Rússia lança míssil nuclear capaz de destruir todo o sul do Brasil de uma só vez

Por , em 27.10.2016

A Rússia compartilhou com o mundo a primeira imagem de seu novo míssil balístico intercontinental termonuclear.

O RS-28 Sarmat, mais conhecido como “Satã 2”, foi revelado depois de anos sendo alardeado pelo governo russo.

De acordo com uma publicação russa chamada Sputnik, a superarma nuclear tem uma carga capaz de destruir uma área “do tamanho do Texas”. Levando-se em conta que o estado americano possui 695.662 km², podemos concluir que essa carga é suficiente para destruir os três estados do sul do Brasil, mais o estado do Rio de Janeiro de uma só vez.

A imagem do foguete foi publicada por designers do Makeyev Rocket Design Bureau.

Megadestruição

A nova arma pode implantar ogivas de 40 megatons, cerca de 2.000 vezes mais potentes que as bombas lançadas sobre Hiroshima e Nagaski em 1945.

Para torná-lo ainda mais assustador, o Satã 2 também é capaz de evadir defesas de radar e poderia viajar longe o suficiente para atacar as Costa Leste e Oeste dos EUA.

Logo, não é nenhuma surpresa que a notícia tenha abalado o país do norte da América, que já possui relações tensas com a Rússia. O novo míssil de longo alcance substitui o primeiro Satã, desenvolvido durante a Guerra Fria, na década de 1970, quando a União Soviética alcançou paridade nuclear com os EUA.

Embora as nações tenham assinado tratados em 2010 restringindo o número de mísseis balísticos intercontinentais que podem manter em reserva, a Rússia disse que deve conservar uma dissuasão nuclear forte por causa do envolvimento militar dos EUA na Europa.

Relações tensas

O Satã 2 será colocado em serviço no final de 2018. Enquanto quaisquer conflitos militares imediatos não são esperados, é certamente preocupante apenas saber que existem tais armas catastróficas.

Em meio a alegações de hacking e conflitos na Síria entre os países, e na esteira de um debate presidencial aquecido onde a democrata Hillary Clinton chamou o republicano Donald Trump de “fantoche” para o presidente russo, Vladimir Putin, vamos todos cruzar os dedos para que EIA e Rússia façam logo as pazes. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (10 votos, média: 4,50 de 5)

6 comentários

  • EvandroJGC:

    Realmente aterrorizante. Trump não presta, mas acho a Hillary pior que ele. Até porque muita asneira que ele diz seria barrada no senado.

    • Cesar Grossmann:

      O Trump é um salafrário. A Hillary tem mais integridade que ele. E não estou afirmando que ela é alguém 100% honesta. Tem que cuidar por que a campanha de difamação contra a Hillary que os Republicanos estão promovendo está sendo tomada como verdade por muita gente por aí.

  • Carlos Daniel:

    Para sul não, aponta para região de Brasilia.

  • Tibulace:

    Um influente russo, falando por Putin, disse q se EUA elegerem Hillary, é melhor se prepararem para uma GUERRA NUCLEAR c/ a Rússia.Dá medo!

    • Cesar Grossmann:

      O Putin quer que o Trump vença as eleições, uma das coisas que o DT prometeu fazer é enfraquecer a OTAN, ou seja, vai dar a Europa de bandeja para os russos. E quem é o “influente russo”?

  • Wellington Gonçalves:

    Os bolivarianos/venezuelanos devem estar rindo…..

Deixe seu comentário!