Mito ou realidade: carne escura faz mal para o coração?

Por , em 7.03.2012

De acordo com um novo estudo da Universidade de Nova York, a carne escura de aves é mais saudável do que imaginávamos.

Um nutriente chamado taurina, encontrado em abundância nas carnes escuras de aves, reduz significativamente o risco de doença coronária em mulheres com colesterol alto. A taurina também pode proteger contra a diabetes e a pressão alta.

Muitos médicos recomendam comer carne branca ou leve ao invés da escura, porque contém menos gorduras saturadas. Apesar disso ser indiscutível, o novo estudo demonstra que a carne escura pode carregar mais nutrientes.

Nem branca nem escura

A taurina é um nutriente conhecido como antiinflamatório e regulador da pressão sanguínea, por ter funções nos nervos, produzir a bile (que quebra a gordura), entre outras importantes funções.

Uma equipe liderada por Yu Chen, da Universidade de Nova York, estudou a associação entre os níveis de taurina no sangue e o risco de doenças coronárias, uma das condições mais assassinas no mundo. O grupo examinou amostras de sangue e a alimentação de cerca de 500 mulheres, dividas entre aquelas sem histórico de doenças cardíacas e as com doenças durante o período do estudo, entre 1986 e 2006.

Para a maior parte das mulheres, altos níveis de taurina parecem oferecer poucos benefícios ao coração. Mas no caso daquelas com alto colesterol, altos níveis de taurina reduziram o risco de doença cardíaca em 60%.

Os níveis altos de taurina foram associados com a ingestão de carne escura de aves, apesar do nutriente também ser encontrado em ostras e moluscos.

A magreza da carne branca

A carne escura ganha sua cor da mioglobina, um composto usado pelos músculos para transportar o oxigênio e acelerar a atividade. Galinhas e perus domesticados não voam, apenas andam, por isso a carne de suas pernas fica mais escura do que o peito e a asa. Patos e gansos voam e andam, por isso a maior parte da carne é escura.

Carne branca tem cerca de metade da gordura saturada da carne escura, e por isso ela tem sido colocada como a alternativa saudável. Mas a carne branca é basicamente um sistema de proteínas; já a escura contém muito mais nutrientes. Além da taurina, a escura é mais rica em minerais como ferro, zinco e selênio, assim como vitaminas A, K e complexo B – B1, B2, B3, B6, B9 e B12.

Não beba isso

Pessoas com uma alimentação estritamente vegana, que elimina todos os produtos de origem animal, pode ter dificuldade em conseguir níveis suficientes de taurina, e podem necessitar de um suplemento. O corpo pode produzir taurina da vitamina B6 e da cisteína, um aminoácido; mas cisteína, também, é encontrada mais facilmente nos produtos animais. Um precursor da cisteína, a metionina, é encontrada em algumas sementes.

Muitas bebidas energéticas contém altos níveis de taurina – ou 10 vezes mais do uma porca de carne escura. Chen alerta, entretanto, que essa é uma taurina sintética. Essa substância ainda não foi devidamente testada, por isso não se pode assumir que a versão sintética pode servir como substituta da natural. Essas bebidas também contêm altas quantidades de cafeína e açúcar. [LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

8 comentários

  • claudemir da silva:

    o importante é se alimentar bem e saudavel

  • marcos:

    pensei que era carne vermelha nem sabia que tinha escura, ruiva etc…

  • Raimundo Putim:

    A maioria das pesquisas que envolvem a saúde das pessoas são divulgadas com o intuito de ganhar ilimitada quantidade de dinheiro. Nós, pobres mortais, ficamos sempre perguntando ao ler o resultado de uma pesquisa: SERÁ MENTIRA OU SERÁ VERDADE?

  • Ester Maria da Rosa Santurion:

    Vinho tinto é o ideal.

  • gloria:

    As vendas de carne escuras cairam, então encomendaram essa pesquisa, antes disso só carnes brancas eram saudáveis, agora vemos muitos estudos provando q alguns pedaços nobres d porcos e bois e muito caros fazem bem a saúde, assim como outras carnes, ovos ,abacates, amendoim e outras comidas gordurosas são benéficas. Dá p\ acreditar nesses estudos?Tudo é permitido comer se a pessoa ñ tem intilerancia alimentar delas, comer pode mas c\ modereção.Morrer todo mundo vai um dia!

    • jodeja:

      Ao humano, por ser onívoro tudo é permitido comer, a alimentação macrobiótica diz que a quantidade modifica a qualidade, logo…

  • Raimundo Putim:

    Ditado popular: “O que não mata, engorda”. Esse é o tipo de pesquisa divulgada apenas para causar polêmica.

  • André:

    E tomar Red Bull, ajuda?

Deixe seu comentário!