Medicamento pode evitar câncer de mama em casos de alto risco

Por , em 15.04.2011

O uso da droga tamoxifeno, usada para o tratamento de câncer de mama, é muito controverso por causa de seus efeitos colaterais graves. Porém, uma nova pesquisa indica que, para algumas mulheres saudáveis com menos de 55 anos, pode valer a pena correr o risco.

Embora o tamoxifeno possa aumentar o risco de câncer de útero, ataque cardíaco e derrame, uma análise dos dados de quatro ensaios clínicos que envolveram 1,5 milhões de mulheres concluiu que existe uma janela na qual tomar o medicamento para prevenir o câncer de mama deve ser considerado.

As mulheres com maior probabilidade de benefício da droga são as entre 50 e 55 anos, com risco 66% maior de desenvolver câncer de mama dentro de 5 anos.

Para cada mil mulheres tratadas, o tamoxifeno poderia evitar 29 casos e 9 mortes. Segundo os pesquisadores, em casos de alto risco, os benefícios ultrapassam os danos. Caso contrário, seu uso deve ser evitado. [NewScientist]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • maria:

    tomei tamoxofeno durante 5 anos nao tive efeito colateral nenhum hoje tenho 38 anos me considero curada mas me preocupo pois tenho 1 filha de 15 anos

  • Elizabeth:

    Para arriscar seria necessário um teste genético que indicasse a possibilidade da mulher poder vir a ter câncer.
    No Brasil esses testes ainda são caros.

Deixe seu comentário!