Cientistas criam ouro colorido usando nanotecnologia

Por , em 25.10.2012

Quem disse que ouro precisa ser necessariamente dourado? Depois de fazer modificações em escala nanométrica (1 nanômetro = a bilionésima parte de 1 metro), cientistas da Universidade de Southampton (Reino Unido) alteraram a cor de amostras de ouro.

A técnica envolve fazer pequenas saliências para mudar a forma como o material reflete a luz, e pode ser aplicada em outros metais, como prata e alumínio. “É a primeira vez que a cor visível de um metal é alterada dessa forma”, destaca o pesquisador Nikolay Zheludev.

A luz branca é composta por diversas ondas eletromagnéticas, cada uma com uma cor. Quando um objeto é atingido, ele absorve determinadas ondas e reflete outras, que são percebidas por nós. Por exemplo, se um tecido reflete luz azul e absorve as outras, nós o enxergamos azul.

“Este é o princípio fundamental que exploramos neste projeto. Ao criar em metais saliências com dimensões de cerca de 100 nanômetros, nós percebemos que é possível controlar quais comprimentos de onda de luz o metal absorve e quais ele reflete”, explica.

Zheludev e sua equipe pretendem vender a técnica, que poderia ser usada na confecção de joias, por exemplo. Outra possibilidade seria incorporar em documentos amostras de metal com cor modificada, dificultando a falsificação.[BBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

3 comentários

  • Lucas Samuel:

    Lembram dos alquimistas? Pois é, não conseguindo fabricar ouro, eles falsificaram.

  • Murilo Mazzolo:

    Tá, é legal essas aplicações nanométricas são difíceis(e muito massa), mas, na boa, sério… pra mim Dourado é mais bonito mesmo!!!

  • Henrique Sadao Kajino:

    com certeza falsificações nanometricas seriam difíceis! ótima aplicação pra uma ideia que vendo por si só parece inutilizável

Deixe seu comentário!