Apesar de ser uma doença, autismo não é defeito, mas sim pode ter muitas vantagens

Por , em 6.11.2011

Segundo o Dr. Laurent Mottron, professor de psiquiatria da Universidade de Montreal, os profissionais de saúde precisam parar de ver as diferenças do autismo como defeitos, pois assim não entendem completamente a doença.

O médico diz que, em algumas esferas, as pessoas com autismo têm vantagens sobre as pessoas sem a condição.

“Os dados recentes e minha própria experiência pessoal sugerem que é hora de começar a pensar no autismo como uma vantagem em alguns aspectos, não como uma cruz para carregar ou um defeito para corrigir”, argumenta Mottron.

Por exemplo, quando os pesquisadores veem que a ativação em regiões do cérebro das pessoas autistas é diferente do cérebro dos outros, eles relatam essas diferenças como déficits, ao invés de simplesmente evidências, às vezes bem sucedidas, de organização do cérebro.

Ao enfatizar os pontos fortes das pessoas com autismo, decifrar como elas aprendem e evitar uma linguagem que o coloca o autismo como um defeito, os pesquisadores podem moldar a discussão sobre a condição na sociedade.

A ideia do médico não é minimizar os desafios do autismo. “Um em cada 10 autistas não consegue falar, 9 em cada 10 não têm emprego regular e 4 em cada 5 adultos autistas ainda são dependentes de seus pais”, disse Mottron.

A questão é que as pessoas com autismo podem fazer contribuições significativas para a sociedade no ambiente certo. O ambiente de pesquisa é um deles.

Várias pessoas com autismo trabalham no laboratório de Mottron, e uma pesquisadora autista em particular, Michelle Dawson, já fez grandes contribuições para a compreensão da doença através do seu trabalho e discernimento.

Pessoas com autismo têm, frequentemente, memórias excepcionais, e podem se lembrar de informações que leram semanas atrás.
Elas também são menos propensas a lembrar erroneamente de algo, o que vem a calhar em um laboratório de ciência. Michelle, por exemplo, pode relembrar corretamente e instantaneamente os métodos usados para estudar a percepção do autismo quando precisa.

Uma pesquisa recente mostrou que as pessoas com autismo muitas vezes superam os outros em tarefas auditivas e visuais, e também são melhores em testes de inteligência não verbais.

Em um estudo realizado por Mottron, com um teste que envolveu completar um padrão visual, pessoas com autismo terminaram 40% mais rápido do que aquelas sem a condição.

Na verdade, a deficiência intelectual é sobre-estimada entre pessoas com autismo, porque os pesquisadores utilizam testes inadequados. Elas são na verdade muito inteligentes.

“Ao medir a inteligência de uma pessoa com deficiência auditiva, ninguém hesitaria em eliminar os componentes do teste que não poderiam ser explicados usando a linguagem de sinais. Por que não deveríamos fazer o mesmo para os autistas?”, disse Mottron. “Eu já não acredito que a deficiência intelectual é intrínseca ao autismo. Para estimar a taxa de verdade, os cientistas devem usar apenas testes que não exijam nenhuma explicação verbal”.

Outros especialistas concordam que não devemos ver exclusivamente os déficits do autismo, no entanto, ele ainda deve ser pensado como uma doença, e não apenas uma diferença.

Pessoas com autismo têm problemas graves de funcionamento no seu dia-a-dia. Intervenções adequadas podem melhorar a vida dessas pessoas. “Uma narrativa abrangente do autismo deve levar em consideração os pontos fortes e os pontos fracos da doença”, disse Rajesh Kana, professor de psicologia.

Embora no passado os pesquisadores tenham se concentrado principalmente nos déficits do autismo, o campo agora tem uma visão mais ampla e profunda da desordem.

Compreender os pontos fortes do autismo é importante para dar apoio para aqueles com a doença. Por exemplo, se uma criança tem habilidade verbal mínima, então você provavelmente deve encontrar uma forma visual de ajudá-la. “Qualquer intervenção deve visar os déficits, mas trabalhar com os pontos fortes”, disse Kana.[LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 5,00 de 5)

30 comentários

  • Nanci Querol Marque:

    NANCI
    CREIO QUE A POPULAÇÃO MODO GERAL ESTA FORA ATMOSFERA TERRESTRE OU UM NIVEL CONCENTRAÇÃO QUE NÃO NOS APEGAMOS, DE TANTO VER DESLEALDADE, SINDROME PANICO, TUDO EM FUNÇÃO DA VIDA SEDENTÁRIA QUE HOJE NEM UMA CRIANÇA OU ADOLESCENTE E A MOCIDADE NOVA GERAÇÃO, NÃO SEQUER TEM BONS RECURSOS A VISUALISAR NA SOCIEDADE EM QUE VIVEMOS. TUDO ISSO É REFLEXO DE UM MUNDO DE URGIA, E MUITO VIOLENTO. NÃO FOI ESTE O MUNDO QUE DEUS NOS DEU E SIM, A PROPRIA SOCIEDADE CRIADA DE GANANCIA POR IMPERIOS, BENS MATERIAIS , DINHEIRO E MUITOS CRIMES, VASTA IMPIEDADE HUMANA DE IMPIOS, CORSSARIOS ENTRE OUTROS, COMO CONQUISTAS COISAS FAZEM BEM AO NOSSO AUTO ESTIMA????? SÓ TEMOS QUE NOS DISTANCIAR DE INDIVIDUOS QUE NÃO SEGUEM A PALAVRA LEI DIVINA É ISSO QUE ESTAMOS COLHENDO E DIANTE DE UMA GERAÇÃO TOTALMENTE PERDIDA.!!!!!!!!!!!!!!!

  • John jones:

    isso não e defeito e o começo da evolução

    • Pedro Antonio:

      Exatamente

  • adriel_monk:

    Tenho 15 anos, possuo Síndrome de Asperger(considerada uma forma leve de autismo), eu já fui muito excluído na escola na hora de praticar esportes físicos como vôlei e futebol, tenho dificuldade pra me socializar com as pessoas, dizem q eu sou muito inteligente, as vezes eu me desgasto mentalmente tentando
    entender os pensamentos abstratos q os neuro-típicos(pessoas normais) entendem facilmente. Tenho habilidades como tocar violino, jogar xadrez e fazer manutenção em computadores. Eu já até pensei em trocar tudo isso pra ser normal se fosse possível, mas infelizmente a maioria da sociedade é muito hipócrita pq eles dizem q não podem dizer q os Aspergers e os autistas não são normais mas eles excluem a gente de tudo, então por isso q em minha opinião, mesmo se fosse possível deixar de ser Asperger ou autista para ser um neuro-típico, eu não trocaria pq acredito eu, q a sociedade tem q mudar e começar a pensar de uma forma diferente a respeito dos Aspergers e dos autistas.

    • Germano:

      se vc tem realmente 15 anos e posta um depoimento com esse nivel de informação, pode ter certeza que sua capacidade intelectual é superior

      se a sociedade te exclui … vc não esta perdendo nada
      a sociedade hoje em dia se importa com tanta coisa insignificante que não entra em minha cabeça tamanha estupides
      seu cerebro iria diminuir andando com eles … rs

      eu por exemplo decidi me afastar de algumas pessoas.
      por causa de drogas e ideias futeis que não me faziam bem
      e hoje me vejo com apenas 3 amigos e olha lá … rs … o resto é resto
      o sonho médio deles não me agrada nem um pouco

    • John jones:

      garoto você devia se orgulhar de si mesmo pois quem sabe você pode estar no começo da evolução humana!!!!!!!

    • Amadeus E:

      Sinta-se honrado em ter essa brilhante sindrome, em meu ponto de vista, considero isso como uma dadiva, grandes pensadores, priorizo o Albert Einstein por ser um grande adimirador de suas obras, tinham essa sindrome, crianças com o mesmo dom conseguem compreender estruturas moleculares com 6 anos de idade, infelizmente essas pessoas tem grandes fardos, como problemas na parte emocional e social, que por muitas vezes sentem dificuldade de se “sentir aceito”, mas, com grandes poderes existem grandes responsabilidades, eu prefiro ganhar o tempo que perderia conversando assuntos futeis, convivendo perto de pessoas hipocritas entre outros, pego esse tempo e desenvolvo minhas capacidades, sei que em um futuro não muito longe, se fizer por onde, correr atras, estudar e aprender, poderei ser tão importante quanto outros cientistas, astronomos, quimicos, tudo é questão de querer, se a sociedade te vira as contas, tenha certeza que um futuro brilhante te espera, tenho 17 anos, você tem sorte de saber desse dom com seus 15, quem me dera poder recuperar esses 2 anos que perdi tentando ser normal e trasnformalo em meu prol, aproveite o seu cerebro, ele é especial, sucesso, e como você amo a area de informatica, farei meu curso tecnico ano que vem, irei dar meu maximo para o aprendizado, espero que faça o mesmo, aproveite que ainda tem muito tempo, se alguem não te aceita por ser diferente? Não ligue, pobre foi o homem que disse que ninguem é feliz sozinho, sim, você pode ser feliz sendo você, fazendo o que quer e tendo o que quer, boa sorte.

    • Renata:

      Meu caro, mais de um ano pra responder esse comentário… mas tá valendo… ><

      Não ligue para os demais, as opiniões alheias e vc vai ver quem tava errado, ou alheio no mundo…Pode ter certeza que não vai ser voce 🙂

    • Fernando Borges:

      Olá adriel_monk, estou lendo esta postagem hoje (28 julho 2013). Meio distante da data que publicou ! Poderia entrar em contato comigo! marcosfernandoborges@hotmail.com

  • Felicidade:

    Acho assim, independente de qualquer pesquisa ou discussão estamos falando de seres humanos, Autismo não é doença é uma síndrome!!! Mesmo porque existem pessoas “normais” burras como uma porta. Eu tenho um filho autista!!! ele e tao esperto quanto qualquer uma criança de sua idade, graças a Deus e desenvolveu a comunicação, sociabilização, sabe se comportar muitíssimo bem em qualquer lugar, começou a ler e escrever com seis anos, ele tem uma vida normal, vai ao cinema, shows, parques, restaurantes, anda de moto elétrica, games, futebol, natação, lutas, desenha,…ele não tem limites, poque é assim que mostra a ele você é capaz como qualquer um, sei que o seu caso é muito leve o autismo, mais nem por isso deixa de ser espetacular. Eu tive que bater de frente com alguns profissionais e deixei claro que o meu filho era …….. e ele vai ser como ele quiser ser e não como eles acha, ler, já ouviu falar, ele tem muita facilidades de aprendizado e não vou deixar ele rezar essa cartilha de dificuldades, existem muitas crianças autistas de nível muito leve e a família tem que ouvir muitas baboseiras.

    • Felicidade:

      Acho assim, independente de qualquer pesquisa ou discussão estamos falando de seres humanos, Autismo não é doença é uma síndrome!!! Mesmo porque existem pessoas “normais” burras como uma porta. Eu tenho um filho autista!!! ele e tao esperto quanto qualquer uma criança de sua idade, graças a Deus ele desenvolveu bem a comunicação, sociabilização, entre outras, sabe se comportar muitíssimo bem em qualquer lugar, começou a ler e escrever com seis anos, ele tem uma vida normal, vai ao cinema, shows, parques, restaurantes, anda de moto elétrica, games, futebol, natação, lutas, desenha,…ele não tem limites, poque é assim que mostro a ele você é capaz como qualquer um, sei que o seu caso é muito leve o autismo. Eu tive que bater de frente com alguns profissionais e deixar claro que o meu filho era …….. e ele vai ser como ele quiser ser e não como eles acha, ler, já ouviu falar. Ele tem muita facilidade de aprendizado e não vou deixar ele rezar essa cartilha de dificuldades. Geralmente as pessoas não nota nenhuma diferença; brinca, fala, age normalmente com ele e não percebe, rsrsrsrs nada, ele é espetacular. Existem muitas crianças autistas de nível muito leve e a família tem que ouvir muitas baboseiras dos tais especialistas.
      Eu estou muito feliz com o desenvolvimento do meu filho.

    • John jones:

      não e uma maldição e o começo da evolução humana

  • Ilien:

    Parábens pelos artigos publicados, e pelos comentários inteligentes, salvo alguns que não deveriam fazer parte desse site, pois a intenção do mesmo é a informação séria, tirar dúvidas de muitas pessoas que estão em conflito por não terem discernimento sobre alguns assuntos.
    Continuem fazendo a diferença.
    Obrigada

  • Mario:

    tenho um amigo que é autista e foi chamado pra trabalhar na globo, ele quer ser autista de Hollywood.

  • victor iturriet:

    outro caso que é considerado porblmea mas, no meu ver é uma vantagem estúpidamente grande, é a hiperatividade

    • Alex:

      concordo contigo cara, se a nossa especie começasse a dar valor para a capacidade dessas pessoas, concerteza iriamos evoluir muito, só que para isso teríamos que excluir completamente preconceitos existentes ainda na sociedade…

  • bruno:

    Gigantismo é uma vantagefísica entaum. Nos esportes por exemplo, como baskete. Dependente é uma vantagem por exemplo na música, nas artes, etc…

    • JPSK:

      Errado, gigantismo não tem como característica apenas a altura, todos os tipos de gigantismo, mesmo os com origem distinta, a altura é acompanhada de características colaterais impróprias ao esporte, como capacidade pulmonar reduzida, músculos fracos, ossos tortos, pouco coordenação motora.

  • Tiago Moah Weimer:

    O pior é o Ser Humano não conseguir compreender O Ser Humano!!!

  • CASTOR:

    minha mãe é professora e trabalha com alunos autistas …. ela sempre disse isso

  • Anderea:

    Sabe pensava que ja sabiam desse tipo de fato no meu dia a dia(ja que sou asperger uma forma de autismo)bom penso em coisas que estão alem do limites da limguagem não quer dizer que não penso em palavras eu apenas não penso em palavras que falaria no mundo real na comunicação de pessoa para pessoa ha dificuldades mais sempre a mais aquela frasesinha que voce pensou e se lembra e é uma maravilha o que vc fala parece que virou um genio.E realmente o que falo nesses momentos para as pessoas normais parece ser absurdamente complexo chegam até aplaudir.Me orgulho de ser assim viver um mundo cerebral muito interresante

    • Mr.Green:

      Eu também sou assim… Apesar de nunca ter sido diagnosticado formalmente, profissionais já me disseram sobre minha condição asperger. O mais interessante é o fato de que, desde criança, já sabia que eu era diferente por não pensar com palavras… Até hoje demoro um pouco para transformar meus pensamentos em texto, porém, faço isso bem. Entre outras diferenças típicas… E essas diferenças não são negativas, mesmo! Pelo menos no meu caso.

    • John jones:

      voce esta evoluindo

  • enejonas:

    uma pesquisa realizada por cientistas que queriam mostrar os aspectos psico-fisiologicos das pessoas mais inteligentes do seculo 20,demonstrou que essas pessoas eram frageis psicologicamente ,muitas delas eram excentricas e nao tinham um bom convivio social,uma vez me perguntei?-porque nao posso ser o mais inteligente?e a resposta veio.-porque eu sou “comum”demais pra isso.as pessoas com essas dificuldades e até mesmo vantagens como o texto demonstrou vivem no seu propio mundo as outras pessoas nao as entendem ,muitas vezes se isolam, e é aíque desenvolvem sua inteligencia nao por quererem ser os melhores (as vezes)mas por que se identifican com aquilo e se tornam experts nos seus gostos.por exemplo:einstein,nos seus primeiros anos de idade ha relatos que ele falava sempre a mesma coisa e dizem que nos seus primeiros anos escolares era ruim ruim em matematica(será indicio de autismo?nao sei), certa vez em que perguntaram o porque^ da sua inteligengia ele falou que noque ele pensava as pessoas faziam isso quando criança , e nao tinham a inteligencia suficiente para fazerem o que ele fez quando adulto ,ELE VIVIA NO SEU PROPIO MUNDO.entao ja sabem,voces nao podem ser os mais inteligentes porque voces sao somente voces se preocupam em que hora vao sair pra balada, e nao,qual é o metodo que uso para resolver esse calculo.É COMO A PERGUNTA :-PORQUE OS ATLETAS SAO ATLETAS?porque eles vivem para isso ,nao trbalham em outra coisa todo o seu tempo é gasto para isso, assim como os estudantes.entao voces nao podem ser os melhores porque VOCES SAO SOMENTE VOCES.

    • Alex:

      sabe, eu queria poder expressar o que pensei sobre seu comentário, mas me falta palavras,acho que a unica coisa que posso dizer é obrigado…

  • Leyde:

    Com certeza é qualidade…mas gente do céu lidar com autista não é fácil…eles são muito espertos e ágeis.

  • Ze da Feira:

    Conheci um autista uma vez em uma grafica antiga que ainda trabalhava com tipos para montagem de seus clichês ( tipografia ). Ele não olhava nos olhos , não comprimentava nem conversava. Mas o patrão dele me disse que em 20 anos de trabalho ele nunca errou nenhum tipo, e corrigia qualquer erro de portugues que encontrasse. Se isso não é ser produtivo eu não sei mais o que é.

    ah ! tem mais uma coisa , para que não conhece , os cliches de tipos são montados invertidos ( de traz para frente ).

  • bruno:

    finalmente. Porra esses autistas tem é vantagens, são mais inteligentes que muita gente por ai.

  • EltonPaes:

    Ao meu ver, é pura evolução humana, o gene que causa o autismo está passando por evolução, como nada é perfeito no universo teve algum tipo de erro, com uma ajudinha da ciência acho que com muitos estudos podemos isola-los e deixar só as partes boas, será a evolução?
    Se for pensar assim, nem evoluído sou, não lembro nem o que comi ontem á noite…
    uauahuauhauhuhauh

    • Alex:

      você esta certo,autismo pode ser a evolução humana, igual fala em um outro artigo aqui mesmo nesse site, que o autismo é mais presente em filhos de casais inteligentes… ou seja, se um casal é muito inteligente, eles tem mais chances de terem filhos autistas…

Deixe seu comentário!