Médicos encontraram este “ovo de avestruz” na bexiga de um homem

Um homem de 64 anos teve de remover, cirurgicamente, uma pedra da bexiga quase tão grande quanto um ovo de avestruz em um hospital nos EUA.

O homem sentiu dor no lado esquerdo do corpo e relatou problemas para urinar que perduraram ao longo de três dias. Depois, foi encaminhado à sala de emergência do Centro Médico St. Mary, em Long Beach, na Califórnia.

No hospital, uma tomografia computadorizada identificou não apenas uma, mas duas pedras. A primeira foi encontrada no ureter, conectado ao rim esquerdo, e a segunda era uma pedra absolutamente monstruosa instalada dentro da própria bexiga. Ela media 12 por 9,5 por 7.5 centímetros e pesava 770 gramas. Suas dimensões não alcançam as de um ovo de avestruz – que pode medir até 15 centímetros de comprimimento e pesar até 1,5 kg – mas não estão tão longe de chegar lá.

Falta água!

As pedras da bexiga, que não devem ser confundidas com cálculos renais, geralmente são causadas por uma inflamação no órgão. Isso ocorre quando o corpo sofre desidratação ou a urina está muito concentrada, fazendo com que ela junte cristais na bexiga. Ao longo do tempo, estes se acumulam e formam pedras cada vez maiores.

A maioria delas, no entanto, não chega a ser tão grande. O paciente foi um caso raro e muito específico, que chegou, inclusive, a vencer um agressivo câncer de bexiga há mais de 10 anos. Na ocasião, os cirurgiões removeram completamente o órgão e construíram um novo, com partes do intestino.

Esse procedimento é chamado de neobladder (nova bexiga, em tradução literal), e constrói órgãos particularmente suscetíveis à doença de pedra. Ao longo dos anos, vários casos demonstraram que as pedras em um neobladder podem se formar manifestando poucos sintomas, o que lhes permite crescer em tamanhos consideráveis antes que o paciente perceba algo de errado.

Um caso relatado em 2004 descreve uma mulher com uma pedra em um neobladder medindo 10,5 por 7 por 7 centímetros (4.1 por 2,7 por 2,7 polegadas), pesando 760 gramas (1,76 libras). Outro caso, de 2011, envolveu um homem com três grandes pedras em sua nova bexiga.

Outras “pedras históricas”

De acordo o Guinness World Records, a maior pedra da bexiga foi removida de uma paciente de 62 anos de idade em uma clínica voltada ao tratamento do câncer no Brasil. Ela chegou a medir 17,9 por 12,7 cm por 9,55 centímetros e pesava 1,9 quilos.

O paciente de St Mary teve sua pedras removida cirurgicamente, embora a menor delas fosse tratável com lasers. Ele não apresentou complicações após o procedimento, e seus médicos o estão monitorando para o caso de novas pedras se formarem.

O relatório foi publicado no New England Journal of Medicine. [ScienceAlert]

Por: Carolina GoettenEm: 11.09.2017 | Em Outras  | Tags: ,  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (7 votos, média: 4,57 de 5)
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta