Mulheres solteiras ainda sofrem o estigma das solteironas

Por , em 29.03.2010

Em 2009 pesquisas indicaram que 40% dos adultos eram solteiros. O número de mulheres solteiras com 30 anos de idade ou mais também aumentou, mas, de acordo com as próprias mulheres, o preconceito que elas sofrem por serem solteironas e a quantidade de vezes que ouvem que “vão ficar pra titia” ainda não diminuiu – e aquela sua vovozinha que fica perguntando quando você vai casar o tempo todo também não ajuda sua auto-estima, não é?

Segundo especialistas, as “solteironas” se sentem muito expostas (porque todos sabem que elas não estão casadas e por isso elas atrairiam a atenção) e, ao mesmo tempo, invisíveis (porque ninguém se interessaria por elas, já que estão solteiras, além das pessoas que assumem, pela idade, que elas já são casadas e têm filhos).

Os problemas das mulheres “solteironas” são:

– Consciência da mudança de realidade que elas passam a medida em que os anos também se vão: a diminuição das chances de que elas encontrem um parceiro decente ou a menor probabilidade de ficarem grávidas.

– Confrontos desagradáveis com outras mulheres da mesma idade que já estão casadas e com filhos, principalmente quando estas perguntam sobre a vida da “solteirona”.

– Sensação de insegurança imposta por amigos e familiares que fazem piadas ou comentários maldosos.

De acordo com a pesquisa a fase mais crítica das solteironas é entre 25 e 35 anos. Mulheres com menos de 25 anos não sofrem nenhuma pressão – as piadinhas e comentários só começam depois dessa época. Já as mulheres com mais de 35 anos aparentam não se preocupar tanto com sua condição de solteira.

Os especialistas dizem que a mídia não contribui para o fim destas idéias. Programas como Sex and the City, que mostram mulheres desesperadas para encontrar o casamento, e as próprias novelas, que sempre terminam em casório, acabam doutrinando a sociedade – e principalmente sua vovozinha, que insiste em lembrar que “no tempo dela, quem não casava com 20 anos não casava mais”.

Fonte: ScienceDaily

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

59 comentários

  • Sandra Navarro:

    Tantos comentários preconceituosos só reforçam a tese de nossa sociedade ainda não consegue entender que as pessoas têm o direito e a autonomia de decidir seu destinos fora de padrões sociais tão rígidos, ou muitas vezes, as coisas simplesmente não acontecem do jeito que planejamos. Quem disse que se tem total controle sobre se vamos casar ou não, ter filhos ou não, ser felizes ou não? A vida é dinâmica, as coisas mudam, o mundo dá milhares de voltas. Acredito que nem todas as pessoas foram feitas para casar (como o moleque pegador em um dos comentários acima) e deveríamos dizer parabéns para algumas que decidem não ter filhos, pois mal conseguem cuidar de si mesmas, quem dirá de uma família decentemente.
    Na minha opinião, a faixa dos 30 ou mais é a melhor idade para se casar. Construam suas vidas antes, tenham uma profissão, independência, maturidade, experiência, pensem o que querem realmente da vida antes de unir sua vida com outra pessoa.
    E para quem diz que mulher acima de 30 embaranga, não deixem de dar uma olhadinha em mulheres como Gisele Bundchen, Carolina Dieckman, Juliana Paes, Kate Midleton, e taaaantas outras mulheres lindíssimas famosas ou não acima dos 30. Abram a mente!

    • Robson Barbosa:

      Sandra você é uma Plenitude.

  • Marianne Ferraz:

    Eu como mulher de trinta fico muito frustrada com essa situação aliás acho que sofro isso desde meus 25 anos quando enganaram meu coração na parte amorosa, antes disse eu me sentia feliz por ser quem eu era e do jeito que eu era depois que fui enganada nunca mais fiquei a mesma, o pior de tudo é que a religião me segura um pouco e como se não bastasse sou tímida. Quando eu era mais nova a minha idéia era me dedicar a carreira médica, mas por causa de tempo dinheiro e incentivo da minha mãe acabei pegando um atalho e me formei em enfermagem, na verdade o incentivo era: “Faz enfermagem e arruma um emprego e depois vc casa” resultado faculdade concluída emprego não alcançado e namorado sabe lá Deus quando virá, ainda mais essa parte religiosidade que me prende. Hj me sinto frustrada por não encontrar em meu convívio pessoas da minha idade, me frusto or. Não ter encontrado um namorado e o pior por não ter realizado meu sonho, ser uma médica, e sobre mulheres se envolverem com trabalho agora eu sou a favor pq se uma mulher não tem um homem que lhe satisfaça que sabe o dinheiro pode suprir essa necessidade, pq sinceramente existe cada tipo de homem, os que eu mais convivo são aqueles que só querem saber de ir a igreja, mas já convivi com uns que só querem
    Usar e jogar fora ….

    • jailson ferreira de lima lima:

      Numa sociedade egoísta e independente, cada um pensa somente na sua prosperidade, realizações, desejos, e ideais que não são na verdade o bem do próximo, como diz a musica de Erasmo Carlos, que a mulher é sexo frágil, é uma mentira absurda, e os que fazem parte da rotina de uma delas a força realmente está com elas, muitos falam, criticam ou até mesmo difamam a figura feminina, chamada mulher, não tendo coragem nem capacidade de assumir um compromisso verdadeiro de paixão e cumplicidade para aquela que será seu unico amor, compartilhando seus desejos, frustrações, tristezas, medos e até mesmo a solidão, viva as mulheres!! Trabalham, cuidam de uma casa, geram filhos, cuidam deles e ainda por cima tem que cuidar dos marmanjos, que acha que é alguma coisa, e ainda por cima tem que dar carinho, achando que fazem muito dando um trampo, querem ser tratados como verdadeiros senhores feudais, vai ai meu conselho, pra mim quem não tem coragem de encarar responsabilidades deixa esse trabalho para os verdadeiros HOMENS. ¨Os BRUTUS também amam¨.

  • edison:

    o problema é o seguinte: As mulheres solteiras ficam priorizando o lado profissional deixando de lado a vida afetiva,e a idade vai avançando.Quando a ficha cai já é tarde,fica formada e encalhada.Já para os homens é o contrário,quanto mais velhos e definidos profissionalmente melhor para as mulheres jovens e bonitas e espertas.

  • MAC:

    A semeadura é opcional mas a colheita obrigatória. Hoje em dia os mistérios do namoro/casamento já foram desvendados. Pessoas como o Flavio Gikovate (que já vendeu mais de 1 milhão de livros) ou o Stephen Kanitz tem ótimos artigos explicando a dinâmica entre os sexos. Trata-se basicamente de um mercado, com mulheres e homens “cafajestes” e homens e mulheres voltados para a paternidade e maternidade. Cafajeste com cafajeste não dá em nada e cafajeste com “bonzinho” ou “bonzinha” dará problema mais cedo ou mais tarde. A regra é um bonzinho gostar de um cafajeste e se dar mal. Portanto, se você é bonzinho(a), mesmo que você ache que não vai dar certo, experiente namorar outro bonzinho. Você pode se surpreender !!!

  • cara, cê tá fora da casinha:

    Luiz Augusto
    Voce só deve pegar periguetinha. Nem sabe o que é uma mulher.

    • Paulo:

      O Luiz só falou verdades, é duro aceitar, mas é isso que verifico na vida real.

      E os homens realizados com 30 a 40 anos querem garotas novas até 24 anos porque sabem que sua saúde e beleza vai durar bastante tempo.

    • Luznoseucaminho Caminho:

      e elas querem o dinheiro…..então é uma bela e linda escolha de vida…..kkkkkkkkkkkkkkk

  • Luiz Augusto:

    As mulheres a partir dos 30 anos começam a sofrer a ação do Sr.Crhonos(Deus do tempo) e este é imperdoavel.Perdem credibilidade pois ja estão geralmente gastas e pouco atraentes, com exceção as que tem condiçoes de frequentar academias,que é a minoria.Suas carreiras e títulos academicos pouco adiantam na hora de conseguir um bom partido.Homens na faixa de 35 a 40 anos estão colhendo os frutos de seu trabalho e nao querem direcionar seus esforços e recursos por mulheres que foram usadas por cafajestes e depois querem “sossegar” apos farras e orgias..

    • Fabiane:

      Seu comentário é absurdo, preconceituoso e descabido.

      De onde tirou que toda mulher acima dos 30 está com a aparência “gasta”? Ou que todas tiveram uma vida de abusos e agora querem casar para sossegar?

      Saia dessa sua caverna, abra a sua mente um pouco, e feche mais a boca na hora de falar besteiras desse tipo.

    • Paulo:

      Muito agressiva hein, não precisava. Será que o que o rapaz disse te tocou de alguma forma ?

      De toda forma é isso aí mesmo, depois dos 30 a mulher embaranga por mais que tome hormônios ou frequente academia. É o ciclo da vida amigos, antigamente se casava arranjado com 20 anos, agora tudo está mais difícil.

    • Luznoseucaminho Caminho:

      vc deve ser amigo do tal luis augusto né carlos….e não conhece mulher de verdade….olha baranga de 30(como tu fala)mas na verdade é só o que te sobra né???sabe a lei da atração??kkkkkkkkk

  • Eliane:

    Entre as minhas prioridades a de casar e ser mãe sempre esteve em primeiro lugar, mas não sei como me perdi em algum lugar dessa estrada porque estou com 30 anos,sozinha há um tempão e cansada de ouvir meus amigos dizerem que sou maravilhosa e não entendem eu estar sozinha… essa sociedade está muito louca,parece que quanto mais as pessoas se buscam mais se perdem.Tem gente demais sofrendo de solidão!!!

    • Pedro:

      Olá, me deixe conhece-la e tenho certeza de que não ficará mais solteira.

    • Paulo:

      Um homem com essa postura submissa não vai passar nunca de um capacho, um cachorrinho. Desculpe ser franco, mas é a verdade.

  • déia:

    Se não fosse essa sociedade de ….!que se preocupa com idade como se a velhice não chegasse para todos,nós as trintonas e solteiras não seriamos vistas como ET.
    É ridiculo qualquer tipo de preconceito!
    E daí se já tem 30 anos e continua solteira!E daí!!
    SOU Solteira,acabei de fazer normalmente 30 anos(como o ciclo da vida manda!) sou independente e muito feliz!
    graças a DEUS!

    • Luznoseucaminho Caminho:

      isso ai lindona……….pois eu tenho 39 linda e loira,todo mundo que me conhece não acredita na idade que tenho,no maximo acham, que tenho uns 25 ou 27 que ja me falaram,e não sou rica nem nada como diz uns idiotas por ai(nesses comentarios)sou é feliz comigo mesma,claro que me cuido faço ginastica,e me alimento corretamente e o mais importante sorrio de tudo,das coisas e boas e das coisas ruins,pois é um jeito leve de se viver…….e claro distância desse tipo de homem que faz esses comentários,realmente não fazem diferença na vida de qualquer pessoa…..

    • Psicodelico:

      Vi um filme chamado “Lanternas Vermelhas”, que nos mostra como as mulheres mais velhas são desprezadas com relação as mais novas. Nas sociedades mais tradicionais, o casamento entre senhores e mulheres jovens é instigado e, se o homem tiver dinheiro, banca uma “trupe” de mulheres sempre dando preferencia para as mais novas e ignorando as mais velhas. E me parece que nossa sociedade não é tão diferente. Vejo muitas meninas novas se relacionando com homens bem mais velhos!

  • Psicodelico:

    Olá,eu sou solteiro e adoro isso… Mas a verdade é que eu não quero ter compromisso, só se for com uma mulher que vale a pena! Ser solteiro é bom demais, a gente faz sexo sem compromisso e nem precisa ligar para mulher no dia seguinte! Na verdade ultimamente não ligo pra mulher nenhuma… Se elas liberarem na primeira noite, aí a gente ganha o dia! Pode parecer fútil, mas isso é bom! Já namorei e também achei do caralho! Adoro todas as minhas ex namoradas, sou amigo de todas elas! Uma pena que não deu certo… Eu pretendo casar sim, acho que vai ser muito bom também, só que enquanto não achar minha alma gêmia, vou curtindo a vida! Minha ultima ex namorada foi uma curtição só… A gente fumava um ou tomava um LSD e ficava curtindo, indo para as cachoeiras, fazendo sexo o tempo todo! Não deu certo, pois eu estava num momento muito complicado na minha vida, mas a respeitei sempre! Se um dia eu olhar para uma mulher e sentir aquele feeling doido, eu caso!!! E vai ser muito doido!!! Quero evoluir junto com ela, e se um dia não rolar mais, bola pra frente, a gente se separa, mas ela vai ter um lugar sempre no meu coracao! E viva a vida….

    • Luznoseucaminho Caminho:

      esse sim é um maluco que vale a pena….esta curtindo a vida sem menosprezar nenhuma mulher…parabéns a vc…

    • Psicodelico:

      Bom… sem querer caí nesse site novamente e vi essa postagem antiga minha. Esse negócio de sexo sem compromisso não vale a pena, a não ser que a mulher esteja na mesma vibe. E como a maioria das mulheres não curtem “sem compromisso”, verifiquei que magoei algumas nessa minha aventura e estava sendo um idiota, nesse sentido. Enfim, é vivendo que a gente aprende. No mais superficialidade não é minha escolha de vida, por mais intensa que ela possa parecer, é apenas uma ilusão e um caminho contrário a felicidade.

  • ligia:

    eu decidi quando era adolescente que não ia ter filhos nem me casar.
    eu pensava em simplesmente morar junto.

    mas depois de adulta, lá pelos 27 eu mudei de opinião. e quero casar e se der tempo ter filhos. mas com essa idade eu tinha que equacionar problemas familiares, pessoais e profissionais.

    agora já estou com 33, e essa questão do tempo me preocupa. mas vendo pessoas como claudia leite e ivete sangalo que tão na casa dos 30 (eu acho), então eu vejo que inda dá tempo, os tempos são outros uma pessoa de 30 hj é talvez como uma pessoa de 25 na época da minha mãe. embora eu deva admitir que o corpinho já não é o mesmo. a boa noticia é q aparentemente os caras mais novos não têm mais preconceito em “pegar” uma “titia” 🙂

  • Carla Teixeira:

    quero receber por e-mail os cometários. carla_malta152@hotmail.com

  • Carla Teixeira:

    Eu tenho 50 anos e sou solteira. Tive muitos namoros mas na verdade só amei pra valer um que por diversas razoes ficamos 20 anos brigando e nunca nos entendemos. Uma traição da adolescencia por parte dele nos custou uma vida de desentendimentos e nossa juventude.
    Acho que quem não casou como eu não tem nada de diferente, apenas não encontrou o amor no tempo certo. Claro que também nunca quis engravidar para casar coisa muito comum até hoje.
    Pelo menos metade de minhas amigas casou no truque, gravidas…esse sempre foi o caminho mais curto p altar rs.
    As outras tantas casaram com o primeiro que se abilitou com medo de não aparecer outro ou para sair de casa. Casamento por amor por parte da mulher ? muiito pouco.

    Eu sempre achei que casamento devia ser por amor e ainda acho…continuo em busca do amor, sempre !

  • Anders:

    A realidade é o seguinte, quando conheco alguem interessante, eu evito ter relacionamento .. pq se a pessoa é agradavel e tudo mais.. é melhor ser amigoo.. pq se eu me envolver com ela..vai durar 4 anos..e nao vamos aguentar cobranças..saio pra caçar mas nem todo dia é dia de ingerir a caça..quando é muito compativel..faço a amizade..pois a amizade é pra sempre =), mas nao deixe virar colorida pq vc vai acabar estragando ela.

    • Debora Dias:

      como vc é fraco!

  • jorge:

    sou gentil e adoro sexy

  • david carvalho:

    o maior problema das raparigas que sao solteirao aquelas que exijem aquelo que o homem nao tem possiblidade

  • Danielle:

    Casar, descasar, ficar solteira, diquitar não devem ser levados como a maior preocupação. Viver bem, ter saúde, ser sempre grata, ter continuamente novos planos, é que devem ser mais importantes que casar ou descasar, e ou até continuar solteira. Perto de tantas coisas acontecendo ao nosso redor, isso é o que menos tem importância.Sou solteira, tenho 30 anos, claro que tenho “pavor” em pensar em envelhecer sozinha. Porém eu luto com esse medo e penso, sempre haverá algum medo. Talvez se eu estivesse casada, quem me garante que este medo de vir a me separar não seria maior ainda? Ter filhos, ainda não pensei nisso. Tem muita criança prtecisando de uma família, posso adotar uma, caso eu não encontre um progenitor à tempo, pela idade e pela vontade. Penso que tudo tem sua hora. Tudo se ajeita, em nome de Jesus.

  • Jorge:

    Creio que muitas mulheres que permanecem solteiras após os 35 ou o fazem por que querem ou porque desistiram mesmo de encontrar o homem que procuravam (ou se o encontrou,ele não a quis “para a vida”).Um amigo que dizia estudar terapia ocupacional falava que a mulher que passasse dos 35 sem nunca ter se casado,ou vivido junto com alguém,é problemática.Não concordava com ele (não em todos os casos), pois creio que ser solteira,ainda que seja uma opção secundária quando a primeira opção não foi resolvida (que era casar e ter filhos),continua sendo uma opção.Nem sempre uma mulher solteira está sozinha.Pois vale sempre aquela máxima: “Água morro abaixo,fogo morro acima.Quando a mulher quer dar,ninguém segura”. Hoje em dia até está mais fácil,pois há as redes sociais,os sites de relacionamento e os “brinquedinhos”. Aposto que o mais importante para as solteironas é continuarem vivendo e fazendo a família feliz.

  • Aléx:

    Estou separado há 10 meses, mas ainda acredito q vou encontrar uma mulher que realmente queira unir AMOR, SEXO, DEDICAÇÃO, FAMILIA, OBJETIVOS PESSOAIS e a FELICIDADE DE VIVER.
    Não podemos deixar que os valores de um casamento seja ele amigável ou reconhecido perante a lei, fiquem de lado.
    O mais importante de tudo é podermos chegar aos 70 anos com uma historia de vida de encher os corações de nossos entes queridos.

  • Nandinha Piriguetti:

    A partir dos 31 anos a moça tá velha pra ter filhos e vai secando por dentro e precisa achar um bobo mesmo, que queira casar e assumir, pois tá assim de gostosas de 18 aninhos de bumbum e seios durinhos, todas iniciadas sexualmente e muito gostosas. Se achar, prenda seu homem. O amor é difícilde achar e homem hoje nem quer compromisso.

    • Alexia:

      realmente esta cheia de biscatinha, de seios e bumbum durinho fazendo sexo em qualquer esquina, esta na tv direto essas piriguette que usa mini saia sem calcinha e dá pra qualquer um e em qualquer esquina tá dificil.

    • Luznoseucaminho Caminho:

      o nome ja diz tudo………

  • Esperança:

    Meninas eu tenho a solução, na cidade de Caracol – MS, 380 klm ao sul de Campo Grande – MS., tem 7,000,00 habitantes e 90 % são homens solteiros, a procura de mulheres para casar… Todos trabalhadores que ja construiu a suas casa a fim de conhecer mulheres para casar. Eu li um depoimento de um trabalhador! Me interessei a 8 anos estou casada e nunca fui traida, venha a Caracol, tenho certeza que vcs não vão se arrepender.

  • Ju:

    Casei-me aos 26 anos, convivi com a pessoa por quase 9 anos (incluindo tempo de namoro e noivado) e o casamento, se é que posso chamar isso de casamento, foi a pior experiência e sofrimento pelo qual passei.
    Os anos se passaram e eu ainda tenho depressão, transtorno de ansiedade pelo o que passei depois que me casei. Hoje tenho 32 anos e tenho dificuldade em pensar em ter um relacionamento. Confesso que as vezes sonho em como seria bom encontrar alguém que nos completássemos, no entanto, sei muito bem que os nossos sonhos, vontades estão muito longe da realidade, da convivência, de uma vida a dois. Ter conhecido o que é uma vida a dois me faz ter os pés no chão e saber que a paixão passa, e se a pessoa (homem ou mulher) tiver um caráter defeituoso, as seqüelas em todas as áreas (emocional, sentimental, psicológica, física) serão grandes.
    Estar solteira, as vezes, pode ser uma defesa. Ninguém conhece o coração de ninguém.

  • neto:

    Eu não entendo estas mulheres,quando estão sozinhas reclamam por não ter um namorado, quando consegue faz tanta exigências que as vezes é preciso criar uma sintonia e não afobação. apropósito estou solteiro em salvador

  • Elotipa:

    Tenho 32 anos desde 8.9.2010. Estou desanimada porque ainda continuo mãe solteira e desejo demais um companheiro fixe, mesmo que já tenha até 2 filhos. E olha que me dizem que sou bonita, mas até agora só atraio cafageste rico e s bonzinho pobrete.

  • Selma de Sousa:

    oi, não concordo com o Elias, acho que ter filhos tambem é uma opção assim como escolher estar sozinha(o) ou casada(o), pois se não se puder ter filhos biologicos pode adoptar, com tantas crinças sem pais.
    Abaixo esse preconceito de Solteirinas e idade para ter filhos, pois cada um pode.

  • Eliakim Ferreira Oliveira:

    Creio que artigos como estes são totalmente fora do conteúdo que tal site deveria ter. Sinceramente, não observei a Ciência que deveria haver.

  • silvia:

    Solteiras de plantão, acredito que estar solteira é diferente de ser sozinha. Eu tenho muitos amigos e adoro muito curtir minha vida e sou muito feliz. As carências aparecem, mas não significa que nossa vida gire ao redor disso! Trabalho na área da segurança e o fato de ser solteira aflora os desejos dos homens casados que trabalham comigo, sempre escuto a mesma história, as mesmas reclamações: “Minha esposa mudou, a alegria que tinha no namoro acabou……se eu não procuro ela para o sexo ela não me procura……enfim, quem está dentro quer sair…e quem tá fora nem sempre quer entrar. Casamento na minha concepção deveria ser para sempre….tipo envelhecer juntos…e não é isso que obsermavos por ai…..então se estamos solteiras ainda é pq ainda não encontramos nínguem que some nada em nossa vida…e se for para diminuir ou multiplicar os problemas….morrerei solteira, porém Feliz .

    • Luznoseucaminho Caminho:

      ….simmmm………amar a si próprio primeiro….ai é só esperar a lei da atração….faça e verás……..

  • ELIAS MANZINNI MARQUES:

    sou casado, mais conheço pessoas que tem 39 anos e ainda acha que , não está no momento de casar,um absurdo pois ter filhos é uma das melhores coisas do mundo,

  • Rose:

    Sofro muito com piadinhas, comentários maldosos do tipo depois dos 35 fica ridiculo ser mãe,enfim Isso acaba trazendo uma serie de outros problemas,depressão,ansiedade e é preciso ter a cabeça muito no lugar para não agarrar o primeiro que apareçe.
    Hoje estou aprendendo a lidar com isso com muito humor e quem acaba sem graça é quem faz o comentário

  • Ruben Zevallos Jr.:

    Penso que essa estória de casar ou não é coisa do passado, apesar que já me casei 2 vezes e estou indo para o 3o… penso que Deus nos fez para nos unirmos a outra pessoa, mas não precisa ser uma coisa desesperada… realmente as novelas e filmes fazem isso… talvez de forma inocente ou talvez como um reflexo da vida real.

  • getulio v a lopes:

    Na minha opinião antes só do que mal acompanhado, estão certas as mulheres que não querem ficar sob pressão de muitos marmanjos que acham que são donos de suas companheiras.

    • Luznoseucaminho Caminho:

      …parabéns pra vc tbm getulio….antes só que mal acompanhada…..

  • Lí:

    esqueceram de listar um problema: as pessoas ignoram que ser solteira pode ser uma opção e não a falta de.
    Não planejo me casar ou morar junto com outra pessoa. Opção de vida. Ponto.

  • Marcos:

    Concordo com o Felipe. É a velha estória: antes só do que mal acompanhada (no caso da reportagem).
    Portanto, solteiras, curtam esta fase de liberdade, de realizações profissional e pessoal e pronto, desencanem …

  • Campos:

    Ser solteironas não é nada demais. Existem muitas mulheres casadas que atualmente vivem só e mais felizes. Quanto aos filhos, isto não é tão importante assim. Imaginem você ter um filho débio mental. É a pior coisa que pode acontecer, mesmo permanecendo casada a vida toda, ou um drogado ou coisa parecida. Quem quer procurar se arriscar a isto, tenha filhos e sentirá quanto é duro educar convenientemente. Apenas para ter é preferível criar um cachorrinho. Ter um filho para abandona-lo ou não ajuda-lo a se destacar na vida, é um crime maior que o aborto.

  • Alexandre:

    Cada vez mais as mulheres estão adquirindo comportamento e autonomia para viverem sós quanto tempo precisarem ou quiserem. Não acho isso prejudicial, pois acredito que à medida que uma mulher amadurece e escolhe alguém que realmente a complete ela não carregará a culpa de ter escolhido um qualquer por puro medo de ficar só ou por medo de chacotas e brincadeirinhas de mal gosto.
    Acredito que as mulheres solteiras com mais de 25 anos (absurdo ter que indicar uma idade destas como limite ¬¬) não podem e não devem ter nenhum tipo de vergonha disso, aliás, são as pessoas insensíveis e antiquadas que preferem oprimir que deveriam por a mão na cabeça e, por um segundo que seja, parar e pensar no quão ridículo é o papel à que estão se prestando.

    • Luznoseucaminho Caminho:

      ….parabéns a vc alexandre,homens assim são poucos mas valem a pena!!!inteligencia e sem preconceito!!!

  • Manuel Bravo:

    Penso que a necessidade de atingir um grau académico superior
    para garantir um bom emprego e daí, uma independência económica, faz com que muitas mulheres considerem o casamento uma necessidade secundária, deixando de lado o convívio social normal que facilita o casamento, preocupando-se com isso, só
    depois dos objectivos alcançados. Infelizmente a idade não perdoa
    e o tempo não espera.

    • Luznoseucaminho Caminho:

      …e tbm use pra vc o seu comentario né??…….

  • Breguice:

    Essas baboseiras são diretamente proporcionais à mentalidade das amizades delas; ou delas mesmas, que aceitam esse tipo de clichê.

  • Luciana Zacarias:

    Há algo errado na definição de Sex & The City feita pelos “especialistas”. Apenas uma das 4 mulheres é desesperada para se casar. As outras são trintonas muito bem resolvidas, e sem interesse algum em casamento (embora venha a acontecer na vida de algumas delas).

  • Felipe:

    Interessante , concordo! Haja vista que se não encontraram a pessoa certa não há motivo para se sentir pressionada e sim feliz por não ter se entregado a qualquer um , só para não estar com esse esteriótipo de “solteirona” .

  • ricardo:

    solteironas abaixo dando seus depoimentos…

Deixe seu comentário!