso, a mais próxima. Não adianta querer que o nosso universo se comporte como uma massa única, pois as galáxias são independentes no que tange à massa, bem como seus elementos.

      Abraços

      Thumb up 1
    • Cesar, respondi e foi para moderação.
      Daqui a uns quinze dias eles devem liberar.
      Não se preocupe, não escrevi nenhuma ofensa nem palavras de baixo calão nem nada. Achei que eles iam mudar com o login, mas pelo visto, continua a mesma m….
      É revoltante ter os comentário em moderação por tanto tempo, quando liberam, a discussão já acabou.

      Thumb up 3
  10. Qual será o formato exato do Universo? Será que ele é mesmo esférico ou um disco? Há quem acredite que ele seja um dodecaedro!

    Thumb up 0
    • Se eu pudesse apostar em algum formato, seria uma hiperesfera ^^

      Thumb up 1

Envie um comentário

Leia o post anterior:
Breast-cancer-from-NASA-Goddard-560x315
Cientistas mapeiam genoma para a forma mais letal de câncer de mama

Como isso pode te aj...

Fechar