Nova tecnologia de holograma 3D nos deixa um passo mais perto do holodeck de Star Trek

Por , em 6.05.2021

Em 2018, pesquisadores da Universidade Brigham Young demonstraram um dispositivo chamado Optical Trap Display que usava lasers para criar imagens holográficas flutuantes que não precisam de um display. Essa mesma equipe está agora demonstrando uma nova técnica que permite que essas imagens holográficas sejam animadas: Bye, bye Televisões, olá holodecks!

A maioria dos hologramas 3D requer uma tela especial para ser exibida, e mesmo assim o efeito 3D é limitado a um pequeno campo de visão. As imagens genuinamente parecem existir no espaço 3D, mas se der um passo para o lado você não enxerga mais nada. A nova abordagem dos pesquisadores da Universidade Brigham Young é radicalmente diferente. As telas são substituídas por lasers: um laser invisível que manipula uma pequena partícula opaca flutuando no ar, o laser ilumina a partícula com cores diferentes à medida que viaja por um caminho pré-definido, criando o que parece ser uma imagem flutuante para um observador humano.

Ao contrário do ângulo de visão restrito dos hologramas tradicionais, um observador pode ver essas imagens de exibição óptica flutuante de qualquer ângulo e pode andar ao redor delas sem que o efeito 3D desapareça porque as imagens flutuantes são realmente desenhadas em espaço 3D.

Três anos de melhoria da tecnologia usada agora permitem que os pesquisadores da BYU dessem o próximo passo com animações que se reproduzem diante dos olhos de um observador em tempo real. A equipe demonstrou o incrível efeito com pequenas recriações de naves espaciais Star Trek envolvidas em uma batalha de torpedos de fótons no ar (completa com explosões simuladas que parecem animações vetoriais do filme Tron) e até mesmo versões em miniatura de Obi-Wan e Darth Vader duelando com sabres de luz brilhantes feitos de lasers reais.

Os pesquisadores até inventaram maneiras de rastrear os movimentos de um objeto da vida real e fazer com que os hologramas flutuantes interajam com seus movimentos, como um boneco de palito animado andando através de um dedo humano. Usando truques ópticos com perspectivas e movimentos de paralaxe, os hologramas poderiam até mesmo ser feitos para parecer muito maiores do que realmente são quando projetados diante dos olhos, portanto há algumas aplicações potencialmente interessantes em termos de óculos inteligentes.

Em sua forma atual os hologramas que estão sendo gerados pelos Displays ópticos de armadilha são muito pequenos, exigindo câmeras com lentes macro e até microscópios para que o efeito possa ser observado em detalhes porque, para um feixe de luz manipular uma pequena partícula flutuante, ele tem que ser muito pequeno. Mas à medida que a tecnologia melhora, várias partículas móveis podem ser combinadas para aumentar o tamanho do efeito. Isso significa que os holodecks de Star Trek estão chegando? Não exatamente, mas a tecnologia demonstra que, apesar de ser ficção científica, não é uma ideia completamente estranha e impossível. [Gizmodo]

Último vídeo do nosso canal: A Terra não orbita exatamente o sol mas um ponto virtual no espao

Deixe seu comentário!