Aplicativo “transar com amigos” do Facebook não é tão discreto quanto parece

Por , em 28.01.2013

Está afim de conhecer um novo aplicativo do Facebook? Abra uma nova guia e digite o endereço www.bangwithfriends.com. Se você fez isso, deve ter caído numa página que te convida, em inglês, a “anonimamente encontrar amigos que estão ‘preparados’ para a noite”. E o anúncio promete: seus amigos jamais saberão que você está interessado, a não ser que eles também estejam. Mal a novidade foi lançada, porém, já se descobriu que o tal sigilo prometido pode não ser tão seguro assim.

ATUALIZAÇÃO: Agora o app se chama DOWN, mas o propósito continua o mesmo.

Vamos descrever um passeio pelo aplicativo. Uma vez que o usuário decide entrar na página, aceitando-a já dentro do Facebook, abre-se uma lista com todas as pessoas do sexo oposto que ele tem adicionadas na rede social (sim, aparentemente é um aplicativo feito apenas para heterossexuais). Acima da lista, uma frase convidativa: “Kiss Kiss Bang Bang. Skip the chatting, and get to smacking those cheeks. Which of your friends do you want to Bang”? (em português, seria algo como um convite a ir direto para o que interessa, pulando a “conversa”, e termina com a pergunta: “Com qual dos seus amigos você quer transar?”).

Embaixo da foto de cada parceiro sexual em potencial, existe um botão rosa em que se lê “Down to Bang” (para escolher com quem você quer transar). Quando se clica nele, a cor se torna azul e a mensagem que aparece muda para “Awaiting Bang” (“aguardando a transa”).

A ideia é simples. Se está afim de transar com alguém em particular, marque a tal pessoa no Facebook. Se um belo dia ela se mostrar interessada em você e te marcar, ambos saberão. Até aí, o mecanismo parece perfeito: você não expõe sua privacidade para ninguém, nem mesmo para a pessoa que você está, digamos, cortejando (não marque ninguém levianamente. Uma vez acionado o botão, não há como desfazer a ação). No mais, é contar com a sorte de ela fazer o mesmo. Se não fizer, vida que segue.

O furo no sistema é o seguinte: tal como todos os recursos do Facebook, a página em que você autoriza a instalação do aplicativo, último filtro antes de você dar o seu “sim”, não mostra apenas quantas pessoas pelo mundo o usam (a título de curiosidade, aliás, no momento em que este texto é escrito, apenas 2.500 seres humanos pelo planeta se animaram a isso). Mostra também quais de seus amigos já o usam.

Logo, se você decidir usar o aplicativo, todos seus amigos que forem ver do que ele se trata vão saber que você o usou. Imagine um conhecido seu recebendo o link e pensando em quão bizarro é um sistema de intenções sexuais via Facebook. Quando ele abrir o link, vai poder ver que você aderiu à brincadeira, o que pode ser fonte de constrangimento para muita gente.

article-2268201-1728C692000005DC-579_634x355

Se resolver usá-lo, fica a dica. [Daily Mail / Bang With Friends]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 1,00 de 5)

21 comentários

  • Johny Ted:

    Quem conhece a história do Facebook sabe que a primeira intenção de Mark Zuckerberg para o “site” era justamente isso: “pegar garotas para transar”. Depois, o “site” virou a zorra que é agora.

  • Leandro Oriente:

    Versão BR e com menos apelo sexual da parada Vai Pegar?

    Bem irada ;), confirmei que minha namorada me ama rsrs

  • Dinho01:

    É por isso que eu não tenho perfil no Face. No bom e velho Orkut era mais elegante. Você podia paquerar.

  • D.D versao 2.0:

    O maior constrangimento é você fazer parte de um grupo de apenas 5 amigos homens e 1 amiga. Mesmo que a amiga esteja solteira isso pode ser extremamente constrangedor se um de seus “amigos” também estiver querendo-a.

    • Dinho01:

      E tem algo pior.Todo mundo já passou pela experiência de estar muito interessado em alguém durante um certo tempo e depois que passa essa vontade,você não quer nem olhar para cara desse alguém.Vai que você clica nesse aplicativo e depois não pode desfazer a ação como foi dito na matéria.E se você der o azar desse alguém clicar no seu perfil quando você não estiver mais interessado?Realmente esse aplicativo foi uma idéia de jerico.

  • Delvair Ribeiro:

    Interessante até onde vai o mundo virtual. A propósito, Stephanie D’Ornelas, quer ser minha amiga no face??? Rssssss

  • Karine Lima:

    E as pessoas ficam cada vez mais imorais. Fazer o que? Se até piriquetismo hoje em dia é moda… Triste fim.

  • Jessica Mapo:

    Já sou casada com um homem, por que eu iria querer transar com outro! Eu quero é mulher! Hahahahaha! Deveria ter opção para ambos os sexos.

    • Rodrigo Aurélio:

      kkkkkkkk,,,o deliçaa

  • César H. Valentino:

    Tou falando que ja ja a gnt termina como os romanos..

    Ctz que naquela época devia ter os muros das cidades onde pessoas que queriam transar de boa iam pra la.. inda mais que naquela época não tinha doenças (ou ao menos conhecimento sobre elas).

    Vi uma reportagem nde mostrava uma cidade onde havia um lugar, uma praça publica, que as pessoas iam para transar, tinha de tudo la naquele lugar.. A reporter quando chegou filmou um monte, mas um monte de camisinha no chão e uma cambada, mais de 30 pelo menos, correndo das cameras.

    É, tá foda. E bota FODA nisso.

    Sem contar as lutas de MMA, que nao passa de uma arena onde se coloca 2 tião pra brigar la dentro e um monte de empresario por trás ganhando rios de dinheiro… Não falo mal do esporte, mas da maneira como ele é praticado. Enfim, toda civilização tem seu fim dessa forma mesmo.. Só estamos no caminho. ;D

  • Cesar Grossmann:

    O “cutucar” não é para isto?

    • Henrique:

      Esse tipo de incentivo é imoral. Deveria se incentivar o casamento a família.

    • kid redman:

      se for muita gente não sabe…
      em tempo: não uso nenhum site de relacionamento – to fora !

  • David:

    Que deselegante!
    Procurar alguém pela Internet para sexo casual é tão banal na minha humilde opinião.
    Quando será que aplicativos inteligentes serão inventados?

  • karol:

    acabei de pesquisar e tem escrito organização comunitaria

  • Simon Viegas:

    Imagino a situação:
    As pessoas simplesmente marcam TODAS AS “VÍTIMAS”. Quem responder é lucro!!! 🙂

    Pensando bem…… essa é a função do aplicativo neh!? rs

    • Rafael3:

      I se for uma velha, é lucro? A não ser que ela ti ofereça muito dinheiro para criar disposição.

    • Simon Viegas:

      Entenda “vítimas”, como “mulheres que você faria sexo”. 😀

      Para que alguém ia marcar uma mulher que ele não queira?

      Att.

  • Alexandre Fonseca:

    2500 fapeiros curtiram isso

  • Bianca Buch:

    É só pedir pra app compartilhar apenas com vc mesmo as informações, colocando “Only me” no drop down “Friends” ali.

  • Stévillis de Sousa:

    Já adicionei o aplicativo u_u

Deixe seu comentário!