Porque as mulheres preferem homens mais fracos

Publicado em 29.05.2012

Você é alto, forte, musculoso, macho? Que bom para… Os outros homens. Porque as mulheres preferem mesmo são os carinhosos, cientificamente provado e tudo mais.

Quem sabe entre os macacos você seja grande coisa. Entre nós, você é a pior opção. Isso porque o gosto das mulheres evoluiu com o tempo, mudando drasticamente. Adeus, homens fortões, olá, homens espertos.

Na sociedade do passado, assim como é possível ver nos macacos e gorilas hoje, por exemplo, haviam “machos alfa”. Esses homens dominavam a comunidade em que se encontravam e tinham acesso a mais mulheres, porque os outros homens não conseguiam competir com eles fisicamente.

E o que eles fizeram? Foram chorar num canto e morreram virgens? Não. Segundo estudo da Universidade do Tennessee em Knoxville (EUA), publicada no jornal Proceedings of the National Academy of Sciences, os homens “menos cotados” da sociedade desenvolveram outras características para agradar as mulheres.

Eles não tinham músculos para competir com os “machos alfa”, mas usaram a cabeça, e nem preciso dizer que isso funciona muito mais, né? Ou seja, ao invés de tentar se tornar o “garanhão da parada”, eles passaram a dar atenção a uma mulher só, provendo a ela tudo de que precisasse: comida, proteção, etc.

Essas são as raízes da família: foi assim que começamos nossa tradição monogâmica. A “revolução sexual”, segundo termo dos pesquisadores, teve origem quando nós, mulheres, seres mais inteligentes conhecidos, começamos a escolher homens que eram bons “provedores” ao invés de seus colegas fortões.

Os cientistas dizem que isso forçou com que os outros homens mudassem seu comportamento, para se adaptar a sociedade predominantemente monogâmica atual. Mas acho que todos podemos concordar que nem todo mundo mudou. Azar o deles, né?

Aliás, uma pesquisa recente afirmou que os homens se sentem mais atraídos por mulheres “burras” e imaturas. Porque será, né? O estudo sugere que é porque essas são mais “facilmente enganadas” a cair na lábia deles. Só que, para casar, eles não querem essas são. O problema daí é que quem não quer somos nós…[Telegraph]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo
Leia o post anterior:
Fast musical notes on a music sheet
Como a música está mudando seu cérebro

Saiba o porquê certa...

Fechar