Disparado o laser mais forte já registrado

Por , em 22.03.2012

Na última semana, os 192 raios laser do National Ignition Facility (NIF), na Califórnia, chegaram a um total de 1.875 megajoules quando atingiram sua câmara alvo, superando a expectativa de 1.8.

“Essa demonstração é um marco do laser, do ponto de vista de energia, precisão, poder e viabilidade”, afirma o diretor do NIF, Ed Moses. Ele adiciona que o “tiro” chegou a 2.03 megajoules após passar pela última lente, o que torna esse o primeiro laser com 2 megajoules no mundo.

A ideia do desenvolvimento de lasers é gerar energia através de fusão nuclear (processo no qual dois ou mais núcleos atómicos se juntam e formam um outro núcleo de maior número atômico). A grande questão ainda é quem vai dar suporte a isso. [Nature]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 1,00 de 5)

23 comentários

  • Krypthus:

    Esse lazer tem que ser usado pra guerra…

  • crys:

    foi desenvolvido aqui mesmo no Brasil,um gerador de energia infinita,o sistema é muito simples,o gato só cai em pé,o pão só cai com a manteiga para baixo,amarre o pão nas costa do gato,ele não vai cair vai entra em rotaçao constante,conect ele em um gerador,tái aí o gerador infinito.

  • giuan:

    Uma coisa dessa pode ser usada para outros fins nas mõas erradas, imagina um canhão a laser.

    mas é uma descorbata super animadora para fontes de energia agora resta a questão vam querer levar isso a adiante ?

  • Lucas:

    Típico do ser humano , a cada dia aperfeiçoando a arte de matar.

    • Igor:

      Bom pelo que está escrito na materia, o objetivo desse laser não é matar mas sim gerar energia;

  • Cesar:

    Se este disparo demorou um segundo, então a potência instalada é de 1.875.000 watts, ou 1,875 MegaWatts.

    • Matheus:

      A vá.

    • Tyagho:

      It’s crazy!

  • Jonathan:

    Imagine o desaste de Chermobil ou Fukushima, mas dessa vez, muito maior!

    • Matheus:

      Imagine-se pesquisando um pouco antes de falar algo.
      Isso é fusão nuclear, aquilo é fissão.

    • Jonathan:

      Sei muito bem o que é,estudei Física ok? Fusão libera tanta energia quanto a fissão, se não, mais ainda…os riscos de mexer com a fusão é gigante, ainda mais para nós, que não sabemos nem mexer direito com a fissão!

    • Carlos:

      Estudou muito Física… Fusão nuclear gera 10 vezes mais energia que a fissão, e praticamente não gera radiação…

    • Matheus:

      Vish veio, piorou então…o menino ai não precisa saber o quanto gera ao certo, carlos.Mas se gera tanto assim,pior ainda, pois as instalações terao de ter uma qualidade 10x maior do que as de agora…Eh jonathan, o negocio é como vc falou, primeiro temos de aprender a mexer com a fissao, depois, fusao!!!

    • CASTOR:

      e fusão nuclear não chega nem perto do risco de mecher com fissão
      o risco em mecher com fusão é praticamente zero
      alem do mais é um prosseço que libera helio

      apesar do projeto ja esta pronto
      ela só não é possivel nos dias de hoje
      porque não existe tecnologia em materias para construir essa maquina que gera um calor absurdo e derreteria qualquer metal que agente conheça

    • Igor:

      Fusão nuclear é o que acontece no sol, não é!? E eu ja li que ainda não conseguimos usar esse processo para produzir energia. isso é verdade?

    • CASTOR:

      é sim … agente não usa esse tipo de energia por causa do calor que o processo libera … não conhecemos até então um material adequado para construir a maquina

      mais se um dia acontecer do homem
      manipular isso
      sera uma energia gerada meio que do nada sem causar poluição nenhuma

      ja li sobre cientistas amadores que conseguirem produzir em escala muito menor o tal gerador de fusão
      mais ninguem reconheceu os caras
      devia ser uma farça

  • eduardo:

    Ótimo… preciso instalar um desses em casa.

  • Áleff Silva:

    ressumindo, e criar uma estrela.

  • Jobson:

    Bidu saião…. é nois na foto, ue???

  • Marketing?:

    Aposto que o verdadeiro objetivo é o desenvolvimento de novas armas para a indústria bélica…

    • kim:

      E alguém duvida disso?

    • Matheus:

      Nada a ver.
      Novamente foi o contrário, tal ideia nasceu na guerra fria (não usando lasers, mas uma bomba de fissão nuclear para realizar a fusão) e após isso foi meio que trazida para o meio civil, o objetivo principal agora é produzir energia.

    • Gennady:

      Provavelmente não, hoje, a industria depende muito de lasers, de solda a leitores de media, trasmissão de dados, medicina e afins.
      Muitos dos processos de medicão hoje em dia dependem de laser tb.
      Logo, achar que vc quer fazer algo mais possante só pra acabar com algo nem sempre é verdade (mas tb pode ser um uso, claro :P)

Deixe seu comentário!