Holograma: físicos descobrem a “evidência mais clara já encontrada” de que o universo é um

Por , em 31.05.2014

O universo é um holograma?

Uma equipe de físicos relatou a mais clara evidência já encontrada de que o nosso universo é um holograma. Mas calma, não vá imaginar algo próximo a Matrix. A ideia destes pesquisadores japoneses se refere à teoria de que as três dimensões que percebemos são na verdade apenas “pintadas” sobre o horizonte cosmológico – a fronteira do universo conhecido.

Se isso soa paradoxal, tente imaginar uma imagem holográfica que muda conforme você a movimenta (lembra dos tazos? Então). Embora a imagem seja bidimensional, observá-la de diferentes pontos cria a ilusão de que ela é 3D.

A nova pesquisa pode ajudar a reconciliar um dos problemas mais duradouros da física moderna: a inconsistência aparente entre os diferentes modelos de universo, como explicado pela física quântica e pela teoria da gravidade de Einstein. Os dois trabalhos científicos são o resultado de anos de trabalho liderado por Yoshifumi Hyakutake, da Universidade de Ibaraki, no Japão, e lidam com cálculos hipotéticos das energias de buracos negros em diferentes universos.

Este modelo do universo ajuda a explicar algumas inconsistências entre a relatividade geral (a teoria de Einstein) e a física quântica. Embora o trabalho de Einstein sustente grande parte da física moderna, em certos extremos (como no centro de um buraco negro) os princípios que ele esboçou desmoronam e as leis da física quântica assumem.

O método tradicional de conciliar esses dois modelos veio do trabalho do físico teórico Juan Maldacena, de 1997, cujas ideias baseavam-se na teoria das cordas. Esta é uma das “Teorias de Tudo” mais respeitadas (inclusive, Stephen Hawking é um fã) e postula que os objetos unidimensionais de vibração, conhecidos como “cordas”, são as partículas elementares do universo.

Maldacena saudou a pesquisa feita por Hyakutake e sua equipe, levando em consideração também os artigos que eles vinham publicando ao longo dos anos de trabalho. Para ele, os resultados são “uma forma interessante de testar muitas ideias na gravidade quântica e na teoria das cordas”.

Leonard Susskind, um físico teórico considerado como um dos pais da teoria das cordas, acrescentou que o trabalho da equipe japonesa “confirmou numericamente, talvez pela primeira vez, algo que tinhamos quase certeza de ser verdade, mas ainda era uma conjectura”. [The Mind Unleashed, Nature]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 5,00 de 5)

13 comentários

  • Carlos Corga:

    A vida é uma realidade feita de ilusões.

  • Paulo Costa:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Alegoria_da_Caverna

  • Carlos Nunes:

    Sou leigo, mas aficcionado por estudos da área da física, no entanto minha opinião é que se realmente fossemos um holograma espectral universal, qual seria então o objetivo da vida? Seriamos uma ilusão manipulada por uma grande maquina impessoal e estariamos a deriva no mar da existência.

    • Cesar Grossmann:

      Não, poderíamos ser um holograma e não estar em nenhuma máquina, simplesmente ser uma propriedade da natureza.

      Quanto ao objetivo da vida, é simples: propagar os próprios genes. É este o imperativo biológico. Arte, ciência, civilização, linguagem, tudo isto é efeito colateral do superdesenvolvimento do cérebro.

      Para alguns isto tira completamente qualquer sentido ou propósito da vida. Para outros é o contrário, é libertador.

    • Li Ribeiro:

      O holograma é a própria experiência escolhida por cada consciência individualizada para viver infinitas possibilidades, em infinitos mundos, desta vez na terra. Nada é materialmente real mas tudo é maravilhosamente experienciado por inúmeras consciências que interagem entre si .

    • dauzacker:

      Verdade. O que as pessoas não entendem da palavra HOLOGRAMA, é que ele é a melhor maneira de se mostrar e comparar na visão humana.

  • Cesar Grossmann:

    Os trabalhos que ensejaram o artigo podem ser conferidos no arXiv.org:

    http://arxiv.org/abs/1311.7526
    http://arxiv.org/abs/1311.5607

    Boa sorte!

  • Roberto Andnov:

    Um bom conteúdo, mas falta consistência nas informações apresentadas no artigo. O assunto é muito novo e de pouquíssimo domínio até por pessoas que pesquisam conteúdos científicos similares e necessita de colocações mais elucidativas.

  • Mukka:

    Isso me deixou meio triste. Se metade do universo é apenas um holograma não deve haver muitos mundos com vida por ai.

  • Marcelo Fernandes:

    mas isso implica que foi criado por algo inteligente,ou poderia se formar naturalmente???

  • Solemar Junior:

    Pra mim a particula elemental se parece com uma corda, mas aberta e quese move como foguetEs

  • Alexandre Lima:

    Eu tenho “certeza” de que estamos em uma ilusão,

  • Thiago Alcalde:

    Puxa, fiquei com um gosto de quero mais aqui, cade os resultados? Só faltou a própria evidência nessa matéria.

Deixe seu comentário!