Um novo tipo de nuvens?

Por , em 1.06.2009

A Cloud Appreciation Society (isso mesmo, uma sociedade de pessoas que vive nas nuvens) diz que precisamos reconhecer um novo tipo de nuvens, explica Gavin Pretor-Pinney, o fundador da Sociedade. Diga ‘olá’ a asperatus!

As nuvens passaram a ser classificadas depois que Luke Howard, um meteorologista amador, propôs que fossem utilizados termos em latim para dar nomes a elas, da mesma maneira que aos animais e plantas. Ele utilizou ‘cumulus’ e ‘cirrus’ para nuvens em camadas e finas.

Hoje as nuvens são descritas em 10 diferentes grupos, determinados pela sua aparência e altitude. A maior parte destes grupos está subdividida em uma quantidade de possíveis espécies.

nuvem asperatus

“Asperatus” se origina do verbo “áspero” do latim que também pode significar “agitado”. Foi utilizado pelo poeta romano Virgílio para descrever a superfície do mar. Agora sim, o nome parece fazer mais sentido! [BBC]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Neto Alves:

    Sou um homem da ciência, se não fosse eu nunca que iria acredita nessa imagem, ainda assim são duvidosas, uma esplicação mais plauzivel seria melhor, é quase impossivel de se acredita que possa existe nuvens desse jeito, mas eu não duvido, tudo é possivel.

  • josemar silva dos santos:

    Estas nuvens teem o perfil de ondas senoidais, isto significa que existe um fluxo de ondas eletromagneticas de formato senoidal acima delas,e com polaridade igual a das nuvens, polaridades iguais se repelem então isto se reflete na parte de baixo das nuvens dando este formato,e como se tivessemos um lençol esticado e colocassemos em cima pequenas bolas de gude ficaria com este mesmo perfil.

  • Silvio:

    Essas imagens são reais?

    Isso é magnifico.

Deixe seu comentário!