Dispositivo permite que humanos conversem e respondam a golfinhos

Por , em 22.05.2011

Segundo especialistas, os incrivelmente inteligentes golfinhos podem compreender mais do que 100 palavras, decifrar instruções humanas e até mesmo usar iPads e aprender noções básicas de comunicação.

Mas seria isso justo? Tem quem acredite que os golfinhos deveriam ter uma maneira própria de se comunicar conosco, sem ter que aprender a nossa língua de sinais ou usar nossos aparelhos.

É por isso que dois pesquisadores americanos, Denise Herzing e Thad Starner, estão criando uma nova linguagem que ambos seres humanos e golfinhos podem entender.

Eles desenvolveram um dispositivo, chamado Telemetria e Audição de Cetáceos (CHAT, na sigla em inglês), e vão testar um protótipo em breve. Trata-se de um pequeno computador envolto em uma capa impermeável e dois hidrofones capazes de detectar a frequência de sons dos golfinhos, que pode ser até 10 vezes superior ao mais alto grau que uma pessoa pode ouvir.

E como ele funciona? Um mergulhador leva o computador no seu peito, utilizando um dispositivo portátil para selecionar qual som fazer em resposta ao som do golfinho. O mergulhador tem que usar uma máscara com luzes LED, que indicam de onde os sons estão vindo, para que saiba qual golfinho está falando.

A equipe espera criar um novo idioma usando um método de “chamada e resposta”. Os mergulhadores podem produzir um de oito sons já criados, que correspondem aos desejos dos golfinhos, como “brincar com algas” ou “passear na esteira do barco”.

Usando o software de CHAT, o mergulhador vai determinar se o golfinho repete o som. Com o tempo, o sistema irá aprender a reconhecer a “pronúncia” dos golfinhos, e decifrar seus sons naturais.

O objetivo da pesquisa é compreender unidades fundamentais da linguagem dos golfinhos, e se comunicar com eles através delas. Denise vem tentando uma comunicação com golfinhos selvagens desde 1998, e tem conseguido ensinar aos animais símbolos associados com pedidos específicos, como “brincar com algas”.

Porém, a pesquisadora não acredita que esse sistema, “humano demais”, seja amigável ao golfinho. O CHAT será ideal porque permitirá que as pessoas se comuniquem com os golfinhos numa linguagem mais atraente para eles. O que será que os golfinhos têm para nos dizer? Talvez seja melhor não querermos saber.[POPSCI]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,75 de 5)

9 comentários

  • rogênio:

    eu tenho medo é que os desgraçados humanos usem esse dispositivo para manipular os golfinhos e explorá-los

  • DENIS:

    COM CERTEZA ELES VÃO DIZER QUE ABDICARAM DA RACIONALIDADE PELOS A INSANOS DOS HUMANOS

  • Ladislau Neto:

    Li por aí que eles são inteligentes como uma criança de 2 anos. Mas acho que deve ser um pouco mais.
    Eles devem ser apaixonantemente inocentes… vai render boas risadas.
    Porém devem ser muito sugestionáveis… não sei se podemos esperar uma manifestação de revolta e independência. No máximo, pirraça.

  • Guilherme Euripedes:

    Ao final do experimento os golfinhos dirão:

    “Até mais, e obrigado pelos peixes.”

    Quem entendeu dá um joinha! =]

    • ADR:

      BOA! huahua….
      mas acho q mais ninguem entendeu!

  • Renato:

    os Deinonicos(especie de dinossauro) eram mais inteligentes que os golfinhos…eu queria saber o q eles tinham a dizer 65 milhões de anos atrás

  • Wellinton Gaspar:

    Legal agora eles poderão fazer greve de silencio por causa da poluição dos oceanos.

  • Rodrigo Galera:

    Engraçado quando lemos esse tipo de notícia e nos vem logo na cabeça: será que podemos nos SURPREENDER com algo totalmente novo por parte dos golfinhos?

  • matheus:

    eu achoque deve ficar como deve.

Deixe seu comentário!