Porque vemos homens como pessoas e mulheres como partes de corpo

Publicado em 29.07.2012

Já sabemos que mulheres seminuas são consideradas objetos pelos homens e fato de que percebemos as pessoas de modo diferente dependendo de seu gênero não é segredo. Contudo, a diferença pode ser ainda maior do que imaginávamos: segundo estudo recente, nosso cérebro (incluindo o das mulheres) tende a perceber homens como “inteiros” e mulheres como “uma soma de partes do corpo”.

Essas duas formas de percepção são chamadas de “processamento global” e “processamento local”, respectivamente. “Processamento local é a base da forma como pensamos em objetos, tais como casas ou carros”, explica a professora de psicologia Sarah Gervais, coordenadora da equipe responsável pela pesquisa. “Já o processamento global evita que façamos isso com seres humanos. Não ‘dividimos’ pessoas em partes – exceto quando se trata de mulheres, o que é impressionante. Elas são percebidas da mesma maneira que objetos”.

No estudo, os participantes viam fotos de corpo inteiro de homens e mulheres de aparência e trajes comuns. Depois, eram mostradas duas imagens: a foto original e uma versão com pequenas modificações. Em seguida, os participantes tinham que dizer qual era a imagem original.

No caso das imagens de mulheres, as diferenças eram percebidas mais facilmente quando as regiões eram mostradas isoladamente. Quando se tratava de homens, os participantes tiveram mais facilidade em diferenciar as imagens mostradas por inteiro.

Fato curioso: esse fenômeno ocorreu independentemente do gênero dos participantes. Em outras palavras, a percepção das mulheres como uma “soma de partes” não era exclusividade masculina. Os pesquisadores não souberam explicar exatamente o que havia por trás do fenômeno. “Os homens talvez façam isso porque estão interessadas em companheiras em potencial, enquanto as mulheres podem fazê-lo para se comparar com as outras”, sugere Gervais.

A equipe pretende investigar mais o fenômeno para encontrar uma possível forma de atenuá-lo – e, quem sabe, combater a “objetificação” das mulheres.[Science Daily]

Autor: Guilherme de Souza

É jornalista empenhado e ilustrador em treinamento. Curte ciência, cultura japonesa, literatura, seriados, jogos de videogame e outras nerdices. Tem alergia a música sertaneja e acha uma pena que a Disco Music tenha caído no esquecimento.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

42 Comentários

  1. Só gostava de dizer que a Joane Nogueira disse a verdade tal como ela é. O problema do Ser-Humano é que não acredita que pode melhorar e por isso nem se esforça para isso. Quando se fala num mundo onde o Ser-Humano se respeita e respeita tudo o que existe ao seu redor, este mundo é visto como uma utopia ou seja algo inalcançável. É possível viver num mundo melhor! Basta fazer a mudança (gradual) de uma mentalidade fixa para uma mentalidade de crescimento. Isto quer dizer que temos que mudar a nossa maneira de pensar, as nossas crenças e os nossos estereótipos. Temos pensar que amanhã podemos nos tornar melhores pessoas e começar hoje a trabalhar para isso, mudando as nossas crenças distorcidas e comportamentos inerentes a essas crenças. Utopia? Miragem? Não, meus amigos, é só preciso esforço e trabalho para mudar a nossa mentalidade e o nosso comportamento. O mundo utópico será apenas uma consequência da nossa mudança.

    Thumb up 6
  2. Um ponto interessante, que não foi acatado na resolução final do pesquisador, é que as mulheres oscilam consideravelmente em termos de proporção e compleição física, e de maneira muito mais evidente (as sinuosidades do corpo, por exemplo, costumam ser muito mais acentuadas que na constituição masculina). A grande disparidade de formas em uma mesma mulher, e entre uma mulher e outra, faz com que atentemos a esses detalhes que, no corpo feminino, é mais definido e convergente.

    Thumb up 14
    • Muito bem colocado Agatha.H

      Thumb up 0
  3. É complicado comparar abordagens históricas, sociológicas e biológicas, mescladas para explicação de um fato social. Fato é que os comportamentos existem: tanto por parte da mulher que obtém “vantagens” através do sexo (ainda que insinuado), como do homem, que vê a mulher como objeto. Acredito se tratar de uma relação de causa-efeito bilateral, não precedendo um fator ao outro. Assim, nenhuma das partes é “culpada”, vez que nenhum tem o condão de quebrar, sozinho, o circulo vicioso. Trata-se de consequência direta da aplicação moderna de instintos ancestrais. Todos, homens e mulheres, independente da idade, cultura, condição financeira ou orientação sexual, desejam a aprovação social e utilizam as ferramentas que tiverem a disposição para obtê-la.

    Thumb up 5
  4. Acho que argumentos que vão para o lado de natureza humana e lei da selva são descartáveis. Sim, muito do que somos hoje é instinto, mas não somos só isso, e isso não é o que nos levará para uma maior evolução social e de consciência. Portanto, tanto homens quanto mulheres tem que deixar cada vez mais de lado o pensamento machista e também pequenas ações machistas (exemplificadas por A S nos comentários) para irmos para frente com isso, pois o fácil mesmo é deixar as coisas como estão e ir levando, já que fomos todos educados assim.

    Thumb up 10
  5. Mulher é objeto mesmo, a natureza está aí pra comprovar, apenas um objeto de prazer e de necessidades materiais e carnais. Todas elas são levianas e infantis, o conhecimento da maioria e limitado ao seu mundinho egocêntrico e coisinhas diminutas.

    Quem faz o mundo mesmo são os homens de fato, os maiores pensadores, os maiores trabalhadores. E não estou falando isso da boca pra fora, a própria natureza comprova isso.

    Thumb up 10
    • Caro Igor,
      Com todo respeito aos seus comentários, creio que haja uma distorção de percepção nos mesmos.
      Mulheres não são objetos. São criaturas fantásticas. Homens também o são.
      O grande problema é a postura que muitas mulheres (não todas) tem assumido. Uma postura sexista e exbibicionista.
      Neste mesmo post, uma pessoa, “Lunna”, defende arduamente o direito da mulher exercer sua sexualidade como achar melhor. Ledo engano. A sexualidade é definida, de forma simples, pela interação intraespécie.
      Quando uma mulher ou homem trabalha sua sexualidade de forma tão ostensiva ela (ou ele) busca interação. Então a sexualidade não é algo absolutamente individual. É relacional.
      Concluindo, mulheres exibicionistas acabam por assumindo uma postura “marketeira” para sua sexualidade e acabam sendo tidas por objetos.
      Isso não é bom, nem para as mulheres (que acabam “coisificadas”) nem para os homens, que acabam perdendo a capacidade de admirar as mulheres como algo mais do que um “órgão reprodutivo ambulante”.
      Espero ter me feito claro.
      Um abraço a todos.

      Thumb up 39
    • Viado enrustido detected.

      Thumb up 13
    • Caros Igor,

      Seu comentário é totalmente machista, além disso está rotulando pessoas por gênero sexual, cada pessoa é um indivíduo diferente.

      Obviamente você se acha muito inteligente. Sim, a maioria dos c as mulheres e que infelizmente, embora menor, ainda existe.
      Ainda hoje as meninas são educadas para dar importância a aparência, serem delicadas e saberem cuidar de bebês e casa. Isso pode ser observado nos brinquedos, o que só agora está começando a mudar.
      Tornar uma pessoa um objeto é um absurdo, sendo mulher ou homem.
      Sua ideias são antiquadas e preconceituosas. Pesquise mais e vai descobrir muitas coisas que as mulheres fizeram na ciência, inclusive o primeiro ser a “programar” um computador foi uma mulher, Ada. As mulheres não podiam sequer estudar matemática, se os pais descobrissem tiravam as lamparinas dos quartos, para conseguir tal façanha meninas se escondiam debaixo da cama com um livro de matemática, uma destas meninas foi a primeira mulher aceita em uma universidade para lecionar.

      Caro Sandro,

      Sua opinião, mesmo sendo bem menos ofensiva, ainda sim é um pouco machista.
      Também não gosto de certos comportamentos que vejo por ai, mas eu não diferencio se são homens ou mulheres fazendo. Para mim o que vale para um vale para outro. Sim, pode me chamar de feminista se quiser, direitos iguais, independente de cor da pele, Gênero, religião, etc.

      O exibicionismo é passado pelas grandes mídias, e infelizmente absorvido pelas pessoas. Nossa educação não é das melhores o que torna as pessoa menos críticas e fáceis de manipular. Isso pode ser observado na nossa política também.

      Bem expressei minha opinião, exagerai no tamanho. Porém, vendo o comentário do nosso amigo Igor não consegui me conter…

      Thumb up 6
  6. Não vejo as mulheres como um simples objeto. Mas muitas fazem de tudo para serem vistas como um belo pedaço de carne e nada mais.

    Thumb up 39
    • Só porque uma mulher tem um determinado tipo de comportamento, não significa que ela queira ser tratada como um objeto. Que ridículo, nenhuma mulher “pede” por isso. Quando uma mulher colocar um tipo de roupa mais sensual ou se comporta de uma maneira mais ousada, NÃO significa que é um convite para violenta-la e desrespeita-la, o corpo é dela e não temos nada a ver com o que ela faz com o SEU próprio corpo. Isso não nos da o direito de crucifica-la.

      Thumb up 71
    • Você tem toda razão: O que dizer da mulher melão, mulher melancia, mulher moranguinho, mulher melão, mulher jaca, mulher pêra? Tem muitas outras que não me lembro agora.

      Tem mulheres que fazem de tudo para serem vistas como um pedaço de carne e nada mais. A prova está na cara de todo mundo, só não vê quem não quer.

      Thumb up 37
    • Hum…. O que dizer delas….
      Bom, são mulheres LIVRES, que vivem a SUA sexualidade como querem, elas tem todo o direito de fazer com o SEU próprio corpo o que bem entenderem, o corpo é delas (não seu), se elas querem exibi-lo ou seja lá o que for, qual o problema?
      São mulheres como qualquer outra, MERECEM respeito. São mulheres que pagam suas contas como qualquer cidadã brasileira.

      Thumb up 46
    • mas o ponto da conversa não é se elas merecem ou não respeito. é o que de fato acontece. Elas sabem que se elas se comportarem dessa maneira vão ser tratadas desse jeito… É tipo dar um murro na parede: você sabe que machuca. Querer propor um tratamento normal para essas mulheres é dizer que não se deve parar de esmurrar a parede, é a parede que deve parar de machucar.

      Acho que é esse meu ponto de vista.
      Mas continue com os argumentos, está legal a discussão! :P

      Thumb up 37
    • Caro Carlos Leão,
      Qual a pessoa que gosta de ser tratada como um objeto?
      Sinceramente, não vejo nada de tão monstruoso no que elas fazem.
      Elas vivem a sua sexualidade, exibem o (seu próprio) corpo , como querem, o que há de errado nisso?
      Ah’ Claro, são mulheres!
      Isso em uma sociedade machista e patriarcal é terrível, né’
      Porque todo mundo sabe, para uma mulher merecer ser respeitada “tem que se valorizar”
      Me poupe’
      E os homens que fazem o mesmo?
      Ah, são homens, homem “pode tudo” né?

      Thumb up 47
    • Luna, percebo que seu discurso é similar ao movimento Femista atual. Digo Femista porque o Feminista lutou para que a mulher fosse respeitada como pessoa enquanto as femistas querem o direito de não serem criticadas por se vender como objetos.

      Admiro e respeito as feministas, mas desprezo as femistas.
      É muito fácil uma mulher bonita usar seu corpo pra conseguir fama e dinheiro, mas tudo tem um preço. A mulher bonita que deseja mostrar competência sabe como é difícil ser respeitada justamente porque tem muita Femista apoiando esses atalhos usando o corpo.

      Da mesma forma que você não confiaria em um homem de comportamento promíscuo e não pensaria em procriar com um indivíduo desses, os homens possuem o mesmo direito de pensar isso das mulheres frutas e periguetes. Se nós rotulamos os homens, porque eles não tem o direito de nos rotular?

      Concordo que cada um faz de sua vida e seu corpo o que quiser, mas tudo tem um preço. Cada escolha, uma renúncia.

      Thumb up 31
    • Eu não concordo e também não defendo o uso do corpo como objeto, porém não julgo quem o faz.

      É engraçado pois um comportamento que é tão valorizado (e incentivado) nos homens é condenado para mulheres (homem que ‘pega’ todas é garanhão).

      Thumb up 36
    • Lunna. mas no caso estamos falando de biologia onde por natureza a sociedade trata a mulher como objeto, isto não é uma construção social.

      As pessoas gostam de comidas que fazem mal para a saúde Ex.: Fast Food (frituras, salgados, doces). O próprio cérebro diz que aquilo é bom para o corpo, é um desejo.

      Então é natural do ser humano enxergar a mulher como objeto os instintos fazem a pessoa desejar isto, é uma coisa que não tem como mudar.

      Thumb up 4
    • Obviamente você não faz a mínima ideia do que está falando.
      Tratar uma mulher como objeto não é um comportamento biológico, nossa cultura e sociedade são tão machistas e conservadora que esse comportamento se torna banal, normal e até aceitável.
      Não é natural enxergar uma mulher como objeto.
      Por que não vemos os homens como objetos?
      Homens são seres humanos, pessoas, “ao contrario das mulheres, cuja serve única e exclusivamente para satisfazer os homens”.
      Mulheres são seres humanos, não existimos apenas para saciar os desejos masculinos.

      Thumb up 33
    • Realmente muitas mulheres querem ser vistas como um pedaço de carne. Mas muitas vezes não é SÓ culpa delas, mas sim como os homens a querem, a desejam. Eu conheço mulheres que tiveram que apelar sexualmente seu comportamento discreto, para naõ perder o homem amado, ou para conquistar o homem que só tem olhos para mulheres melancias e cia. Esse tipo de mulheres, eu tenho pena, porque não se valorizam. Elas fazem o gosto dos outros. Homem de verdade, de caráter, quer mulher de verdade, de caráter. E vice-versa. Mas as vezes nos deparamos com pessoas sexualmente inseguras e distorcidas pela vida, pela falta de educação moral em casal, pelo que se vê na tv e se aprende na internet… meninas que tem que usar tal roupa curta da moda ou esta fora do padrão de beleza, ou não vai arranjar namorado. O mesmo acontece com os homens em questao material. Homem que nao tiver carrão, grana no bolso, nao pega mulher. É isso que move a educaçao de hoje. Eu acha tão lindo e ainda acho, quando um homem tenta conquistar uma mulher, com o seu jeito educado, gentil, e quando a mulher lhe dá o troféu seu coração e seu carinho. Me lembra aqueles filmes antigos de amor. Hje isso não acontece. As mulheres que são leoas, viraram leão, e estão atacando pra todo lado. E os homens? Já tem tanto homem virando mulher que daqui a pouco nem sei mais quem é quem, rs.. (com todo respeito aos gays, já q tenho amigos referente).

      Thumb up 11
    • Querida,
      Concordo com você em partes. Mas diga-me,
      O que é se valorizar?
      O que é um homem de verdade, o que é uma mulher de verdade?
      Quem define que caracteristicas uma pessoa tem que ter para se encaixar em “um(a) mulher/homem de verdade”?

      Thumb up 34
    • Mulher de verdade e homem de verdade, são indivíduos capaz de ter uma família estruturada, educação, amor aos filhos.

      Rejeito esta (“putaria moderna” de hoje tanto para homem ou mulher), pessoas que querem só curtir criam filhos com famílias incompletas e com pais inexperientes… Resultado: Mais marginais (estes filhos tem tendências a isto), maior disseminação de DST (para quem acha que estas pessoas que querem curtir acham que sabe usar preservativo está bem errado), maiores despesas ao governo (com bolsas auxílio, quem paga são os pais de família honrado nos altos impostos que não tem nada haver com isto)…

      Thumb up 9
    • E isso de acordo com quem?
      Pois existem muitos jovens que tem uma família estruturada, educação e amor dos pais, mas mesmo assim se envolvem com o tráfico, caem no vício, roubam etc…
      Claro que a educação, família… Influenciam muito, mas acho que isso também depende muito da pessoa.
      É lamentável que pense desta forma.

      Thumb up 18
    • Dumon Dias, eu não cientista, mas até onde eu sei, instinto é fome , sede, desejo sexual e etc, mas querer comer um big mac é algo mais elaborado. É desejo mesmo, mas não acho que se aplica a instinto não. Pessoas não tem instinto de comer big mac, apenas de satisfazer uma necessidade. Então, homem tem desejo sexual, mas não precisa achar mulher um objeto por isso. Quem te empurra sentir essa coisas é a sociedade dizendo que mulher só serve para te satisfazer.

      Thumb up 10
    • A S está totalemte equivocado sobre femista e feminita. Feminista nenhuma critic amulher por ela vender o corpo. É uma espécie de cógido de ética entre nós. Se cada feminista gosta da idéia ou não, isso são outros quinhentos. Femista é mulher que odeia homem. Fazer o favor de pesquisar antes.

      Thumb up 6
    • Carlos Leão, sua analogia não nenhum sentido. Querer um tratamento normal para essas mulheres é justo e certo. Por que essas mulheres não tem a obrigação de se encaixar no modelo ser feminino de ninguém. Mas, não me consta, nem mesmo a lei concorda, que vc deva desrespeitá-las.

      Thumb up 6
  7. Pouco higiênica eu nao digo, mas de resto, assino embaixo!
    E pq cortaram os peitos da mulher na foto da matéria?!?

    Thumb up 1
    • Thanks!

      Thumb up 13
    • É triste sim, o homem na sociedade tem que ter dinheiro, carro, status social… Ou você acha que um nerd pode se expressar assim como um “garanhão”, o homem é transformado em objeto também, o homem também é humano.

      Thumb up 5
    • Realmente, isso é esperado dos homens.
      Mas eu me referi ao fato de que “ser garanhão” é vangloriado e muito incentivado no comportamento masculino ao contrário do que acontece quando é a mulher que tem vários parceiros.

      Thumb up 20
    • Lunna, quem VALIDA socialmente o homem garanhão não é o homem, é a mulher. Enquanto o homem idealiza a virgem experiente, a mulher idealiza o cafajeste fiel.

      Você fala em o que seria se valorizar.
      Isso é a lei do mercado: oferta x procura.

      As regras sociais não são feitas de minorias, mas sim de maiorias. Isso não significa que as maiorias estejam certas, mas mostra como são as regras em uma determinada sociedade.
      Você tem todo o direito de discordar e lutar a favor de uma utopia de mudança.

      Nossas regras sociais valorizam o Homem que pega todas porque as próprias mulheres dão valor a esse homem.

      Comparativamente, ser um Homem “pegador” requer muito mais habilidade, tempo, esforço ou até investimento financeiro do que ser uma mulher “pegadora”.

      O homem já está predisposto a transar com qualquer mulher bonita que se ofereça a ele, mesmo sendo comprometido. Com a mulher não ocorre o mesmo. Muitas fazem jogos de sedução para o cara correr atrás ou negam. Isso força um investimento maior do homem e, consequentemente, sua valorização.

      Há também a questão de paternidade. A mulher sempre sabe que o filho é dela, mas o homem nunca tem certeza. Por isso valorizam aquelas que “aparentam” ser mais criteriosas ao escolher quem levam pra cama.
      Querendo ou não, anticoncepcionais falham e conheço várias que engravidaram de ficantes e amantes se protegendo.

      Não vou mudar sua opinião nem você a minha. A única sugestão que eu dou é que a mulher seja sincera. Os homens preferem uma “pegadora” sincera do que uma falsa santinha. Pelo menos eles sabem onde estão se metendo e não fazem papel de otários com uma mulher hipócrita.

      Thumb up 15
    • A própria mulher se trata como objeto toda vez que busca um atalho para receber um benefício.
      Não estou falando dessas assistentes de palco que só servem pra mostrar o corpo. Tem coisas que as mulheres “normais” fazem e não percebem.

      Quer exemplos?
      Usar charminho pra conseguir favor de algum amigo que nunca deixará de ser amigo.
      Ficar com segurança só pra conseguir entrar na balada de graça.
      Sair com amigos ricos só pra entrar de graça na Vip
      Ficar bebendo às custas dos caras nas baladas e fazendo charminho pensando se fica ou não com algum.
      Achar que o homem tem obrigação de pagar o jantar por “cavalheirismo”
      Achar que o homem tem obrigação de pagar o Motel porque o que ela tem no meio das pernas é muito valioso e ela está fazendo um favor cedendo.
      Usar decotes pra conseguir benefícios dos homens.
      Usar a beleza pra conseguir posição melhor na carreira, furar fila de banco, etc.

      As mulheres sempre possuem respostas justificando todas essas atitudes, mas no fundo, estão buscando atalhos se vendendo como objeto e depois reclamam que a culpa é dos homens.
      Oferta x demanda

      Sempre haverá homens compradores. Quem decide se haverá mulheres vendedoras não são os machistas.

      A coisa só vai mudar para a mulher quando as próprias mulheres conscientizarem suas filhas para uma mudança de atitude. Enquanto culparem os homens pelo machismo, terão desculpas para usar estes atalhos sempre que for oportuno.
      Mas isso nunca vai acontecer porque a culpa sempre é dos homens.

      Thumb up 19
    • Não, quem valida esse comportamento é o machismo.

      Se você criar desde pequena uma pessoa e ensiná-la que deve agir de tal forma e ainda ter uma sociedade (praticamente) inteira que reforce e incentive esses comportamentos, é obvio que essa pessoa vai agir desta maneira e acreditar que seus comportamentos e conceitos estão corretos, porque passaram a vida inteira escutando e presenciando situações que perpetuam esses preceitos.

      O machismo está tão presente e enraizado na nossa cultura, que em muita das vezes passa despercebido e acabamos aceitando certas situações e comportamentos sem questiona-los, pois já estamos habituados e familiarizados, então agimos de forma natural e passiva.

      Thumb up 15
    • Lunna, como eu disse, machismo só existe porque a mulher Valida.

      A partir do momento que a mulher usa sua sexualidade em troca de algum favor como se fosse um atalho para conseguir o que deseja, esse comportamento valida o machismo.

      Um exemplo estudado é a prostituição. Alguns estudos sugerem que a prostituição reduz a quantidade de estupros.

      Uma mulher considerada feia e de baixa renda consegue sexo sem pagar com certa facilidade.
      Já um homem considerado feio e de baixa renda tem dificuldades.

      A alta exposição de mulheres na mídia vendendo sensualidade aos homens estimula um comportamento sexual mais intenso e objetifica a mulher usando certos padrões. Muitos homens sonham em ter uma mulher dessas e só realizam o desejo pagando. Se assim não fosse, mulheres bonitas correriam um risco muito maior.

      É um círculo vicioso que começa com a mulher se exibindo e seduzindo de propósito para levantar sua auto-estima: olhe, mas não toque. Isso cria desejo nos homens. O desejo cria frustração se não for realizado.

      Cada homem vai lidar com essa frustração de alguma forma. A maioria se controla, mas uma minoria não.

      O machismo é da natureza humana. A natureza masculina sempre foi caçar e proteger. Tudo está mascarado por uma ordem social.
      Se quiser ver o instinto voltar, crie o caos social.

      Vemos a verdadeira natureza humana em períodos de guerra e catástrofes. mesmo que toda a sociedade fosse mudada do jeito que você propõe, isso seria artificial. Bastaria dizer que um meteoro vai destruir a terra em 30 dias que o machismo volta e a lei da selva toma seu lugar.

      Não somos muito diferentes dos tempos das cavernas. Por mais que as feministas gostem de se iludir, toda mudança será sempre artificial até que o momento do caos liberte o verdadeiro instinto humano.

      Thumb up 16
    • É verdade que alguns de vcs (seres dos sexo masculino que eu me recuso a a chamar de homem) são parasitas que precisam das mulheres para alimentar vossos egos e autoestima. Mas, valida o garanhão também é o próprio homem. Vc gostam de competir entre vcs para ver quem é melhor, quem é mais pegador. Precisam reforçar a masculinidade uns paras os outros. Para a mulher não sobrou muita coisa a não ser participar da festa. Quem começou com isso mesmo? E quem pode e deve parar?Não há benefício para a mulher em ter um garanhão, mas há todo o tipo de proveito e benefício para o homem ser assim. É, vcs são os maiores interessados.

      Utópica mudança?

      Então, meu caro, vou ficar no meu lugar e chorar,e ver se dou a sorte de chocar um ovo no processo, porque para mim (que sou mulher) só restará a agressão, a traição, a humilhação, a chacota, o estupro, a desvalorização em todos os sentidos.
      Por qual motivo não culpar os pobres pela pobreza ou o negro pelo racismo,pela escravidão? Culpam a mulher pelo machismo. O que é machismo? Sentimento de que o homem e de que tudo relativo ao masculino é que é válido e superior. Mulher nenhuma se acha validada e se faz ou é vista como superior por ser fêmea. O patriarcado foi feito exclusivamente para servi-los e o machismo é a ferramenta que valida tudo.

      Pensamentos como os seus demonstram ao homem que ele não precisa mudar, porque na cabeça dele, ele é o certo e está tudo bem. Ele sempre será aceito. Cresci ouvindo que não poderia querer um homem fiel,porque nenhum homem é fiel. Mas, eu , ao contrário das mulheres ao meu redor, não aceitei isso como verdade.Elas aceitaram. Não é natural querer se maltratar, mas é compreensível que vc acredite que não merece nada só por que te disseram isso. Eu me recusei a acreditar que homem fosse assim por natureza, desleal,infiel e infantil. Todo ser humano é promíscuo, mas como eu sou racional também posso lidar com isso de maneira “decente”.

      Meu caro, a mulher é empurrada a fazer joguinho. E tudo o que não temos, nós queremos ainda mais, por isso o home fica interessado. Ok! Mas, e daí?!

      Homens não preferem uma pegadora sincera. Isso é mentira. Caso fosse verdade, mulheres não seriam tão taxadas de vagabunda. E só estória de filhos não é suficiente para nada.
      Vcs simplesmente tem medo de serem chifrados, tem medo de serem vistos pelos outros homens como homens fracos por estarem com “promíscuas” e acima de tudo, não aceitam que não foram o primeiro, o único e o especial.
      Já imaginou como seria um mundo onde mulheres não precisassem fingir ser quem não são? Um mundo onde mulher não é julgada pela sua vida sexual?
      O machismo fez isso, o patriarcado nos colocou em algemas invisíveis. E como nos livrar de algo que nem vemos?

      A mulher se trata com objeto?Bom, o homem faz algo diferente? E quer comparar eu usar meu corpo como quero com vc me desrespeitar por uma decisão minha?
      Posso explicar a prostituição assim : Diante da “”fraqueza”” feminina e da resistência masculina em considerar essa mulher, a única arma que pareceu sobrar para dobrar esse homem sem compaixão é o sexo. Até isso o machismo nos deu de presente. Falar machismo não significa ofender vc, então, sem ataques pessoais.

      E quando não o próprio homem paga o jantar, e não é por cavalheirismo, mas o é machismo do homem pressupondo a mulher como a parte mais frágil sempre ou a noção de que ela cederá por isso. Colocaram na minha abeça de na cabeça das meninas que homens que valorizam e se importam com as mulheres pagam tudo para elas, porque um homem não vai pagar para uma mulher com quem não se importa.Então, isso é romântico, demonstra amor e interesse. Até eu descobrir que eles pagam pelas mulheres, pelas amantes, pelas ficantes,pelas prostitutas e me dei conta que ninguém demonstra interesse pagando pelo outro.

      Colocaram na minha cabeça que sexo não é para mim, é para machos. E o máximo que posso fazer é esperar vc pagar a conta do motel para ter o que vc tanto quer. Não sou eu que quero.

      usar decotes?Bom, eu tenho que passar pelo crivo masculino, tenho que ser boa, tenho que ser gostosa para ganhar aprovação. E cadê a inocência dos homens ao comprarem pessoas?Não é por que alguém se deita no chão voluntariamente que eu tenho que pisar em cima ou mesmo ser justificado por isso. Se mais mulheres fossem promovidas pela inteligência ao invés de serem vista com burras, menos mulheres fariam troca sexual.

      Agora, explica agressão verbal, agressão física, estupro, mulheres recebendo menos que homens, explica a desvalorização do feminino (ser mulher é ser frágil,débil e infantil). Qual é a desculpa tosca da vez?

      VC criou coisas para achar que pode justificar o machismo nos homens, mas não vê que essa atitudes nas mulheres foram patrocinadas pelo machismo.

      E sinceramente, se uma mulher achar que quer vender o corpo, o problema é dela. O que não justifica é essa coisa de “quem quer respeito se dá o respeito”. É a frase mais imbecil que já li na minha vida. Isso é como dar um prêmio aos que se encaixam no meu ideal. É egocentrismo puro.Machismo existe porque homem tem uma crença de que é superior. Como se machismo se resumisse à mulheres vendendo o corpo. Não inventa!

      Prostituição reduz a quantidade de estupro. Cadê a relevância da informação? Só se foi para eu afirmar exatamente o que digo. HOMEM É MACHISTA POR QUE ACHA QUE É SUPERIOR E QUE MULHER É FEITA PARA SERVI-LO E AINDA POR CIMA, TEM A PETULÂNCIA DE QUERER TIRAR O RABO DA RETA E SE EXIMIR DA RESPONSABILIDADE.
      vc te, um jeitinho bem especial de falar que todo homem é um estuprador porque mulheres se exibem sem roupa. Eu teria vergonha de ser homem ou de ser vc ao ler isso.
      Pouco importa se o machismo é da natureza humana. O assassinato também. A violência também é. Mas eu não to vendo ninguém justificar isso ou colocar a culpa na vítima.

      Feministas, humanistas,organizações anti-racismo e tantos outros grupos devem sentar a bunda no sofá e parar de lutar, porque segundo vc, nós somos bestas feras indomáveis e qualquer pedido de mudança é inútil. E besta fera é ainda mais o homem. De novo, eu tenho que perguntar : VC SABE QUANTOS ESTUPROS DE CRIANÇAS, MULHERES, IDOSAS SE JUSTIFICAM COM A FRASE “Homem é assim mesmo? Então, para que lutar?”. Isso sugere que é a mulher quem tem que se adaptar e ceder a todos os caprichos dos machistoídes de plantão para não ter sua integridade violada e sua dignidade desrespeitada.

      Thumb up 21
    • Eu não usei nenhum desses valores para escolher meu namorado, a primeira coisa é não ser machista ou tão machista. Ser inteligente, educado e querer crescer na profissão. pois, isso é o que busco para mim, eu quero caminhar juntamente com ele nos ideais.
      O que adianta o cara ter dinheiro, carro e ser um machista que acha que a mulher tem que ser submissa e fazer tudo que ele manda, isso é o inferno.

      Graças a Deus, consegui atingir meu objetivo, não me baseei em beleza ou bens, mas no caráter.

      Thumb up 1
  8. Lisandro, não estou te julgando, até porque não sou ninguém para isso, mas gostaria de expor meu ponto de vista. Você não acha que em um relacionamento longo, “tolerar” uma pessoa fútil, brigona, etc… enquanto as características físicas vão se modificando ao longo do tempo (peito cai, barriga fica flácida, pele enruga) foge um pouco do princípio de que um relacionamento deve ser agradável? Porque se você tolera, é porque não te agrada…

    Thumb up 11
    • É isso aí, beleza interior vale mais que tudo.

      Thumb up 2

Envie um comentário

Leia o post anterior:
90e103cecb
Estas células cerebrais são responsáveis pela consciência?

Um tipo de células m...

Fechar