Novo dispositivo identifica câncer de pele através de raios laser

Por , em 7.02.2011

Um dos grandes problemas do melanoma é a sua identificação. Como saber se uma simples mancha ou verruga é uma marca inocente ou a fase inicial de um câncer de pele? A maioria dos dermatologistas ainda decide quais sinais merecem uma biópsia pelo bom e velho “exame com o olho”. Porém, um novo dispositivo pode acabar com a imprecisão.

Desenvolvido por pesquisadores britânicos, o método envolve a identificação de possíveis pontos problemáticos na pele através de um dispositivo portátil de laser. O detector utiliza a espectroscopia Raman – uma técnica fotônica de alta resolução que faz um levantamento de dados químicos e estruturais de qualquer material – para identificar a composição molecular das manchas e verrugas.

Em seguida, o dispositivo cruza as informações do paciente com um banco de dados contendo exemplares de estrutura molecular do melanoma e outras doenças de pele. Quase que instantaneamente, o médico saberá se o sinal oferece riscos de crescimento e se requer um diagnóstico mais detalhado, através da biópsia.

Isso pode ajudar na identificação de problemas potenciais, além de diminuir o número de biópsias desnecessárias – o que além de causar um incômodo ao paciente, aumenta os gastos com saúde. Os pesquisadores ressaltam, no entanto, que o aparelho não é uma varinha mágica e que pode gerar um problema: médicos confiando demais na tecnologia, que se sintam desencorajados a solicitar exames adicionais. [PopSci]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • António José Ramalho:

    A saber?
    Caros senhores
    Moro em África,onde me dedico a energias renováveis,desde 2005.

    Como ferver agua:dessalinizar por(vapor)com raios laser, tensão:6;12 V DC Painéis solar.
    A falta de agua doce é prioridade máxima.

    Melhores cumprimentos, Ramalho

  • mauricio carlos silva:

    Gostaria que V.Sas, comentem sobre o tratamento da psoríase.

Deixe seu comentário!