Pesquisadores criam blocos de concreto de 1.7 t que podem ser movidos à mão

Por , em 10.05.2019

Como sociedades antigas construíram estruturas gigantescas como o Stonehenge na Inglaterra ou as Cabeças da Ilha de Páscoa, se na época não havia guindastes ou caminhões para transportar as peças? Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (EUA) desenvolveram designs que dão maior suporte à teoria de que essas peças eram “caminhadas” até seus locais de repouso final.

No experimento, eles produziram estruturas gigantes de concreto de mais de 1.7 tonelada que podem ser movimentadas, manobradas, roladas, posicionadas e giradas à mão, sem a ajuda de qualquer equipamento extra.

O projeto aconteceu com a participação de duas empresas além da universidade: Matter Desing e CEMEX, que projetaram e criaram os grande blocos de concreto que podem ser montados como sem fossem blocos de brinquedo.

Os blocos foram chamados de Unidades Maciças de Alvenaria, ou pela sigla em inglês MMU. Eles foram feitos de concreto com densidades diferentes para permitir controle sobre os diferentes centros de gravidade que ele adquiria conforme era movido, além de estabilidade e equilíbrio.

Apesar de parecerem ter formatos aleatórios, eles foram projetados pensando nas alças, recursos de intertravamento, pontos de giro, bordas arredondadas e chanfros. O resultado são blocos muito pesados para ser erguidos por uma pessoa, mas que podem ser balançados, girados, inclinados, rolados e “andados” de um ponto ao outro, com grande facilidade de precisão (afinal ninguém quer ser esmagado por um bloco de quase duas toneladas).

Apesar do enorme peso, esses blocos são duráveis e podem fazer parte da construção de estruturas maiores. A técnica, com ajuda de impressoras em 3D com concreto, poderia ser utilizada para construir em locais de difícil acesso para guindastes ou até em construções temporárias, como uma barreira contra inundações que pode ser montada pelos próprios moradores da região afetada por chuvas ou maré anormalmente alta.

O trabalho também mostra que é bastante possível que as 887 estátuas gigantescas de pedra espalhadas pela Ilha de Páscoa podem ter sido conduzidas até seus locais definitivos por pessoas, com a ajuda de cordas. Elas pesavam entre 1 e 27 toneladas, dependendo do tamanho, e estão a cerca de 20km do local em que foram esculpidas. [Gizmodo]

Veja a dança dos blocos de concreto

Por que o concreto romano de 2 mil anos era tão melhor que o nosso?

Bactérias modificadas podem consertar rachaduras no concreto

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (29 votos, média: 4,83 de 5)

Deixe seu comentário!