Qual a diferença entre Bourbon e Whiskey?

Por , em 10.05.2011

A resposta é quase aquele lance Tostines (do vende mais porque é fresquinho). A verdade é que todo Bourbon é whiskey, mas nem todo whiskey é Bourbon, e quem decide isso são regulações de comércio.

O Whiskey – o tipo americano, escrito com essa letra “e” – é uma bebida destilada feita de cereais fermentados e, geralmente, envelhecido em um barril de carvalho. Cada um de seus diferentes tipos (centeio, malte centeio, malte, trigo, bourbon e milho) requer diferentes ingredientes e processos de destilação de acordo com as especificações comerciais em relação ao teor alcoólico.

O Bourbon é o tipo mais popular de whiskey nos EUA. Ele é destilado tradicionalmente no condado de Bourbon, no estado do Kentucky. A região recebeu este nome por causa da dinastia homônima que reinou diversos países europeus, intermitentemente, nos últimos 500 anos. Mas, apesar da tradição, hoje em dia ele é feito em diversas destilarias ao redor dos EUA. Contudo, para poder dizer que o seu whiskey é Bourbon, o produto deve , por lei:

– ter sido feito nos EUA, a partir de uma mistura de grãos de pelo menos 51%, mas não mais de 79% de milho; destilado a menos de 160 provas (80% abv – alcohol by volume); ser livre de quaisquer aditivos como coloração ou aromatizadores (exceto água para reduzir a prova se necessário); envelhecido em novos e carbonizados barris de carvalho branco e envelhecido por um mínimo de dois anos. Estas são as exigências para um “straight Bourbon”

As marcas mais vendidas deste tipo de whiskey são Jim Beam, Maker’s Mark e Wild Turkey (o Maker’s traz o nome da bebida do jeito escocês “whisky”, mas a receita é a do Kentucky). Outros tipos chamados “Tennessee whikey”, como o famoso Jack Daniels, poderiam ser chamados de Bourbon pela lei, mas levam este outro rótulo.

Os outros métodos de produção também são regulados por agências nos EUA. O “Whiskey Rye” (bye, bye, miss american pie!), por exemplo, seguem regras parecidas de envelhecimento e teor de álcool, mas são feitos de uma mistura de centeio, ao invés de milho. [LifesLittleMysteries]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,50 de 5)

9 comentários

  • Felipe Queiroga:

    Boa a materia, mas contem um pequeno erro. Para ser considerado Bourbon tem que , necessariamente ser destilado e envelhecido no estado do Kentucky! Por este motivo que o Jack Daniels e um american whiskey!!

  • halemao:

    Bebo até estanho derretido e não reclamo!

    • Nebas:

      Eu concordo contigo, muito boa e esclarecedora a matéria,gostei também dos comentários.

  • wilson Queiroga:

    APRECIO UM BOM VINHO MAS ADORO UM WHISKY ESCOCÊS E TAMBÉM UMA BOA CACHAÇA MINEIRA E AINDA VÁRIAS GARRAFAS DE CERVEJA
    ANTARCTICA !
    SÓ NÃO SUPORTO ESTE WHISKEY AMERICANO FEITO DE MILHO QUE DA UMA TERRIVEL RESSACA E DOR DE CABEÇA !

  • Guilherme Euripedes:

    Sou mais o bom e mais velho ainda Suco…

  • ANARQUISTA:

    Sou mais a boa e valha cachaça….

  • Daniel Iserhard:

    Na verdade o grande diferencial do Jack Daniel’s é o processo de pingo a pingo passar por uma camada de carvão, processo depois imitado pelo bourbon Jim Beam. Por isso o Jack não é considerado um bourbon

  • Yuicki 優伊貴:

    Eu sei que é legal escrever um artigo valorizando as várias faces do produto em questão… Mas não seria muito mais fácil e prático falar simplesmente que o Bourbom foi criado na época em que reinava a lei seca nos US e a única coisa que podia ser “maltada” era o milho? Assim foi criada essa outra modalidade de whisky, seguindo a receita original, mas com base diferenciada, uma vez que não era usada a mistura de cereais do whisky verdadeiro e sim uma base de milho fermentada e passada por alambiques tipo pot… Até hoje para ser considerado WHISKEY ou Bourbon, a mistura tem que ter pelo menos 51% de milho em sua composição… Atribuem o nome do rev Elijah Craig de Georgetown a invenção da bebida em 1789…. Era a guerra dos confederados??

  • Marcio:

    E o americano Four Roses, onde se encaixa?

Deixe seu comentário!