Será que depois do anuncio de Elon Musk mais pessoas vão planejar suas viagens a Marte

Por , em 21.01.2020

O CEO da SapceX, Elon Musk, tem como objetivo construir uma cidade em Marte com um milhão de pessoas até 2050. Na semana passada ele revelou mais detalhes, com a informação sobre como cidadãos comuns podem participar do futuro multiplanetário da humanidade.

O que Musk propõe é um sistema de empréstimos para aqueles que não podem pagar adiantado pela viagem. Nesse sistema, os visitantes trabalhariam em Marte para pagar pela viagem. A ideia do empréstimo apareceu no Twitter em resposta a questionamento sobre como seriam escolhidas as pessoas que viajarão. Quando questionado sobre o pagamento, Musk disse que haverá bastante trabalho em Marte.

Musk sugeriu, em 2019, que uma passagem custaria US$ 500 mil, podendo até chegar a US$ 100 mil com o passar do tempo. Em 2016, ele falou que o objetivo era atingir o valor de US$ 200 mil, custo médio de uma casa nos Estados Unidos.

No entanto, o valor que Musk quer financiar é de viagens de ida e volta de Marte. Acontece que uma casa pode ser vendida posteriormente. No caso da viagem, Musk ainda não explicou o que aconteceria com alguém que não conseguisse pagar o empréstimo.

No final das contas, os preços dependerão de quantas pessoas vão adquirir suas passagens para Marte. Isso devido à questão de oferta e demanda, de acordo com o CEO da SpaceX.

As viagens

As viagens entre Terra e Marte dependem da posição dos dois planetas, eles ficam mais próximos a cada 26 meses. Nessas fases de menor distância, Musk calcula que, por um período de 30 dias, 1 mil naves possam partir para Marte.

As naves de aço inoxidável chamadas Starship farão as viagens. O objetivo é que cada uma delas faça três voos por dia, sendo que cada nave pode carregar 100 toneladas. O sistema de transporte é reutilizável e pode levar pessoas e carga.

A pergunta que não quer calar é: como as pessoas pagarão pelo empréstimo? Nesse ponto a publicação Inverse lembra que, em 2016, Musk declarou que a mão de obra seria escassa por um tempo.

Assim, é possível que as pessoas tenham a oportunidade de quitar suas dívidas de passagem. A questão é se elas vão se aventurar a trocar um lar na Terra por uma viagem incerta a Marte. Vale lembrar as palavras de Musk de que a viagem pode ser difícil e perigosa. [Inverse, SpaceX, Twitter]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (19 votos, média: 4,74 de 5)

1 comentário

  • Edward Snowden:

    É um assunto muito intrigante. Sabemos que é algo meio fora do comum mas supondo que tudo ocorra como planejado e eu tivesse a chance de ir. Iria sem duvidas. As pessoas já não querem mais salvar o planeta Terra, elas só querem aparecer na TV com discursos e mais discursos. Muito barulho e pouca ação.

Deixe seu comentário!