Planeta coberto de diamante é duas vezes maior do que a Terra

Por , em 21.10.2012

O exoplaneta “55 Cancri e” gira em torno de uma estrela, assim como a Terra gira ao redor do sol. Mas, ao invés de água, o planeta é coberto por carbono, na forma de diamante e grafite.

Um diamante nada modesto, por sinal: o raio de 55 Cancri e é o dobro da Terra, e sua massa é oito vezes maior que o nosso planeta. Pelo menos um terço da massa do planeta é feito de diamante.

Essa foi a primeira vez em que astrônomos identificaram um planeta feito de diamantes que está em torno de uma estrela semelhante ao sol (esse não é o único planeta coberto por diamantes conhecido).

A rotação do planeta brilhante é fundamentalmente diferente do nosso, entretanto. Ele completa a volta ao redor de sua estrela em 18 dias, em contraste com os 365 dias da Terra.

Esse exoplaneta fica a 40,3 anos-luz de distância da Terra e orbita a estrela 55 Cancri, que é visível a olho nu, na constelação de Câncer.

Nem se pudéssemos chegar perto desse planeta poderíamos encostar no diamante, pois a temperatura média no local é de 5100 °C. Pesquisadores acreditam que 55 Cancri e não tem nada de água, e parece ser composto de ferro, carboneto de silício e silicatos, além do carbono. [DailyMail/MSN/Reuters]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

22 comentários

  • Astropitecus Cabecudus:

    Outra semelhante à da estrela diamante, a mainstream s. opinion está cada vez pior, valha-nos o bom senso. E de ouro não há nada para aí???

    • Cesar Grossmann:

      Qual o problema, Astropitecus?

    • Astropitecus Cabecudus:

      O problema é que a existência deste planeta é uma história da carochinha…

    • Cesar Grossmann:

      Fischer, Debra A.; Marcy, Geoffrey W.; Butler, R. Paul; Vogt, Steven S.; Laughlin, Greg; Henry, Gregory W.; Abouav, David; Peek, Kathryn M. G.; Wright, Jason T.; Johnson, John A.; McCarthy, Chris; Isaacson, Howard (1 March 2008) [23 December 2007 (v1)]. “Five Planets Orbiting 55 Cancri”. The Astrophysical Journal 675 (1): 790–801. arXiv:0712.3917. Bibcode:2008ApJ…675..790F. doi:10.1086/525512.

  • barbarini:

    Alguém sabe qual é bus que vai para lá?

    • Cesar Grossmann:

      Eu acredito que se fosse possível ir para lá, a DeBeers iria operar a linha, e ia fazer o preço da passagem custar mais que o teu peso em diamantes.

  • Tibulace:

    Há dois detalhes ESTRANHOS nessa matéria:Diz que a TEMPERATURA do planeta é de 5 100°C.Na Terra, NADA existe, que possa ser SÓLIDO a essa temperatura.Esse planeta é composto de líquidos em fusão?Como sabem, que o CARBONO talvez comprovado por análise espectroscópica da luz emitida por ele, está na forma alotrópica DIAMANTE e não grafite, por exemplo?

    • Gabriel Fernandes:

      Diamantes não derretem a nenhuma temperatura, mas pegam fogo se houver oxigênio. Naquele planeta não há oxigênio, então pode ser possível.

  • jodeja:

    A nossa mente é mais valiosa que tudo isso.

  • Andre Luis:

    Ainda é só o começo das explorações e descobertas dos exoplanetas!

  • claudiohagra:

    A autora do texto referendou a velocidade de translação e não velocidade orbital!

    • William Rocha:

      simples claudio, se o planeta demora 8hrs para fazer o movimento de rotação, e o planeta ex, é 16 vezes maior que a terra então calculamos, sabemos que a velocidade orbital da terra é 7,89km/s , sendo o planeta ex 16 vezes maior, peguemos o valor da velocidade orbital da terra e multipliquemos por 16, e depois multipliquemos novamente por 3, e fica assim (7,86*16)*3= 378,72km/s, essa eh a velocidade orbital de tal planeta.

  • Aryanna Santos:

    ai ta escrito que o planeta completa uma orbita a cada 18 DIAS
    não a cada 18 anos

    • claudiohagra:

      Não Aryanna Santos, a autora do texto faz referência a velocidade de translação, que seria a velocidade em que o planeta dar um giro de 360° ao redor de sua estrela (sol)!

  • a sa:

    uma pergunta : como eles sabem que tem diamantes em um planeta a 40,3 anos-luz de distância da Terra ?

    • Michel Conrado Diz:

      Simples. Eles estudam o espectro da luz emitida pelo planeta. Eles descobrem mais ou menos de quais materiais é feito o planeta a essa distancia. Geralmente se um planeta é determinada feito de algum material especifico e não um conjunto. Significa que em sua moria ou totalidade espectral, indica que ele é daquele material. Podendo não ser puramente daquele material.

    • claudiohagra:

      Simples a sa, como a nossa tecnologia há a possibilidade de fazer aferição de medidas astronômicas de gradezas, tais como: Tamanho, rotação, atmosfera, distâncias, velocidades e outras mais.

  • Raphael Saunders:

    Graças a Deus que este planeta é tão longe assim, portanto, estará, creio eu, por um bom tempo a salvo destes exploradores da Terra, que com certeza iriam destruí-lo em nome da cobiça, como estão fazendo na Terra atualmente.

    • claudiohagra:

      Não Raphael, discordo, se este planeta fosse bem perto da nossa casa “os exploradores gananciosos” fariam inexoravelmente baixar o preço dos diamantes aqui na terra, aí sim teríamos jóias cobertas de diamantes a preços de bananas!

    • Leandro Gomes:

      não entendi, o que teria de errado em destruir aquele planeta?
      o planeta não é um ser vivo.

  • Tigre:

    Só para corrigir, o planeta completa uma órbita a cada 18 horas, e não 18 anos

    • claudiohagra:

      Errado Tigre, a velocidade de translação do planeta é de 18 dias, olhe como a redatora do texto faz referência:”Ele completa a volta ao redor de sua estrela em 18 dias, em contraste com os 365 dias da Terra.”
      É só ler o texto com mais atenção!

Deixe seu comentário!