Por que o álcool faz bem para o seu coração?

Publicado em 28.11.2010

Porque você não deve beber, provavelmente já lhe falaram (ou você já sentiu na pele). O que as pessoas podem estar tentando esconder de você é que, quando você bebe um copo vinho ou champanhe, está na verdade fazendo um favor a seu coração.

Claro, isso não significa que as pessoas estão liberadas para fazer a farra. Segundo um novo estudo, o consumo moderado de álcool pode ajudar a prevenir doenças cardíacas, através do bloqueio de sinais de moléculas ligadas ao acúmulo de placas nas artérias.

As moléculas, chamadas proteínas “Notch”, são vitais para o desenvolvimento embrionário. Nos adultos, elas ajudam a controlar os músculos involuntários minúsculos que regulam o fluxo sanguíneo das artérias. Quando as moléculas são estimuladas por elevados níveis de tabagismo, colesterol ou alterações no fluxo de sangue, elas estimulam as células desse músculo a se multiplicar, o que pode levar ao desenvolvimento de placas arteriais.

Mas quando essas células musculares são expostas ao álcool, a sinalização de Notch fica bloqueada, e as células da parede arterial não crescem, nem engrossam.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores cultivaram células de artérias coronárias humanas em pratos, e as expuseram ao álcool. Eles descobriram que o álcool evitou o crescimento das células arteriais, bloqueando a capacidade de sinalização de Notch.

Em seguida, os pesquisadores testaram os efeitos do álcool em ratos. Um grupo de ratos bebeu o equivalente a duas bebidas alcoólicas por dia, e outro grupo não recebeu álcool. Os que beberam tiveram menos sinalizações da molécula Notch, e as paredes de seus vasos sanguíneos ficaram mais finas.

A descoberta confirma evidências de outros estudos que afirmam que o consumo moderado de álcool faz bem para a saúde do coração. Por exemplo, um estudo recente constatou que pacientes cardíacos do sexo masculino que bebem leve ou moderadamente são menos propensos a precisar de outro procedimento cardíaco, ou de sofrer um ataque cardíaco ou derrame, do que os pacientes que não bebem.

Segundo os pesquisadores, beber pequenas quantidades de álcool regularmente é a forma de obter o melhor efeito. As pessoas que têm a melhor proteção são as que tomam um ou dois copos por dia. Já grandes quantidades de álcool podem ser prejudiciais ao coração e levar a casos de derrame.

Mas o que conta como uma dose “saudável” de álcool? Especialistas recomendam que mulheres saudáveis não bebam mais de três drinques em uma ocasião, ou sete doses por semana. Os homens saudáveis com 65 anos ou menos não devem beber mais de quatro doses por ocasião, ou 14 doses por semana. Homens saudáveis com mais de 65 anos não devem beber mais de três drinques por ocasião, ou sete doses por semana.

Uma cerveja de 354,88 ml, um copo de vinho de 147,87 ml, ou um copo de aguardente de 44,36 ml contam como um drinque ou dose.

Os pesquisadores dizem que esse estudo abre muitas portas. Se eles forem capazes de descobrir o mecanismo com o qual o álcool funciona para beneficiar o coração, futuras pesquisas poderão desenvolver um medicamento que imite esse efeito benéfico, sem os prejuízos intoxicantes do álcool. [LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 25 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

4 Comentários

  1. Um tio meu bebe vinho regularmente e teve um ataque cardíaco. O médico o aconselhou melhorar alimentação e práticar atividades físicas supervisionadas na academia. Nunca mais teve problemas, além de ter emagrecido e melhorado o sono. Aí me pergunto se essas pesquisas sobre álcool não são manipuladas pra vender mais cerveja ou vinho. Pq todos sabem do prejuízo do álcool pra todos órgão do corpo. Só que as pessoas vinjem e insistem não ter problemas e enchem a cara pra esquecer dos problemas.

    Thumb up 8
  2. Obaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Não consigo dispensar uma cervejinha!!! E o bom é q ela tbm faz bem p os osssos.

    Thumb up 2
  3. Quase dá pra concluir que o álcool anula o efeito nocivo do cigarro sobre as artérias. Pena que os pulmões se ferram no processo.

    Thumb up 1

Envie um comentário