Aos berros: porque você tem que pedir constantemente que certas pessoas falem mais baixo

Por , em 15.03.2012

Você é daqueles que todo mundo interrompe para pedir para falar mais baixo? Em sua defesa, você pode não estar gritando porque quer. Cientistas podem ter uma explicação porque a voz de algumas pessoas parece ser mais alta.

“Existem quatro fatores diferentes envolvidos”, diz a Dra. Amee Shah, diretora do laboratório de acústica e percepção da fala na Universidade Estadual de Cleveland. “Há um componente biológico, um componente patológico, um componente de personalidade e um componente cultural”.

Às vezes, vozes altas ou baixas são baseadas simplesmente na forma do nosso corpo. “Pode ser mecânico. Todo mundo nasce com um tamanho diferente de laringe e cordas vocais. Além disso, alguns podem ter pulmões menores e não podem gerar fluxo de ar suficiente para ter uma voz mais alta”, explica.

Patologicamente falando, o volume de voz de uma pessoa pode ser devido a alterações no tecido ou vibração das cordas vocais. “À medida que envelhecemos, os tecidos atrofiam”, diz Shah. “As cordas vocais não vibram tão rápido. Ou poderia haver outras coisas, como a pessoa ser fumante ou desenvolver ao longo da vida nódulos ou pólipos vocais. Todas essas coisas podem contribuir para uma voz mais suave”.

Personalidade também pode desempenhar um papel no volume da voz. “Algumas pessoas tímidas, retraídas, podem não se sentir confortáveis em uma situação social, não ser boas oradoras, falar baixo demais”.

Muitas pessoas que falam baixo ou gostam de resmungar, psicologicamente, não são capazes de projetar suas vozes alto o suficiente.

E mesmo a cultura pode afetar a forma como falamos. “Certas culturas impedem ou inibem o falar alto, especialmente se você é uma mulher”, diz a Dra Shah. “Há razões pragmáticas para que alguém não possa fazer contato visual direto e projetar a sua voz de forma alta”.

Se parece que sua mãe é uma cantora de ópera quando fala, isso significa que você também vai falar alto? Quanto à possibilidade de falar alto ser genético, Shah diz que tem mais a ver com o ambiente.

“Ao nível da família, é mais uma influência mental”, diz ela. “Se é uma grande família, todo mundo aprende que para ser ouvido, tem que falar alto. É mais sociológico”.

Mas crescer em torno de um bando de tagarelas também pode ter o efeito contrário. “Às vezes, se um irmão ou pai fala mais alto, o outro pode tender a ser mais retraído”, explica.

Mas há esperança para todos. “É definitivamente possível treinar para falar mais alto”, diz Shah, apontando para vários métodos, como controle respiratório mais eficiente, trabalhar ritmo ideal para não desperdiçar fluxo de ar, respirar mais profundamente, hidratar-se com mais frequência e fazer ioga.

Quanto a falar mais baixo, Shah diz que é muito mais difícil. “Na maioria das vezes, as pessoas não estão conscientes de que estão falando tão alto, a menos que alguém lhes diga. Uma grande parte do tempo, as pessoas se concentram no conteúdo e não na entrega”, compara.

E você? Fala alto ou fala baixo? Tem alguma dica? [MSN, Mdanys]

Último vídeo do nosso canal: 4 dias infalíveis da ciência para dar o PRESENTE PER

14 comentários

  • Adriele Duarte:

    Boa noite, Dr. eu falo alto sem perceber, quero falar mais baixo, particulamente falando eu acho feio quem fala alto e feio quando falo sem querer de modo alto, minha mãe fala muito alto pois não gosto, tenho também uma grande dúvida. Isso pode-se dizer também históricamente falta de cultura??

    Atenciosamente

  • Edmar:

    Pedir para falar mais baixo é como:
    pedir para andar mais devagar
    pedir para correr menos
    pedir para diminuir

    Se em uma competição ou disputa
    para ser menos competitivo
    Se em colocar um pensamento
    para ser menos convincente

    Rê Rê Rê …

    Não é quem vai rápido que tem que para para ser acompanhado pelo mais lerdo. É o mais lerdo que deve ser mais rápido.
    Senão o mundo para..

  • rosenir maciel:

    Realmente perda auditiva faz com que falamos alto, meu chefe não fala, grita se for no celular ele berra quem fica perto dele sofre pois o ouvido dói, o que fazer para ajuda lo?

  • A.I.R.:

    Meu irmão caçula fala muito alto e eu acho que realmente ele faz isso para chamar atenção,já que nós “judíamos”dele por ser o caçula.

  • gloria:

    Fomos a um casamento em Minas, todos falavam gritando, parecia mais uma briga q uma festa!Minha nora ,q é daquí de São Paulo havia moumentos q se asustava tanto q derrubava o garfo quando um primo nosso chegava á mesa contando casos, era hilário, voltamos rindo muito dela no filme do casamento, hoje ela já casada c\ meu filho se acostumou c\ os gritos de guerra da família, até ela fala igual a minerada quando está no nosso meio, quando está no meio dos paulistas parentes dela ela procura maneirar nos decibeis.

    • Isis:

      Pois eu fui a são paulo, meu deus do céu, eles gritavam de mais, era no interior. Te juro q eu voltava pra casa com dor de cabeça as vezes, ó.

  • Édipo:

    Creio que a parte da família seja exatamente o que disseram.
    Eu vivo com minha família e todo mundo fala muito alto aqui em casa. Entre meus amigos essa prática tbm é comum. Após morar um ano em outro país com cultura mais fria e ter voltado ao Brasil eu ficava incomodado em como as pessoas tanto aqui em casa quanto os meus amigos gritavam pra falar.
    Agora eu já estou me acostumando de volta e, inclusive, estou falando gritando novamente. Os brasileiros, em si, tem o costume de falar bem alto, vide brasileiros em outros países sendo facilmente reconhecidos como tal.

  • Macos Dutra Junior:

    Acredito que o fator agravante seja a personalidade. Conheco pessoas que para imporem suas opnioes exaltam a voz, tambem conheco pessoas que para “aparecer” e sempre estar em evidencia quando chegam em determinado lugar exageram no tom de voz. A personalidade extravagante supera qquer variante, seja clinico patologico ou hereditario.

  • WILSON:

    Creio que em primeiro lugar deve ser um problema autitivo e em segundo lugar (maioria) é a falta de educação ou a vontade de aparecer ! Detesto pessoas que falem alto !

  • Cristiano:

    Minha esposa, além de falar alto, ainda fica brava comigo qdo peço que fale mais baixa! Ela grita dizendo: eu não estou falando alto! hehehe

    • MariannaGoret:

      hahahaha
      Eu sei como você se sente;

  • Evandro:

    Faltou o principal componente: Audição.

    O motivo por muitos falarem alto, sobretudo quando começam a envelhecer, é porque não conseguem ouvir bem a própria voz ou a dos outros (achando que está falando muito baixo) e ai fala mais alto para se ouvir (gritando para os outros). Do mesmo modo como alguns, se não houvem bem no celular falam mais alto, como se isso fosse aumetnar o volume da voz da outra pessoa.

  • Angel M.:

    “Quando falares, cuida para que tuas palavras sejam melhores do que o teu silêncio, e lembre-se que alto deve ser o valor de suas idéias, não o volume de sua voz.”

  • Andhros:

    Dotôra, a senhora esqueceu de uma coisa! Perda auditiva também pode estimular a pessoa a falar alto.
    Daí a gente até lembra daquela cena do “velho surdo” gritando “O QUÊEEEEEEEEEE???”
    Provavelmente como tentativa de indicar as outras pessoas que ELAS deveriam falar mais alto.

Deixe seu comentário!