Como seria uma verdadeira nave de dobra espacial

Por , em 17.06.2009

Uma dobra espacial pode ser o jeito mais fácil para conseguirmos chegar às estrelas – apesar de uma recente especulação que elas poderiam causar um buraco negro que poderia engolir a Terra e destruir toda forma de vida que conhecemos. Richard Obousy e Alex Szames, pensando nesse jeito de viajar mais longe, criaram o design de como seria uma verdadeira nave de dobra – e não, ela não se parece com a Enterprise, de Star Trek.

O formato da nave foi criado para conseguir manipular a matéria escura e surfar pela bolha de espaço-tempo que seria criada. Proposta inicialmente pelo físico mexicano Miguel Alcubierre, uma nave de dobra é um veículo que não se move mais rápido que a velocidade da luz – pois isso é impossível, segundo a teoria da relatividade de Einstein. Em vez disso, ela manipula o espaço-tempo, criando uma bolha de dobra nas dimensões previstas pela teoria de cordas – que afirma que o universo tem três dimensões de espaço, além do tempo.

nave dobra espacial

Contraindo o espaço à sua frente e expandindo o espaço atrás, a nave poderia viajar de um ponto a outro mais rapidamente, mantendo a velocidade inferior à da luz dentro da nave, mas viajando muito mais rapidamente pelo espaço. “Podemos usar a analogia de um surfista em uma “onda” de espaço-tempo”, afirma Obousy. Essa “onda” facilita a viagem mais rápida que a velocidade da luz sem quebrar nenhuma lei da física.

Atualmente, as naves que existem são ineficientes para viagens espaciais de longa distância. A Voyager, por exemplo, mais rápida nave espacial existente, precisaria de 74 mil anos para alcançar Proxima Centauri, a estrela mais próxima ao nosso sistema solar, no sistema Alfa Centauri. [Gizmodo, Discovery]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 4,50 de 5)

26 comentários

  • Marcos Antonio:

    Interessante essa nave, se algum matemático ou físico conseguir achar a equação para dobrar o espaço-tempo então os engenheiros poderam ter com o que trabalhar e abracadabra, temos uma nave que dobra o espaço-tempo

  • Tibulace:

    Bem bolado!Vc pega o tecido do espaço tempo, lança um jato de água sobre ele, que está apoiado em uma BOA mesa de passar roupas.Usando o ferro de engomar à temperatura apropriada, vai criar, caprichosamente, uma DOBRA no tecido do espaço tempo, ligando o ponto A ccom o ponto B.A passagem do ferro de engomar, vaporiza a água, as fibras da trama do espaço tempo enrijecem e está feita a DOBRA espacial.COMO é que esses caras, falam sobre uma coisa, que eles não possuem a MÍNIMA noção de como fazer?

  • Ricardo C.:

    Naves de dobra.. só lembrei de Starcraft XD

  • Leriontes:

    Engraçado, li algo sobre num fórum… dêem uma olhada http://www.viagemastral.com/gva/viewtopic.php?f=3&t=10750
    talvez este futuro não esteja tão distante, já tem gente recebendo informações “deles” sobre estas tecnologias. Coincidência?

  • Fernando:

    Garanto que até a década de 2040 já estarão testando os primeiros protótipos…

  • Como seria uma verdadeira nave de dobra espacial « neuropost:

    […] Uma dobra espacial pode ser o jeito mais fácil para conseguirmos chegar às estrelas – apesar de uma recente especulação que elas poderiam causar um buraco negro que poderia engolir a Terra e destruir toda forma de vida que conhecemos. Richard Obousy e Alex Szames, pensando nesse jeito de viajar mais longe, criaram o design de como seria uma verdadeira nave de dobra – e não, ela não se parece com a Enterprise, de Star Trek. O formato da nave foi criado para conseguir manipular a matéria escura e surfar pela bolha de espaço-tempo que seria criada. Proposta inicialmente pelo físico mexicano Miguel Alcubierre, uma nave de dobra é um veículo que não se move mais rápido que a velocidade da luz – pois isso é impossível, segundo a teoria da relatividade de Einstein. Em vez disso, ela manipula o espaço-tempo, criando uma bolha de dobra nas dimensões previstas pela teoria de cordas – que afirma que o universo tem três dimensões de espaço, além do tempo. ontraindo o espaço à sua frente e expandindo o espaço atrás, a nave poderia viajar de um ponto a outro mais rapidamente, mantendo a velocidade inferior à da luz dentro da nave, mas viajando muito mais rapidamente pelo espaço. “Podemos usar a analogia de um surfista em uma “onda” de espaço-tempo”, afirma Obousy. Essa “onda” facilita a viagem mais rápida que a velocidade da luz sem quebrar nenhuma lei da física. Atualmente, as naves que existem são ineficientes para viagens espaciais de longa distância. A Voyager, por exemplo, mais rápida nave espacial existente, precisaria de 74 mil anos para alcançar Proxima Centauri, a estrela mais próxima ao nosso sistema solar, no sistema Alfa Centauri. [Gizmodo, Discovery] […]

  • maria fernanda:

    legauuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu amei eu acredito em nave e et

  • Evaldo Saraiva:

    Este assunto de dobra espacial me fascina.
    Antes de começar a me aprofundar no tema
    o meu conhecimento apenas me levala para as reais possibilidades de alcançarmos os limites
    do nosso Sistema solar, feito que a ciência espera realizar daqui a uns 5 anos quando a Voyager 1
    completará 38 anos de viagem, distante 18,5 bilhões de quilômetros de casa.

    O universo quando imaginado atravez do conhecimento de um simples mortal traz a angústia do
    infinito e do imensurável, deixando a nossa mente vagando no vazio de fundamentos cujas respostas
    imaginamos virem somente do Criador.

    Sabemos ainda que se não houvesse limitações físicas para viajarmos até a velocidade da luz, ainda
    assim levariámos mais de 1000 AL para sairmos da nossa galáxia, isso porque, o sistema solar
    encontra-se na ponta do braço de Orion que visto num planisfério galático, podemos calcular
    que estamos à aproximadamente 2.000 AL do limite fronteiriço com o entorno galático ,
    comparando-se a nossa distância em relação à área central galática que é de 30.000 AL.

    Se outros seres viajantes do cosmo nos alcançam de fato, com toda a certeza,
    dominam uma tecnologia semelhante ou superior a essa que agora ficcionamos.

    De outro modo, se ainda não existem seres dotados de tecnologia capaz de dobrar o espaço/tempo
    e tendemos a dominar a ciência que irá criá-la, muito em breve poderemos afirmar que outros
    seres serão encontrados de fato, por nós terremos, terminando ai a nossa angústia,
    ultrapassando as fronteiras do conhecimento, muito perto de Deus.

    Evaldo Saraiva.

    • LuizSCF:

      Até bem pouco tempo atras, muitas coisas eram impossiveis e inimagináveis como o celular, computador, (lembram do tamanho do primeiro computador ?, etc. Hoje a ciencia continua avançando, é bem verdade que lentamente, mais está avançando. Vai demorar, mais chegaremos lá. Possivelmente eu acredito que daqui a uns 150 anos deveremos estar começando a engantinhar para velocidade da luz…… Vida longa e própera para todos……

    • Claudio:

      então … mas eu ja vi em alguns artigos que o corpo humano não resistiria a velocidade da luz … é por issu q a dobra espacial é a chave para a humanidade avançar milhares d anos em conhecimento !
      a e outra coisa não sei quanto tempo pode levar para issu mas uma coisa é certa, quando mais tecnologia temos mais rapida é a evulução da mesma !

  • jussemar luiz batista:

    Tenho curiosidade

  • otavio augusto chaves fernandes dos santos:

    sinto-me como os astronomos do seculo dezenove, acreditando na existencia de vida em marte. a dobra espacial é muito interessante, e permitiria viagens interestelares extraordinariamente rapidas sem quarquer desrespeito as leis fisicas.

  • fabio yamaguchi:

    como manipula energia escura?

  • Carlos:

    Estamos falando sobre as leis da “física” que conhecemos de décadas e séculos atrás,quem sabe o que está por vir….

  • Fernando:

    Interessante, e como seria a passagem do tempo em relação a um observador externo e interno?

    • Claudio:

      o tempo seria o mesmo para ambos, ja que quem esta em dobra na verdade não esta viajando na velocidade da luz ou superior mas relativamente em baixas velocidades
      e boa pergunta !!! porque ja foi provado que quanto mais rapido uma pessoa viaja ou qualquer outra coisa o tempo passa mais devagar, por exemplo se astronautas viajassem na velocidade da luz, no retorno ao planeta terra, aqui ja teria passado anos, centenas de anos ou ate milhares de anos dependendo to tamanho da sua viajem

  • jhonata ferreira:

    Cara bicho, se os cientistas conseguirem criar uma nave de dobra, acabara a possibilidade das pessoas acharem que a terra é o unico planeta à ser habitado. Nem precisa do “planeta” ter armosféra, bastaria apenas ter uma temperatura suportável, e sem riscos do mesmo ser atingido por outros detritos estelares….

  • Sérgio Loback:

    Não esquecendo de Isaac Asimov , que além de ser o maior escritor de ficção científica, era físico !

  • Ruben Zevallos Jr.:

    Pela configuração os aneis não se movimentam e sim devem ser utilizados para criar a bolha que o artigo comenta.

    Com as naves atuais… vamos demorar muito mais que 74 anos… muito mais… mas de qualquer forma é interessante ver que tem gente pensando no assunto.

    O autor de Star Trek entre outras séries e filmes não tinham idéia de física ou qualquer outra coisa… um dos poucos autores que realmente tinha essa preocupação era Arthur C. Clarke

  • Oráculo:

    Caro Dudu, a velocidade da luz é somente uma parte de vários multiplos dela… ou seja, não podemos viajar mais rápido que a velocidade da luz mesmo, isso é fato explicado por Einstein… mas podemos SIM viajar vários MULTIPLOS da unidade C, que é a velocidade da luz….

    Seria como as camadas energéticas dos átomos, quando ganham mais energia, pulam para uma unidade acima e vice versa.

    E isto não implica em quebar nenhuma das leis da física descobertas até o presente momento.

  • Dudu:

    Essa “onda” facilita a viagem mais rápida que a velocidade da luz sem quebrar nenhuma lei da física.

    Como assim, sem quebrar nenhuma lei da Física,sendo que uma das leis da Física fala que nada pode viajar mais rápido do que a luz.

    • Claudio:

      jovem olha so , voce entende por se deslocar ir de um ponto a outro atraves do espaço
      a dobra seria um deslocamento mas d outro tipo vc nao viajaria atraves do espaço e sim o espaço transportaria vc d um ponto a outro, escrevi assim para ficar mais facil a compreenção … nao é exatamente issu mas assim axo q vc entende.

  • Leidival Silva Sales:

    Realmente se parece muito com a nave do fime Contato, apesar de que eu nunca entendi como seria possível os circulos todos girarem em direções contrárias, mas não vem ao caso.

    Parabéns pelo ótimo site

    • Claudio:

      na verdade eles nao se movimentam estão ali apenas para formar uma bolha gravitacional que seria responsavel pela criação da cobra espacial (da fenda formada atravez do espaço)

  • Yuichi:

    Hehehe, acho que ele quis dizer só anos.

    Tenho curiosidade de saber como que eles projetam isso mesmo sem saber manipular a matéria escura direito.

  • Fábio Cerqueira:

    O desenho parece com a nave do filme Contato(1997) baseado na obra Contato de Carl Sagan.

    OBS: Ano-luz é unidade de distância e não de tempo.

Deixe seu comentário!