Conheça nosso ancestral que se alimentava de grama

Por , em 4.05.2011
Conhecido como “Homem Quebra-Nozes”, o nosso ancestral de 2,3 a 1,2 milhões de anos atrás não se alimentava de nozes no final das contas – e nem de sementes ou fruta. O hominídeo Paranthropus boisei, que povoou a África oriental, se alimentava basicamente de grama, de acordo com o relatório de uma equipe de antropólogos e geólogos.

As provas para confirmar a dieta gramínea foram os índices de  isótopos de carbono presentes em 24 dentes de 22 diferentes fósseis. Esses índices são diferentes de acordo com o tipos de planta ingerida. A maior parte das dietas dos hominídeos era composta por frutas, frutos oleaginosos e folhas de árvores, arbustos e ervas de estação fria, que faziam a fotossíntese C3. Mas os isótopos presentes nos dentes mostraram que 77% da dieta de P. boisei vinha das gramíneas, que por sua vez utilizam a fotossíntese C4.

De acordo com o co-autor Kevin Uno, estudante da Universidade de Utah, por causa de sua dieta diferenciada, os “quebra-nozes” não competiam por comida com a maioria dos outros primatas, que comiam frutas, folhas e oleaginosas. “Eles lutavam contra herbívoros, como os ancestrais de zebras e de suínos, além de javalis e hipopótamos”, conta.

Um estudo de 2008 descobriu que o primo do “homem quebra-nozes” do sul do África, o P. robustus, também possuía o hábito de se alimentar de gramídeos: mais de 70% de sua dieta vinham de plantas.

Se os P. boisei comiam tanta grama assim, isso deve ter desenvolvido um sistema digestivo ímpar para completar suas mandíbulas enormes. Se tivessem sobrevivido, poderiam ter acabado tão diferente de outros hominídeos quanto pandas gigantes comedores de bambu são do resto dos ursos. [NewScientist]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

15 comentários

  • claudemir da silva:

    gostei da pesquisa e da matéria

  • Barracuda:

    Desvio…Até ser vegetariano virou uma religião.Deprimente.A natureza é indiferente a isso.Herbivoros também tem doenças.E qual o problema de uma explosão fazer surgir o universo?Isso é mais razoavel que um ditador cosmico(que não foi criado) criar tudo do nada e depois sumir, deixando um bando de alienados babões dele.

    • Urso Panda:

      95% do planeta acredita na existência de uma força superior. Qual a probabilidade de todos estarem errados, desde o início dos tempos? Além disso, as teorias sobre a origem do universo não excluem a existência de um ser supremo. Só os criacionistas radicais não concebem que ciência e fé possam caminhar lado-a-lado. E, de qualquer modo, nada disso dá a alguém o direito de ridicularizar as crenças alheias, só por não partilhar das mesmas.
      Sobre o vegetarianismo, independente de qualquer gosto ou opinião sobre gostar ou não de comer carne, é fato que o tratamento que dispensamos aos animais é, no mínimo cruel – para não dizer obseno. Isso precisa mudar: justificar esse holocausto animal qualificando-os como criaturas inferiores, não é diferente do tratamento dispensado às mulheres, aos negros, aos judeus, aos palestinos e a tantos outros povos oprimidos pelo planeta afora, no passado e atualmente.
      O problema, na minha opinião, não está no consumo de carne em si, mas à banalização da vida. Está em se acreditar que a demanda de consumo justifica os maus-tratos empreendidos contra os animais. Eu sinto vergonha de ter comido carne um dia, conhecendo hoje as condições criminosas às quais eles são submetidos ao longo de sua vida, durante o transporte ou mesmo no abate.

  • MAURO:

    Comprovadamente sabemos que nós humanos somos carnívoros por um desvio de conduta.Um acidente de percurso. Um desvio de trajetória, pois nossas raízes foram sempre vegetarianas. Em um dado momento, passamos a carnívoros. O que é uma pena.Fossemos vegetarianos, pelo menos noventa por cento de nossos problemas de saude não existririam e claro, até o meio ambiente estaria grato pois para mantermos a cadeia alimentar animal a poluição é extremamente maior que manter a cadeia alimental vegetariana.

  • Jorginho:

    Acho mesmo e com justa razão que suas posteridades seguiram comendo aquilo que lhes dão na boca! Pior que acham está certos!!!
    Ontem desmentem aquilo que era “verdade” e amanhã desmentirão o que disseram hoje! Pior que tem asno que acreditam em tudo… incluindo que tudo tenha surgido de uma explosão!

    Por isso mesmo que há pessoas que para asno só falta terem asas!

    • …:

      e vc acredita que um Deus crio a terra em 6 dias e descanso no setimo

  • Ezio Jose:

    Esses ancestrais estão reencarnando n’alguns segmentos da sociedade que se autodenominam veganos ou vegetarianos.
    Pior é que, como os seguidores radicais de certas vertentes religiosas, se consideram puros, incólumes e fazem questão de serem identificados pelo que seguem. Além disso, fazem duras críticas àqueles que não são do seus grupos de gostos e prazeres.

  • Rogerio:

    Eu não sabia que comer salada (de grama) mudava a aparência.

    Impressionante a natureza…

  • Jorginho:

    Essa espécie deram continuidade aos homens-burros que volta e meia fazem alguns comentários aqui!
    Confesso,sou vegetariano, mas capim, sinceramente não como não!

  • Glauco:

    Pow, mas os pandas nem são parentes do urso!

    Mas q belos dentes os dessa criatura, hein??

  • MarVinG:

    Nossa, que bela conclusão, hein, PredadorXD. Estou impressionado com tamanha argumentação. Vi que você sabe bastante sobre ‘Evolução das espécies’

    Obs.: seu português também é ‘ímpar’, meu caro.
    *Não sou vegetariano.

  • PredadorXD:

    Ta ai, ancestrais herbívoros foram extintos! E tem um monte de gente querendo virar vegetarianos.

    • Mário W.:

      O pessoal pensa que tem dentes “caninos” para comer folhas? hahaha

    • Luís Talora:

      Os dentes “caninos” são diferentes das prezas dos animais genuinamente predadores. Os predadores genuínos possuem prezas muito maiores e focinho alongado, entre outras características em comum.
      Esses dentes, são comuns a vários animais VEGETARIANOS, a exemplo dos gorilas. Logo, não “pensamos” que os dentes “caninos” são para “comer folhas”… A função desses dentes é perfurar os alimentos, sejam de origem animal ou vegetal. Assim, não servem só para comer carne. Entendeu? 😉

    • Luis Talora:

      Há inúmeros exemplos de mamíferos vegetarianos na natureza: elefantes, gorilas, orangotangos, chimpanzés… A predileção por carne ou vegetais não é uma questão meramente evolutiva. Exceto pelo fato de que, com a evolução intelectual, devemos aprender a importância de consumir menos carne do que se consome atualmente. Isso é fato.

Deixe seu comentário!