Um dos mais brilhantes planetas alienígenas já encontrados

Por , em 4.06.2013
Objeto HD95086 b é mostrado no canto inferior esquerdo nesta foto. Astrônomos bloquearam a luz da estrela HD 95086 (centro) para fazer a imagem do possível exoplaneta. O círculo azul representa o equivalente a órbita de Netuno neste sistema estelar

Objeto HD95086 b é mostrado no canto inferior esquerdo nesta foto. Astrônomos bloquearam a luz da estrela HD 95086 (centro) para fazer a imagem do possível exoplaneta. O círculo azul representa o equivalente a órbita de Netuno neste sistema estelar

Entre centenas de planetas alienígenas (ou exoplanetas) em potencial já encontrados por meio de sofisticados telescópios, o HD95086 b (acima, ponto mais brilhante, no canto inferior esquerdo) é, de certa forma, especial: sua luminosidade ajudou astrônomos a registrá-lo sem grande dificuldade.

Localizado a cerca de 300 anos-luz da Terra, o HD95086 b tem de 4 a 5 vezes a massa de Júpiter e orbita ao redor de uma estrela de “apenas” 10 a 17 milhões de anos (considerando que nosso sistema solar tem idade estimada de 4,5 bilhões de anos, essa estrela é extremamente “jovem”).

De acordo com as informações coletadas até o momento, acredita-se que o planeta se formou a partir de gases e de poeira ao redor da estrela HD 95086 – curiosamente, porém, ele agora está a uma distância considerável de seu astro (cerca de duas vezes a distância entre Júpiter e o sol).

“Sua localização atual levanta questões a respeito de seu processo de formação”, aponta a pesquisadora Anne-Marie Lagrange, do Instituto Grenoble de Planetologia e Astrofísica (França). “Ele pode ter crescido coletando as rochas que formam o núcleo sólido e lentamente acumulando gás do ambiente para formar a atmosfera pesada; ou pode ter começado a se formar a partir de uma massa gasosa que veio de instabilidades gravitacionais no disco [de gás e poeira que cerca a estrela]”. A distância em relação à estrela HD 95086 pode ser consequência da interação com outros planetas ou com o disco.

Estima-se que a superfície do HD95086 b tenha temperatura de aproximadamente 700°C – o que permitiria a presença de vapor d’água ou metano na atmosfera.

Astrônomos planejam fazer novas observações para averiguar com mais precisão as condições do planeta. [Universe Today, European Southern Observatory, Arxiv]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Jonatas:

    Esse Planeta é bastante quente pra sua distância ao seu sol, duas vezes a de Júpiter, 10 vezes a da Terra, ou a mesma de Saturno ao Sol. 🙂
    Ou sua estrela é muito quente ou o planeta conserva o calor residual de sua formação, ou as duas coisas.

    • Thy Zancheta:

      PELO brilho eu arriscaria até dizer que pode ser uma anã marrom

    • Isa Larissa:

      E é provável arriscar que ele ainda esteja em crescimento e consequentemente afastando-se cada vez mais do Sol, isso poderia implicar em certa mudança na temperatura também.

Deixe seu comentário!