Proteína “Hulk” afeta o crescimento de músculos e deixa pessoas mais fortes sem esforço

Por , em 5.09.2012

Pacientes com distrofia muscular (e gente que quer ficar forte, mas tem preguiça de ir à academia) vão gostar dessa: estudo recente revelou que inibir a produção de uma proteína específica pode resultar em ganho de massa muscular sem necessidade de exercícios físicos ou dietas.

Para chegar a essa conclusão, a equipe de pesquisadores comparou dois grupos de cobaias: no primeiro, os participantes tiveram o gene produtor da proteína Grb10 bloqueado enquanto ainda estavam no útero; no segundo, as cobaias não passaram por qualquer intervenção.

Ao comparar os músculos tanto de ratos recém-nascidos como de adultos dos dois grupos, os pesquisadores perceberam que aqueles que não produziam a Grb10 eram consideravelmente mais fortes. Além disso, os resultados sugerem que as mudanças causadas pela inibição da proteína ocorreram principalmente durante o desenvolvimento pré-natal.

Pequenos Hulks

“Ao identificar um novo mecanismo regulador de desenvolvimento muscular, nosso trabalho revelou novas estratégias em potencial para aumentar massa muscular”, destaca Lowenna J. Holt, do Programa de Pesquisa em Diabetes e Obesidade do Instituto de Pesquisa Médica de Garvan (Austrália).

Como os processos envolvidos em regeneração e reparo de músculos são similares aos de formação inicial, os resultados do estudo apontam que, no futuro, talvez seja possível acelerar o crescimento ou a recuperação muscular – o que pode beneficiar pacientes de distrofia muscular, diabetes tipo 2 ou outras doenças que afetem os músculos.

Apesar dos avanços, porém, ainda são necessários mais estudos a respeito dos mecanismos de ganho de massa muscular. Assim, para quem tem condições de segui-lo, o método convencional permanece a melhor opção: exercícios constantes e direcionados, acompanhamento profissional, boa alimentação, boa rotina de sono e uso supervisionado de suplementos alimentares.

Antes de encerrar, uma curiosidade: a Grb10 foi apelidada pelos pesquisadores de “proteína Hulk” – o que soa meio contraditório, já que ela não ajuda a ganhar músculos, mas justamente o oposto. Não seria o caso de chamá-la de “proteína Bruce Banner”?[Daily Mail UK]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,00 de 5)

9 comentários

  • ns8094001:

    talvez a evoluçao tenha feito de proposito,o homem de neandartal,era muito mais forte e musculado,logo tinha um consumo calorico superior

  • pmahrs:

    Somos influenciados por padrões de Hollywood e quadrinhos, mas muitos músculos gastam muita energia e precisam de alimentos e água além de que com as armas de hoje isto é obsoleto em guerra, mas bom para defesa pessoal individual no mano a mano e para fisiculturismos quem gosta tem o direito tanto quanto cozinheiro ou pintor. Somos é resultados de milhões de anos e estamos equilibrados de acordo com as leis da física causa efeito, ação e reação e outras que não posso falar para não ferir princípios alheios; não creio em vantagens sem perdas em outros pontos com esta predisposição desde pequeno, inclusive na cognição.

  • acvomotta:

    Existem limitações ocultas nos códigos e reações adversas para essas alterações de conveniência. Num futuro, quando tivermos condições emocionais e morais, realizaremos mudanças significativas no ser humano e com benefícios reais e não especificamente estéticos.

  • Renato J. Ignachitti Milhiolo:

    Polêmico… Quando os Anunnakis (extraterrestres)através de hibridização criaram o ser humano, a interação gênica (mistura de DNA)foi para produzir um ser Hominídeo voltado ao trabalho de mineração. Um DNA de um ser que vivia 10.000 anos, 3 a 4 metros de altura, força descomunal, super inteligente, com alta tecnologia, etc…. com outro DNA hominídeo, primitivo, com tempo de vida de 100 anos, peludo, sem linguagem gutural, com 1.5 metros, sem tecnologia, etc… o ser resultante é o ser humano atual. Quando os cientistas dizem que o ser humano não usa seu potencial (só usa 10% do cérebro, pode mover objetos com a mente, possui visão remota, etc… e tem no seu DNA a parte que consideram “LIXO”. Pois é exatamente nessa parte que está oculto todo o seu potencial, assim a proteína Grb 10, já é naturalmente bloqueada (força proporcional ao tamanho. Eles queriam um ser humano mais equilibrado… quando o “lixo” for mapeado teremos um ser humano, imortal, super inteligente, e capaz de viver em paz.
    Em tempo… o DNA dos Anunnakis tinha 4 hélices… entenderam.

  • jodeja:

    É isso aí. Boa alimentação, boa rotina de sono resolvem melhor que qualquer vitamina. O nosso cérebro com o aparelho digestivo (dependendo da alimentação,) podem resolver o problema com muito mais segurança.

  • Gustavo Túlio:

    é…. Fisiculturismo não será mais uma arte ou um esporte…… vai ser um freak show.

  • eduardo:

    De quando é essa “notícia”?… isso já foi descoberto faz algum tempo… inclusive já existem inibidores dessa proteína no mercado (negro, diga-se de passagem)…
    Os auterofilistas não ficam musculosos fazendo uso de anabolizantes, somente. Muitos deles realizam até o chamado dopping genético, pra inibir tal proteína.

    @Lisandro,
    Não fale besteiras, o cérebro de quem faz exercícios físicos (de pessoas musculosas ou não) é igualmente ou mais ativo em comparação aos sedentários, justamente por usar mais as vias aéreas, fazendo com que entre mais oxigênio no organismo. O lance destas pontuações a que mencionou, é justificável: simplesmente, pessoas que não fazem exercícios físicos usam mais o tempo em que estão paradas para estudar. E não quer dizer que os “hulks” não estudem. Acontece que eles têm outras prioridades no seu cotidiano.
    E de onde vc tirou a ideia de que há essa competição cérebro X músculos pra ver quem consome mais nutrientes?
    Saiba que o cérebro tem prioridade em sua “alimentação”… pq, se fosse o contrário, seria mais fácil ser musculoso do que interpretar o texto escrito nesse artigo.

  • Wagner H M:

    “22% dos atletas musculosos.”
    Então, e os demais 78% de atletas “musculosos”?
    Um correto trabalho aeróbico aliado a musculação aumenta a capacidade de absorção de oxigênio pelo organismo.

    Estudos, conclusões, porcentagens, parece que estamos sempre puxando a sardinha pro nosso lado. Será?

  • Murilo Mazzolo:

    Prevejo os EUA utilizando essa descoberta em futuros Super Soldados… acho que pode até virar enredo de um filme de Conspiração ai… ou de ação mesmo!! kkk’

Deixe seu comentário!