Quanto mais você bebe, mais bonito se sente (e mais feio fica)

Publicado em 9.04.2012

Quer ficar mais atraente, mas precisa de um pouco de confiança engarrafada? Talvez não seja uma boa ideia. Um novo estudo afirma que quanto menos álcool, melhor para você.

E a pesquisa foi ainda mais longe: no fim, você nem precisa realmente beber para se sentir melhor “no jogo”. Basta pensar que bebeu.

O experimento pediu para que 19 pessoas em um bar (sendo que dois terços eram homens) avaliassem sua própria atratividade, de um a sete. Então o nível alcoólico foi mensurado com um bafômetro. Adivinhem só? Quando mais bebida, mais atraente a pessoa se julgava.

Depois, os pesquisadores trouxeram 94 homens para o laboratório, onde eles beberam um coquetel novo de frutas que supostamente era “uma pesquisa de mercado”. De acordo com os pesquisadores, metade dos voluntários iria receber uma versão sem álcool e outra metade, com álcool, sem saber qual era qual.

Após os drinks, cada homem gravou uma mensagem em vídeo, que seria supostamente usada na campanha da “marca”. Cada um então assistiu a gravação, e classificou a “atratividade, inteligência, originalidade e humor”. As quantidades de álcool variaram do zero até o dobro do permitido a um motorista.

Aqueles que acreditavam estar sob efeito do álcool deram as maiores notas, mesmo que não tivessem bebido a versão alcoólica do drink. Já os que pensavam não ter bebido o drink com álcool deram as piores notas, mesmo quando estavam sob efeito.

No fim, o álcool mostrou-se um placebo. A boa notícia é que você não precisa dele para se sentir mais bonito. Só precisa enganar sua mente.

A má notícia é que enquanto os homens pensavam estar mais atraentes após beber, as outras pessoas não pensavam da mesma forma. Juízes independentes assistiram às gravações, e as notas foram compatíveis com a bebedeira: quanto melhor a pessoa se sentia, pior parecia. Ouch… [Jezebel, foto de Matiasjajaja]

Autor: Bernardo Staut

é estudante de jornalismo e interessado por povos, culturas e artes.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

9 Comentários

  1. Pode ser, mas a sem-vergonhice que o álcool proporciona aumenta suas chances de se dar bem.

    Thumb up 16
  2. Há mais 16 anos não bebo qualquer tipo de bebida alcoólica. Convivo numa boa em ambientes onde bebedores tomam à vontade e curto, sem constrangimentos, esses momentos com todas pessoas que bebem. Existem pessoas que quando bebem ficam chatas, tagarelas, violentas ou estúpidas. Isto não é culpa da bebida; essas pessoas são assim e apenas desbloqueiam seus egos durante o estado etílico.
    Tem um dito popular que diz: “Quer conhecer o homem, dê o poder à ele”. Eu afirmo: “Quer conhecer a pessoa com quem conviverá, dê um porre nela”.
    A bebida tira a roupa, desnuda a personalidade de uma pessoa. É no estado etílico de quem bebe que podemos conhecê-la.

    Thumb up 16
    • a bebida é um destruidor de lares, enquanto a pessoa pensa estar curtindo a vida, ao seu redor seus entes queridos estão apreensivos, com seu consumo alcolico.

      Thumb up 3
  3. tem que proibi a publicidade do álcool so vende; sem fazer essas propagandas, e nos rótulos tinha que vim frases e imagens dos males que causam na saúde. so nao pode proibi a venda do álcool se nao isso gera contrabando e crime organizado.

    Thumb up 5
  4. Autoconfiança não é algo que se bebe. Adquire-se com o tempo. Basta enxergar-se de uma maneira melhor. Tudo é questão de “enganar a mente”.

    Thumb up 6

Envie um comentário

Leia o post anterior:
Captura de Tela 2012-04-09 às 16.47.11
Porcelana e ovos explodindo com um estilingue em câmera lenta [vídeo]

Neste vídeo você ver...

Fechar