Super-verniz conserta riscos automaticamente

Por , em 15.03.2009

O sonho de todo dono de carro, de ter uma pintura anti-riscos, está se tornando realidade. Cientistas desenvolveram um verniz de cobertura que, quando arranhado, se “auto-conserta” quando é exposto à luz solar.

O segredo do material está nas moléculas feitas de chitosan – derivado das carapaças de caranguejos e outros crustáceos. Se for riscado, os raios ultravioletas ativam uma reação química que conserta os danos.

O trabalho foi desenvolvido na Universidade de Southern Mississippi.

“Essencialmente, se você riscar o material, o risco desaparece quando exposto ao sol” declara o professor Marek Urban, coordenador do projeto.

Urban descobriu que seu verniz se recupera de qualquer risco em, no máximo, 30 minutos de exposição solar.

“Ainda há trabalho a ser feito, mas estamos no caminho certo. Com a química atual avançada, não será muito difícil aperfeiçoar o projeto” esclarece o professor. “O verniz tem um potencial enorme para melhorar a qualidade de outros materiais” conclui.

As futuras aplicações do verniz, como se pode imaginar, serão em automóveis. [BBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

4 comentários

  • Luis Fernando:

    Pinta um prédio com isso, se alguem pixa é só vc tira a primeira camada e espera restaura lol

  • AILZA LOPES:

    Gostaria que isso fosse realizado o mais breve possível.Seria um presente para o meu marido.

  • Eduardo Luiz:

    Seria interessante um espaço no site para exposição das invenções que realmente são convertidas em produtos comercializáveis. O que acontece é que lemos notícias como esta e depois não ouvimos mais falar…
    Abraços,
    Eduardo

  • Aureus:

    Noticia muito interessante, este material, não só pela (muito pratica, de facto) aplicação nas pinturas de carros, como pelas suas aplicações em transporte, moda, roupas, e, a que eu acho que poderá ser mais fundamental, medicina (telas adesivas para uso médico, que se reparem sozinhas se se rasgam).

Deixe seu comentário!