Essa é a luz mais antiga do universo

Por , em 6.03.2017

A imagem acima combina dois conjuntos de dados para mostrar o efeito Sunyaev-Zel’dovich dentro de um aglomerado denso de galáxias.

O efeito Sunyaev-Zel’dovich (ESZ) é uma das mais promissoras técnicas de investigação cosmológica, envolvendo aglomerados de galáxias e a radiação cósmica de fundo (RCF). Ele é uma modificação no espectro planckiano da RCF devido à interação dos fótons com os elétrons energéticos que permeiam um aglomerado.

Assim, o ESZ permite que vejamos o que resta da luz mais antiga do universo, agora uma fraca radiação de micro-ondas. Essa RCF enche o cosmos com fótons que recebem um pequeno impulso de energia quando viajam através de elétrons de alta energia. [Wired, USP]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (8 votos, média: 4,13 de 5)

2 comentários

  • Alberto Carvalhal Campos:

    Esta radiação cósmica de fundo tem que ser melhor analisada. O universo não tem apenas 13 bilhões de anos luz e sim centenas de bilhões.

    • Cesar Grossmann:

      Cuidado com as conclusões apressadas…

Deixe seu comentário!