Cauda de cometa com 16 milhões de km brilha em infravermelho

Por , em 19.02.2010

Para celebrar o trabalho do telescópio Wide-Field Infrared Explorer, a Nasa publicou quatro das 250 mil fotos que ela tirou do espaço.

Conseguimos duas dessas imagens. A primeira é o cometa Siding Spring – sua cauda brilhante é feita de poeira que sai da “cabeça” do cometa, impulsionada por ventos solares. A segunda é a galáxia de Andrômeda e seus braços espiralados.

O telescópio, chamado de forma abreviada de WISE, foi lançado em dezembro do ano passado e já produziu uma quantidade enorme de imagens. Ele é um dos três telescópios que ficam no espaço com a capacidade única de produzir imagens usando infra-vermelho. O objetivo do WISE é buscar anomalias espaciais e medir asteróides do sistema solar, ajudando pesquisas sobre objetos que possam atingir a Terra. [Wired]

andromeda em inframermelho

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

10 comentários

  • lucas:

    16milhões de km e muito grande

  • Eloyr:

    CAUDA,CAUDA,CAUDA,CAUDA,CAUDA,CAUDA,CAUDA,CAUDA,
    ………
    Vamos prestar atenção no CORRETO PORTUGUÊS, aí pessoal!
    A palavra é: CAUDA ou coma, ou rabo, ou tail…
    E não: CALDA, que é o mesmo que uma SOPA, ou o extrato líquido
    de uma fruta ou legume depois de esmagado ou cozido.
    ………
    Desculpe, tive que corrigir, pois AMO a minha língua pátria, embora
    eu fale inglês fluente.

  • Ernani:

    Sem comentários. Impressionante…

  • Elvira Pontes Fonseca Ravestein:

    Múltiplos.. Múltiplos… Múltiplos… Múltiplos…

  • Reginaldo Ferrão:

    Eu gostaria de experimentar um rocambole sabor cometa. Deve agradar o paladar de toda a galáxia.

  • Stefano:

    Srs. leitores

    O correto é “cauda” do cometa e não “calda”,
    Não acredito que alguem pretenda fazer uma sopa do cometa ou po-lo sobre algum bolo.

  • Chico Lobo:

    Reginaldo… Realmente sua afirmação é correta. Os cometas perdem muito de sua massa a cada vez que passa perto do Sol, Por isso sua vida é relativamente curta diante da vida de outros corpos do sistema solar. Porem, como suas orbitas são muito excentricas e sua periodicidade muito longa, ainda temos muitos cometas para nos ensinar a história de nosso sistema.

  • Reginaldo Ferrão:

    Um cometa não deve durar muito não é?
    Se tem uma calda tão grande assim, muita matéria vai se perdando no caminho.
    Como funciona? Isso que estou falando faz sentido?

  • Ricardo Schirmer:

    aquela de andromeda me faz querer viver eternamente, só para ver e saber tudo o que o universo a tem a mostrar.

  • Sr.Quantico:

    Imagens simplesmente fantasticas, fico imaginando… 16 milhões de km… que calda heim.. ehehe!

    Abraços aos editores, este blog é simplesmete o melhor nacional da categoria.

Deixe seu comentário!