Como ficar seguro em redes sociais?

Por , em 30.03.2011

A melhor parte de você usar as redes sociais é poder entrar em contato com o mundo todo. Mas essa também é a pior parte. Afinal, você troca informações pessoais com muita gente como se estivesse falando de forma particular – no entanto, essa informação é publicada em um espaço coletivo.

Dependendo de como são as suas configurações de privacidade, um enorme número de pessoas que você nem conhece tem acesso ao que você publica na rede.

Por isso, juntamos algumas dicas para que você, leitor do Hype, fique mais seguro usando as redes sociais. Confira:

Não apenas use configurações de privacidade, mas encoraje seus amigos a fazer o mesmo

Várias pessoas têm problemas com informações em redes sociais mesmo com configurações de privacidade ativadas. Isso porque, na página de amigos que não usam essas ferramentas, há uma grande quantidade de informação que pode ser acessada.

Não anuncie seus planos de férias

Fotos de viagens são sempre legais – mas espere até chegar em casa para revelar onde você esteve. E isso serve, na verdade, não apenas para férias, mas para qualquer plano em que você esteja fora de casa (isso porque você jamais colocaria seu endereço em uma rede social, certo?).

Aceite pedidos de amizade com cuidado

Isso é uma dica que vem desde os tempos em que o Orkut fazia sucesso: aceite pedidos apenas de pessoas que você conhece. Se você não tem certeza se conhece ou não a pessoa, mande uma mensagem perguntando quem ela é.

Não inclua muitas informações pessoais

Incluir informações pessoais em redes sociais é praticamente inevitável. Afinal, é por causa delas que você conversa com outras pessoas através dessas ferramentas. Mas não exagere. Por exemplo, quando for colocar sua data de aniversário em seu perfil, evite colocar o ano em que você nasceu – isso não funciona apenas para delatar sua idade, mas fornece a criminosos virtuais experientes dados suficientes sobre você para que seja possível roubar sua identidade.

Pense duas vezes antes de clicar em um link

Todo bom usuário do falecido Orkut sabe que há muito malware que é transmitido via links em scraps. Então antes de abrir um link suspeito é bom conferir se ele é legítimo. Não faz mal nenhum enviar uma mensagem à pessoa que o enviou pedindo mais informações.

Não confie em todos automaticamente

Criminosos virtuais podem se disfarçar de “amigos” e ganhar sua confiança mesmo que você não os conheça pessoalmente. Gente que diz freqüentar as mesmas comunidades que você, ou dividir os mesmos interesses e pode até construir um relacionamento virtual baseado em confiança. Desconfie sempre. [LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

8 comentários

  • Jonas de Souza Lima:

    O Orkut não morreu totalmente.

    A minha cidade, os meus amigos, e todos que fazem parte de vida social e política estão ligados no faceboock, talvez pela facilidade de lá já irem para o blog mais rapidamente.
    A política em minha cidade (Itanhaém-SP litoral sul), está bombando e todos conectados com o Faceboock – CONFIRA…………..

  • Elieser:

    O Orkut ainda não morreu.
    Eu ainda prefiro o Orkut ao Faceboock.
    Criei uma conta no Faceboock e achei confuso demais.

  • Tony Amorim:

    Legal o artigo, só não gostei da parte em que queima o orkut, afinal uso e tenho muitos amigos lá. Gosto e tendências pessoais são coisas que é melhor não discutir.

  • Manuel:

    Orkut Beta = PLATAFORMA DE TESTES PARA TECNOLOGIAS GOOGLE. Falando em segurança em redes sociais, esse assunto DEVE ser levado em consideração. Por ser uma plataforma de testes, o Orkut não se responsabiliza por danos causados por seu sistema a qualquer pessoa ou máquina, pois está AVISANDO em seus termos de condições de uso que é Beta, ou seja, versão de teste. E vejam o público alvo do orkut: cidadãos do 3 mundo = cidadãos na grande maioria sem opinião (na grande maioria! Antes que venham falar), pois estão interessados apenas em compartilhar seus dados, sem levar em consideração o problema que esta exposição pode levar. O ORKUT DEVE SER DECLARADO FALECIDO SIM! Pois pessoas que o utilizam, invés de optar por algo mais decente e bem estudado (como o Facebook e até mesmo outras redes sociais) contribuem para a disseminação de uma rede “aberta” e “sem a segurança adequada”, portanto, devem ser isoladas.

  • Nivek:

    O orkut não morreu ainda viu? (E ainda faz sucesso SIM)
    Minha conta ainda ta funcionando e dos meus amigos também!

    Só porque não gosta de como o programa/site/software está funcionando ou do seu design não quer dizer que está morto!
    Alguns ainda considerão algo util! pls sem preconceitos somos todos iguais ;D

  • Fabiola Dutra:

    Falecido Orkut?Não se depender de mim …Adoro o orkut!
    Acho muito melhor que o Facebook…

  • paulo:

  • Jardel:

    Vo imprimir isso e colocar na parede aqui da Lan

Deixe seu comentário!