Medicamentos antigos são melhores e mais baratos do que os novos lançamentos

Por , em 5.03.2012

Segundo um novo estudo, casos em que um medicamento recém-aprovado é mais eficaz do que alternativas mais baratas já disponíveis são exceções, e não a regra.

Pesquisas realizadas em 39 especialidades farmacêuticas lançadas no mercado alemão em 2009 e 2010 mostram que frequentemente havia dados insuficientes sobre a eficácia de uma droga quando sua aprovação foi concedida.

Os cientistas explicam que, legalmente, o processo de licenciamento de uma droga nunca obrigou que houvesse comparação direta de dados entre um novo medicamento e um já disponível no mercado.

As avaliações dos pesquisadores mostram que cerca de metade das aprovações de drogas se baseou em estudos que compararam a nova droga em relação a um placebo, e não um medicamento comparativo eficaz.

Isto pode dar origem a uma margem de interpretação sobre os preços quando novos medicamentos são comercializados. Além disso, os pesquisadores não descartam também a possibilidade de que esses novos remédios mais caros sejam na verdade inferiores às alternativas já existentes no mercado.[ScienceDaily, Foto]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

7 comentários

  • professor:

    A indústria farmacêutica brasileira visa apenas o lucro abusivo, e quando seu lobby detecta algum medicamento funcional da farmacopéia, que é usado e que usado popularmente, de pronto, eles veiculam propagandas pagas através dos telejornais e revistas se posicionando contra tais ‘remédios’, considerando-os panacéias, e sem pesquisa científica nenhuma, os condena em favor dos caros medicamentos lançados pelos laboratórios, e tudo isso com o aval da ANVISA, que é o ‘cartório’ brasileiro do FDA, Food & Drug Administration, que não pesquisa nada e só repete as bobagens deste órgão americano.

    Algumas das panacéias que funcionam e curam, proibidas pela ANVISA: (procure na internet os nomes e confirme)

    – Água Coloidal de Prata – Mata 100% dos vírus, bactérias e fungos causadores de doenças graves e ‘incuráveis’ que infestam os hospitais e casas de saúde.

    – Água Oxigenada 10 volumes – Nenhum microorganismo vivo consegue sobreviver na presença do peróxido de hidrogênio.

    – Água Ozonizada – para acelerar a cura dos pacientes com queimaduras na pele, e quando ingerida, finaliza os problemas gastro-intestinais.

    – Terapias por geoterapia, cromoterapia e outras que funcionam e que são desprezadas por não darem lucro algum para os laboratórios.

    Os médicos que prescrevem medicamentos, nunca prescrevem uma receita barata, só medicamentos novos, caríssimos e com inúmeros efeitos colaterais.
    Estou mentindo? Confira os preços dos remédios nas farmácias!

  • fulano de tal:

    mas restringir o lançamento de um medicamente apenas se for melhor do que os já lançados acabaria por acabar com a livre concorrencia, pois sempre seria apenas um o medicamento disponibilizado, numa situação de monopolio.

    • Bovidino:

      Livre concorrencia é uma coisa, safadesa e corrupção é outra. Não se trata de só produzir se for melhor, mas de não induzir as pessoas a comprarem os lançamentos mais caros alegando que são melhores. Além do mais, pelo menos na área da saúde, a concorrencia não deveria se sobrepor a moral.

    • LorD FeniX (Marthins):

      Sem citar os casos de um medicamento que é lançado para uma finalidade, se revela mediano ou até medíocre para trata-la porem acaba revelando ótiimos resultados para outra que ninguem suspeitava q ele servissse. Há vários casos assim.

  • Bovidino:

    Isso é evidente. A poderosa indústria farmacêutica e a medicina mercantilista são parceiros nesse desavergonhado comércio de bilhões. Por que será que ninguém vai para cadeia?

    • Fist of God:

      Porque o imoral nem sempre é ilegal, principalmente numa indústria bilionária como a farmacêutica com os melhores advogados que o dinheiro pode comprar, que pode, portanto, aproveitar cada brecha das leis.

    • R^ml:

      E com médicos que aceitam S U B O R N O S em forma de viagens, congressos e outros “insentivos” para receitarem os lançamentos!!!

Deixe seu comentário!