Estudo cria teste que mede seu carisma com apenas 6 perguntas

Por , em 6.11.2017

Pesquisadores da Universidade de Toronto (Canadá) criaram um teste que pode dizer se você é carismático ou não.

A equipe trabalhou com a ideia de que a pessoa média não consegue quantificar o carisma.

Através de uma série de estudos científicos, eles chegaram a seis perguntas que tornam surpreendentemente fácil fazer exatamente isso.

Um artigo sobre este estudo foi publicado na revista científica Journal of Personality and Social Psychology.

O teste

Para quantificar seu carisma, avalie-se em uma escala de 1 a 5 nas seis frases abaixo:

Eu sou alguém que…

  1. tem presença em um ambiente;
  2. tem a capacidade de influenciar as pessoas;
  3. sabe como liderar um grupo;
  4. faz com que as pessoas se sintam confortáveis;
  5. sorri para os outros com frequência;
  6. pode se dar bem com qualquer pessoa.

Some sua pontuação e a divida por seis para obter sua média. Se o número resultante for superior a 3.7, você é mais carismático do que a média.

Metodologia

Essas perguntas foram desenvolvidas a partir de vários estudos realizados pelos pesquisadores, com um total de quase 1.000 participantes.

Os cientistas pediram aos participantes que se avaliassem em uma série de qualidades que descreviam pessoas carismáticas.

Eles determinaram que o carisma se resume a dois fatores: influência (a capacidade de liderança e a força da presença de uma pessoa) e afabilidade (a capacidade de ser agradável e acessível).

Uma das descobertas mais intrigantes do estudo é que as classificações das pessoas de sua própria influência e afabilidade geralmente estão bem alinhadas com as percepções das outras pessoas. Ou seja, somos geralmente bons em acessar nosso carisma, e isso nem sempre é verdade quando se trata de avaliar personalidade e comportamento.

Avanços

O que diferencia a pesquisa atual de outras sobre o carisma é que ela analisa esse traço na população geral – a maioria dos outros estudos tem focado no carisma em líderes.

Esta pesquisa também reduz o carisma a um conjunto menor de qualidades observáveis.

De acordo com os pesquisadores, o carisma tem implicações importantes para as nossas relações sociais.

Por exemplo, em estudos, as pessoas que são classificadas como mais afáveis também são percebidas como mais agradáveis.

Ops… E se eu não for carismático?

Tal como acontece com a maioria das avaliações de personalidade, você não deve se preocupar se a sua pontuação mostrou que você é menos carismático do que gostaria.

Além disso, independentemente de você ser de fato carismático ou não, existem muitas maneiras de aumentar seu carisma, caso você queira. Por exemplo, você pode procurar ler melhor as emoções das outras pessoas, ou tentar usar palavras com as quais as pessoas possam se relacionar em conversas. [ScienceAlert]

Último vídeo do nosso canal: A Terra não orbita exatamente o sol mas um ponto virtual no espao

1 comentário

Deixe seu comentário!