EUA sedia primeira Copa do Mundo de luta de travesseiros

Por , em 23.05.2011

Quando as palavras “luta de travesseiro” são pronunciadas, espera-se que quem as ouça logo pense em um jogo divertido da infância ou em moças seminuas dando um showzinho (depende da sua imaginação), mas para as mulheres participantes da Copa do Mundo de Luta de Travesseiros, essa é uma competição esportiva real.

Oito mulheres armadas com travesseiros macios e vestidas como atletas de luta foram vistas entrando no ringue durante a primeira edição do Pillow Fight World Cup, ou Copa do Mundo de Luta de Travesseiros. O torneio ocorreu dia 17 de maio, no bairro do Brooklyn, na cidade de Nova York.

Todas as concorrentes eram mulheres, vindas de países como Áustria, Japão, Suécia e, claro, EUA. “Embora seja menos brutal que o boxe, você ainda precisa de técnica”, explica Maylin Kretzschmar, 26 anos, uma das três austríacas envolvidas no torneio. “É um esporte divertido. Eu não quero dar um soco na cara da pessoa, mas ainda assim consigo liberar minha agressividade acumulada em alguém”.

Os austríacos são considerados os competidores mais experientes, já que eles possuem um campeonato nacional próprio de luta de travesseiros e costumam treinar constantemente para competições.

A mente por trás da Pillow Fight World Cup é de Andrew Thompson, criador do Punk Rock Pillow Fight, um evento esporádico e unissex sem muitas regras ou limites. A delegação austríaca então lhe pediu para planejar uma Copa do Mundo feminina – e séria – e ele ficou feliz em organizá-la. Segundo ele, os envolvidos no campeonato veem o evento como uma oportunidade para aumentar a visibilidade do “esporte”, com o qual a maioria das pessoas provavelmente não têm contato desde a infância.

As regras da luta de travesseiros são muito simples: as partidas são disputadas em dois rounds, cada um com a duração de dois minutos. Os juízes avaliam os golpes na cabeça e no corpo e penalizam os lutadores que viram as costas para o adversário ou se apoiam com o joelho no solo para não cair. A lesão mais grave sofrida por esses bravos guerreiros empunhando travesseiros é um corte nos nós dos dedos.

Os bilhetes para a edição deste ano da Copa do Mundo de Luta de Travesseiros foram esgotados, o que aumentam as chances de termos um segundo torneio em 2012. [OddityCentral]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

5 comentários

  • Nem ia falar, mas não aguentei:

    Por que ridículo ? Tão ridículo quanto ficar correndo atrás de uma bola só para acerta-la no meio de 3 paus com uma rede dentro.

    • Renata:

      Na verdade,as duas coisas são ridículas,pois não acrescentam nada à ninguém,tanto fubebol quanto essa idiotice aí tem o mesmo fim,zombar da inteligência das pessoas,fazendo brincarem e brigarem por essas babaquices,igual animais no circo.
      Brincar de guerra de travesseiro entre amigos,familiares etc,é divertido,mas fazer disso um “campeonato mundial”?
      Perae tem coisa errada,nem Deus atura isso.
      O que me revoltou nisso tudo,foi ver apenas mulheres se sujeitando à isso.Porque não colocaram homens também?acaba deixando uma imagem errada apenas das mulheres.aff

  • Exordium…:

    Os Presidentes Desses Paises Participantes,Devem Pensar:
    “Bem,Se Os Macacos Querem Brincar Com Travesseiros,Daremos Logo Um Campeonato Para Que Se Destraiam E Não Enchão O Saco.”

    É Nostálgico?…Positivo
    É Ridículo Esse Campeonato?…Positivo
    É Inteligente Isso Td ?…Negativo

  • M_M:

    Eu e meus irmãos faziam um campeonato de guerra de travesseiros em cima da cama
    Nostalgia..

  • Pensador®:

    Isto é simplismente ridículo.

Deixe seu comentário!