Mulher iraniana que ficou cega por ácido salva seu atacante

Por , em 2.08.2011

Sim, parece uma história de filme. Um homem, Majid Movahedi, jogou um copo de ácido sulfúrico no rosto de Ameneh Bahrami porque ela se recusou a se casar com ele, depois de anos sofrendo assédio sexual.

A mulher ficou cega e desfigurada, e lutou no tribunal iraniano para conquistar o direito de fazer o mesmo com Movahedi. Três anos atrás, o tribunal ordenou que cinco gotas do produto químico deveriam ser colocadas nos olhos do condenado, mas Ameneh Bahrami concedeu-lhe perdão um minuto antes da sentença ser executada.

Desde que foi anunciada, a decisão foi amplamente condenada pela comunidade internacional. Representantes da Anistia Internacional para o Oriente Médio e África do Norte pediram que as autoridades iranianas revissem seu código penal, e disseram que infligir cegueira deliberadamente por um médico especialista é um castigo cruel que equivale a tortura, proibida pelo direito internacional.

Bahrami disse que estava buscando o castigo porque ela queria dar um exemplo para os iranianos de que ataques contra mulheres não devem ser tolerados. Ela afirma que nunca pretendeu ir até o fim com isto e que se sente bem por perdoá-lo, mas também por mostrar que retribuir era um direito dela.

Ataques com ácido sobre as mulheres são tão horríveis que, num ato emocionado, cegar Movahedi parece ser uma punição apropriada. Mas impressionante mesmo foi a capacidade de Bahrami de perdoar seu agressor e ainda dizer que cada um, individualmente, deve tentar tratar os outros com respeito e bondade, a fim de ter uma sociedade melhor.

Infelizmente, as pessoas envolvidas não estão seguindo seu exemplo. Depois de cancelar o cegamento, ela pediu uma compensação financeira para as contas médicas. Agora, é contra as autoridades do Irã que ela deve lutar para obter a quantia.

Depois de tudo isto, ainda dizem que Movahedi não se arrepende e tem sido rude com ela. Às vezes ser uma boa pessoa não é nada fácil… [Jezebel]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

30 comentários

  • PHAS:

    Religião… até quando? Só lamento a pena de cegar o agressor com ácido não ter sido cumprida.

  • Victória:

    O minimo que esse idiota devia fazer como punição é pagar por tratamento do rosto,olhos biônicos ou algo que talvez ajude na visão e uma casa para essa senhora que não tem pra onde ir agora que não pode se casa ter filhos ou ao menos ver o mundo.E claro ele devia ter prisão perpetua por essa tortura!Tenho certeza que as pessoas concordam comigo!

  • Shift:

    Ela fez isso pra ficar em paz consigo mesma, isso vai de pessoa pra pessoa, eu nao consigo ficar em paz comigo mesmo na maioria das vezes sem uma ‘pequena’ vingança por exemplo, outras pessoas si sentem piores si se vingarem.

  • alice:

    O perdão foi uma forma que ela achou para n mais sofrer. tenho certeza de que, a paz está habitando em seu interior………..

  • Jurema:

    concordo em genero numero e grau com CESAR de 03.08.2011, é impossível compreender por q homens mulçumanos agem com essa bestialidade. É claro q a situação das mulheres mulçumanas é desesperadora, contra a força não existe argumento.

  • Andromeda:

    Na verdade o que ela deseja agora não é uma simples indenização, sim custeio para tratamento. Infelizmente o perdão dado por Ameneh Bahrami ao seu algoz não surte efeito moral na comunidade islâmica, o que é muito triste. Há séculos as mulheres são barbarizadas por seus pais, maridos e familiares, reduzidas a condição de animais e nem Comunidade Européia, ONU ou qualquer órgão internacional tem poder para proibir ou amenizar essa situação no Oriente Médio. Quantas Ameneh estarão sendo derretidas hoje? Quantas mutiladas, física e moralmente?

  • Cesar:

    O pior castigo provavelmente foi ter que casar com um animal destes. Nos países do Oriente Médio, como Irã, Afeganistão “et caterva”, é muito comum o marido massacrar a mulher por quase nada. Um brasileiro que foi para lá como mariner americano contou como um pastor afegão cortou o nariz da mulher por que ela espiou curiosa para as visitas na sala, pela cortina que separava a sala da cozinha! Milhares de moças no Afeganistão já tentaram se imolar com gasolina para não ter que casar com as verdadeiras bestas humanas chamadas “homens muçulmanos”.

    Sim, pode me acusar de islamofobia. De onde eu vejo, o islamismo é uma religião tribal e bárbara, cruel, patriarcal, atrasada, uma verdadeira mácula no mundo moderno. E o cristianismo parece que está com inveja do islamismo, com suas hordas de criacionistas que negam a evolução e o Big Bang.

    • Júlia Ilze Farias:

      Misturou legal, né colega? O problema não foi a religião, mas o comportamento controlador e abusivo desse monstro. Leia de novo, ela se recusou a casar com ele.
      Separa os problemas. Esta mulher é do islã também e veja que exemplo de coragem.

  • Jéssica:

    Eu cegaria e desconfiguraria!! idiota ele pensa que é quem pra se achar no direito de acabar com uma pessoa deste jeito e as pessoas ainda acham bonito ainda que ele foi perdoado.

  • Skill:

    Bem o cara vai fricar preso por um tempo que pode ser considerado indeterminado…

    ISto vale para analisarmos sobre a imagem que a midia do Ocidente tenta nos passar do Irão.

    Ou seja…tem justiça lá sim…do jeito deles, mas tem.

  • Alex:

    O perdão é lindo. Mas a justiça deve prevalecer.

    Se todos os psicopatas recebessem o perdão esses 2% da população dominaria o mundo e nossa sociedade desabaria.

    Podemos praticar o perdão em nível individual mas em nível institucional a pena deve ser coercitiva.

  • Renal:

    Nao podemos saber ao certo qual foi o real motivo do perdão, uma vez que ela pediu uma compensação financeira. Se fosse só o perdão, estaria então perdoado.
    Que dinheiro do mundo paga um crime desses?
    “…bom, por outro lado, aqui no Brasil o castigo maior dói quando mexem no nosso bolso.”

  • lennon lima:

    Eu tinha largado ácido no rabo dele!

  • DIRLENE:

    ATIDUDE DIGNA DESSA MULHER.COM CERTEZA ESTE PERDÃO DEIXARA´ UMA GRANDE CICATRIZ MAIOR E MAIS IMPORTANTE NA ALMA DE MUITOS.

  • xd:

    Isso infelizmente acontece o tempo todo no oriente-medio.!!!
    Esse povo tem a mentaidade de uma ervilha congelada !!!!!

  • X:

    Essa mulher tinha que ganhar o premio nobel da paz.

  • vicente:

    nem o crime nem o mal compensam

  • big bang:

    O sofrimento dessa mulher foi uma grande lição, ela sentiu o horror e a dor de ter sua vida transformada. So ela sabe o q sentiu e passou. E depois de tanto sofrimento ela aprendeu q não se combate mal com o mal. Para quem compreende o q isso significa…

  • Natália Cristina:

    ……….só por causa de um mísero pedido de casamento, isso é coisa que se faça?
    Isso ja é uma doença.
    Da agonia só de ver essa foto e ver que o olho dela sumiu completamente.

  • Natália Cristina:

    Eu não Perdoaria uma coisa dessas.
    Que brutalidade, q

  • Miguel:

    Eu não perdoaria, mandava a comunidade internacional às couves e cegava o homem! Adorava saber se alguém da Amnistia Internacional fosse cegado e desfigurado dessa forma, se essa pessoa também não ia querer vingar-se!
    Se essa mulher vivesse cá em Portugal, a lei jamais lhe daria essa oportunidade, mas ela vive num país onde essa vingança é possivel por lei, e ela não aproveitou.
    Não percebo porque ela tomou essa decisão…

  • Mau:

    Eu falaria:
    _Nao joga acido nele,mais corta o saco e o piu piu dele.

  • Mau:

    Eu falaria:
    _Nao queima o rosto dele,mais corta o saco e o penis…

  • Mau:

    Talves ela nao quiria que o cara sofrese o mesmo que ela,
    Nossa isto é um crime sem nocao,ainda mais coitada ,estava sendo assediada.
    Cada lei,fiquei muito triste por ela,alem de perder a vissao que é algo maravilhoso , perdeu tbm a estetica, sem comentarios.

  • Juju:

    ELA TEVE NO PODER DE SUA DECISÃO A OPORTUNIDADE DE MOSTRAR PRA ESSA SOCIEDADE MACHISTA QUE QUEM FERE UM DIA PODE SER FERIDO E DEIXOU ESCAPAR. CREIO QUE ESSE FATO NÃO ERA QUESTAO DE PERDAO OU NAO, OU DE VINGANÇA OU NÃO E SIM DE FAZER ELE PASSAR POR UM POUCO DO QUE ELA PASSOU. LUTOU TANTO NOS TRIBUNAIS, PARA QUE?

  • Bató:

    Ela perdoou por que nao ne viu no espelho ultimamente.

  • André:

    Ela é uma pessoa incrível, pois perdoou o bandido. Eu jamais perdoaria.

    • Renal:

      Bandido sao os caras da outra reportagem…rss
      esse deve ser covarde…

  • Anonima revolts:

    QUE VAGABUNDO!

  • Aline:

    Eu não perdoaria!

Deixe seu comentário!