10 efeitos colaterais bizarros de medicações comuns

Publicado em 9.09.2011

Você com certeza já viu um comercial de remédio. Por obrigação, há sempre o aviso dos possíveis efeitos colaterais: diarréia, visão turva, etc. Alguns desses efeitos ninguém ouviu falar, o que dá a impressão de que não acontece nunca. Eis que eles podem ser bizarros (para não dizer nojentos), e, apesar de raros, há um motivo para estarem listados como possíveis efeitos colaterais. Confira:

1) Incapacidade de cheirar

Droga: Vasotec

Usada para: tratamento de insuficiência cardíaca congestiva; controle de pressão arterial elevada.

Os pacientes que tomam Vasotec podem ter problemas com os cinco sentidos, no entanto o mais estranho deles é a incapacidade de cheirar. Além disso, pode causar zumbido nos ouvidos, visão turva e olhos secos. No entanto, estes efeitos secundários são muitas vezes vistos como menores – a menos que ocorram simultaneamente.

2) Alucinações

Drogas: Chantix, Mirapex, Lariam (mefloquina)

Usadas para: assistência em parar de fumar (Champix), tratamento do mal de Parkinson (Mirapex) e prevenção e tratamento da malária (Lariam).

Todos estes medicamentos têm uma coisa em comum: causam alucinações como efeito colateral, embora este efeito no medicamento Champix esteja mais na categoria de distúrbio do sono, com sonhos vívidos que certamente parecem alucinações. O Lariam foi inventado pelo exército americano para o tratamento e prevenção da malária, no entanto pacientes relatam ter visto alucinações terríveis e se engajado em comportamentos psicóticos violentos. Tanto que a Administração de Drogas e Alimentos exige que potenciais doentes sejam examinados contra histórico de psicose e/ou depressão antes da droga poder ser administrada. Quanto ao Mirapex, muitos pacientes relataram ter visto “cobras subindo pelas paredes”, bem como “pessoas em armários”. Julgue você.

3) Desaparecimento das digitais

Droga: Xeloda (capecitabina)

Usada para: tratamento de diversos tipos de câncer.

Um estudo médico descreveu a experiência de pacientes com Xeloda da seguinte forma: “A droga traz efeitos colaterais como a inflamação crônica das palmas e solas dos pés. Conhecida como síndrome mão-pé, pode resultar em descamação da pele, sangramento e desenvolvimento de úlceras ou bolhas. A droga também causa o efeito colateral muito estranho e raro de fazer desaparecer completamente as impressões digitais…”. A boa notícia é que as impressões digitais voltam quando a medicação é interrompida.

4) Visão azul

Droga: Viagra (citrato de sildenafil)

Usada para: o tratamento da disfunção erétil no homem.

O Viagra é a esperança mais idolatrada do homem, mas vem com um preço. Muitos usuários não conseguem distinguir visualmente
as diferenças entre as cores azul e verde. A pílula azul conduz ao que é conhecido como “visão azul”; tal efeito secundário leva o paciente a ver tudo com um tom azul profundo.

5) Mamas com leite em homens

Droga: Propecia

Usada para: reversão da queda de cabelo e calvície masculina.

Muitos homens consideram a calvície um sinal de idade, fraqueza ou até mesmo impotência. Mal sabem eles, porém, que o remédio Propecia pode causar uma aflição esquisita chamada “ginecomastia”. A ginecomastia é uma aflição que leva os homens a desenvolver mamas completamente funcionais (com leite), assim como ter seios fartos. Ser calvo não soa tão ruim agora, não é?

6) Manchas de oléo

Droga: Alli

Usada para: perda ou manutenção de peso.

Tomar remédio para perder peso quase sempre tem um porém. Os efeitos colaterais de Alli vão desde movimentos intestinais incontroláveis e fezes moles até “manchas de óleo”. Naturalmente, esta “mancha oleosa” é acompanhada de flatulência. O site da Alli descreve as “manchas oleosas” como: “você pode reconhecê-la como algo que se parece com o óleo em cima de uma pizza”. Bela imagem. O site afirma que este efeito colateral é um problema “menor”. No entanto, este problema pode ser resolvido através da limitação ou total abstenção de ingestão de gordura. O que levanta a questão: por que tomar Alli? Melhor simplesmente remover toda a gordura da sua dieta.

7) Ereção duradoura e pensamentos suicidas

Droga: Zoloft

Usada para: tratamento da depressão, assim como de outros transtornos de humor.

O Viagra afirma a possibilidade de uma ereção durar várias horas. Zoloft garante. A medicação pode não apenas produzir ereção duradoura, de 3 ou mais horas, como pode causar o que é conhecido como “falência ejaculatória”, o que significa que um homem com esse efeito colateral não poderia ter um orgasmo (ou um que valha, pelo menos). Um pouco contraditório. Como a maioria dos outros anti-depressivos, também pode causar pensamentos suicidas e tendências (especialmente em pessoas com idade inferior a 18). De que forma esse remédio combate a depressão então?

8 ) Queimaduras e rompimento de tendão

Droga: Levaquin

Usada para: tratamento de infecções bacterianas.

Algumas coisas chegam a ser inacreditáveis. O remédio Levaquin, por exemplo, tem um efeito colateral conhecido como “fototoxicidade”, uma desordem que resulta em queimaduras quase imediatas, que podem ser tão extremas quanto de terceiro grau. Sua ingestão pode até mesmo resultar em tendões rompidos. Ironicamente, esses efeitos colaterais bizarros podem necessitar de tratamento com a própria medicação que lhes causou, em primeiro lugar.

9)De sangramentos a psicose

Droga: Accutane

Usada para: tratamento da acne.

Tomar remédio para as espinhas é certamente uma esperança para todos os adolescentes. Não pode piorar as coisas, certo? Errado. Alguns dos efeitos colaterais do Accutane incluem sangramento retal, hirsutismo (excesso de pêlos em rápido crescimento), psicose, crises de choro (e depressão), hepatite, herpes (possivelmente), e fraturas ósseas. Ensino médio sempre pode piorar. Felizmente, estes efeitos colaterais são raros, e nunca foram relatados todos ao mesmo tempo. No entanto, Accutane envergonha o hall de remédios do mundo, com seu grande número de sintomas aleatórios. É para curar ou para deixar doente?

10) Incapacidade de controlar impulsos sexuais e de jogo

Droga: Requip (ropinirole)

Usada para: tratamento da síndrome das pernas inquietas (SPI).

A síndrome é muitas vezes considerada irritante e embaraçosa. Chutar a si mesmo ou outras pessoas enquanto dorme, problemas de circulação e sono ruim são alguns sintomas. No entanto, Requip pode ajudar. Por conseguinte, pode causar impulsos sexuais ou de jogos de azar incomuns. Estar frequentemente excitado e assumir riscos é uma coisa, mas fazê-lo contra a sua vontade é outra. Quando se toma Requp, há uma chance de se ficar incapaz de controlar esses impulsos. Você imagina o inferno que deve ser viver em Las Vegas e ter SPI?[Listverse]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

62 Comentários

  1. E as informações sobre o produto são tão truncadas e de difícil entendimento, que muitos tomam só por achar bonito e porque alguém tenha recomendado. Muitos tem efeitos colaterais seríssimos, que só um médico poderia receitar. mas muitos são vendidos livremente, daí os danos são incalculáveis!

    Thumb up 1
    • quanto mais remedios vc tomar mais propicio vc ficara a ter efeitos colaterais.
      não tem ao certo

      Thumb up 1
    • Os anti-inflamatórios deveriam ser vendidos apenas com receita medica arquivada assim como os psicotrópicos e agora os antibióticos.
      Os efeitos colaterais deles são terríveis e o abuso e automedicação e alarmante no Brasil.

      Thumb up 5
    • Para mim, o que chamam de medicina ‘alternativa’ passa a ser a medicina ‘principal’, e a medicina que chamam de ‘oficial’, passa a ser a ‘alternativa’.

      Thumb up 6
  2. Bovidino, o que aconteceu com você em relação ao diagnóstico não pode ser generalizado. É óbvio que temos melhores diagnósticos hoje, principalmente no campo das imagens. Em relação a maiores variedades de doenças no mercado não acredito muito. Acredito numa maior manifestação delas. Stresse sempre existiu.

    Thumb up 1
    • Ateu III,
      Admiro muito a sua capacidade de crer nisso e defender essa visão.
      Todavia, o caso que aconteceu comigo não é absolutamente um caso isolado.
      Os casos de diagnósticos equivocados e até de erros médicos estão se tornando frequentes, o que pelo lógica não deveria acontecer, já que os médicos não te receitam nada, sem antes pedir uma série de exames e já que os consultórios e os laboratórios de hoje, contam com equipamentos altamente sofisticados.
      Também não se pode negar que o ofício da medicina é hoje, antes de tudo, um comércio muito bem remunerado e muito distante do Juramento de Hipócrates.

      Thumb up 4
    • resposta na moderação.

      Thumb up 1
  3. oie Gente , tomo aspirina a 45 anos , tenho 71 anos com aparencia de 40 , tambem tomo todos so tipos de vitaminas , tatamisas de A a Z nunca tive probelema nenhu com aspirina , pois quendo esto resfriado tomo um comp de 500 mg de 4 em quatro horas até passar o resfriado , faço schecape um vez ano , aspirina para mim e panaceia serve para tudo no corpo humano , as grandes impresas e que fazem propaganda contra porque tira o comercio deles que vende medicamentois com nomes difices ,mans o principio ativo e o mesmo da aspirina que e acido salisilico ,

    Thumb up 1
    • ASPIRINA é a marca da BAYER para o”Acido acetil saliscilico”.
      Tem vários no mercado,como AAS,Melhoral e ainda os genéricos que não tem marca (+ baratos !!!).
      sic> “as grandes impresas e que fazem propaganda contra porque tira o comercio deles que vende medicamentois com nomes difices ,mans o principio ativo e o mesmo da aspirina que e acido salisilico”.

      Fazem propaganda contra para vender o mesmo????????
      Pelo visto,Um efeito colateral deve ser sobre a ortografia

      Thumb up 7
  4. Fico contente por não tomar remédio, como percebo que tomam para qualquer dor de cabeça. E até quando for possível, meus resfriados ou gripe, irão embora como tem sido, em três dias, sem nada de remédio. As pessoas precisam treinar o sistema imunológico e não torná-lo dependende de medicamentos. Li isto há cerca de 25 anos em uma matéria que mencionava o povo canadense como seguidor do não hábito de se tomar medicamentos, para qualquer coisa, por mais supostamente inofencíveis que pudessem ser considerados. Tenho aplicado o princípio e parece que funciona, com a graça do Alto.

    Thumb up 10
  5. “tudo azul, todo mundo nu
    No Brasil, sol de norte a sul…”

    A letra dessa música foi o que veio à minha mente depois do intem 4! hahaha Hilário!

    Thumb up 0
  6. Zoloft, há muitos anos não é mais prescrito enos EEUU. Exstem formas mais seguras de administrar a sertralina.

    Thumb up 5
  7. Todas as drogas alopáticas provocam efeitos colaterais indesejados e muitas vezes piores do que a doença que se pretendia curar, independente da dosagem indicada ou da superdosagem.
    A indústria farmacológica sustentada pela indústria da doença visa exclusivamente o lucro.
    Além disso, é notório e sabido que muitos médicos ganham polpudas gorgetas para receitar os medicamentos deste ou daquele laboratório.

    Thumb up 16
    • E por que a mortalidade da grande maioria das doenças que grassavam antes do século XVIII caiu tanto? Coincidência?

      Antes do século XIX, era muito comum uma mulher ter 10 filhos, dos quais apenas 2 ou 3 chegavam à idade adulta, a maioria morria antes, e de coisas que hoje a gente não percebe que é fatal: coqueluxe, poliomielite, sarampo, varicela, gripe, cólera, tifo, rubéola, varíola, etc. Quem sobrevivia carregava os estigmas da doença pelo resto da vida: uma saúde debilitada, e em alguns casos, deformações e paralisias.

      No século XIX e XX foram inventadas a alopatia e a medicina passou a ser uma atividade científica, sem a pajelança que caracterizava a atividade. Vacinas, antibióticos, medidas sanitárias, e a taxa de mortalidade de crianças caiu bastante. Hoje é considerado um sinal de mau governo se a taxa de mortalidade infantil está alta – é sinal que o saneamento básico não existe ou é insuficiente, que não há vacinação, e que o atendimento à saúde é raro ou inexistente.

      É fácil demonizar a medicina, a ciência e a indústria farmacêutica, todo mundo é contra eles, mas é preciso ter os pés no chão para perceber o quanto devemos à eles. Eles podem ser movimentados por interesses escusos, mas é inegável o progresso que temos.

      Thumb up 5
    • Você pergunta e você mesmo responde.
      O problema era falta de saneamento básico.
      Em compensação, hoje temos uma variedade muito maior de doenças do que antes do século XIX.

      Thumb up 4
    • Variedade muito maior de doenças ou melhores diagnósticos?

      Thumb up 4
    • Ateu III
      Falar em melhores diagnósticos, com todo respeito, parece até gozação. Eu fui vítima recente de um desses diagnósticos. Após um exame de esforço o cardiologista disse que eu estava prestes a ter um enfarto e me mandou fazer um cateterismo com urgência pois eu teria sérias obstruções. O cateterismo constatou que minhas veias e artérias estavam completamente desobstruídas.
      Claro que hoje temos sim, uma maior variedade de doenças até em função do stress, do desenvolvimento das grandes metrópolis, dos meios de transporte que poluem o ar, das fábricas, dos alimentos industrializados, do açucar e do sal refinados, etc…

      Thumb up 8
  8. Se lêssemos as bulas dos remédios que nos receitam ,na íntegra,jamais os tomaríamos, com medo de seus possíveis efeitos colaterais.É preciso escolher:Se correr o bicho pega…e,se ficar o bicho come.Então,esperemos que o bicho esteja hibernando!!!!

    Thumb up 11
  9. É IMPORTANTE DIZER QUE A “FALÊNCIA EJACULATÓRIA” PROVOCADA PELO ZOLOFT (SERTRALINA) É TEMPORÁRIA E SÓ AFETA 14% DOS PACIENTES HOMENS. NÃO JOGUE FORA SE SEU MÉDICO RECEITOU!!!

    Thumb up 1
    • Qual o efeito colateral deles? Não vale efeitos da superdosagem.

      Thumb up 5
    • A maioria dos medicamentos é excretado pelos rins e/ou fígado, portanto sempre causam algum mal a estes órgãos.

      AMOXICILINA pode causar, entre muitas outras coisas, choque anafilático, nefrite, problemas neurológicos.

      PARACETAMOL
      Entre outras coisas, pode provocar choque anafilático, falência do fígado, lesão nos rins.
      Médico explica os riscos do PARACETAMOL e diz que não sabe por que remédio continua no mercado
      http://noticias.uol.com.br/uolnews/saude/entrevistas/2005/12/08/ult2748u82.jhtm

      DIPIRONA
      Remédio proibido em muitos países, pode causar, entre outras coisas, choque anafilático, anemia aplástica (problema na produção de sangue pela medula), agranulocitose (destroi células de defesa do organismo)

      ASPIRINA
      Pode causar hemorragia cerebral, hemorragia digestiva, aumentar a pressão sanguínea.
      A aspirina se liga às plaquetas de modo irreversível. Isto significa que aquelas plaquetas que sofreram ação da aspirina, não conseguirão nunca mais participar da coagulação.
      Também há risco do aparecimento da síndrome de Reye, uma doença grave que cursa com edema cerebral e insuficiência hepática fulminante.
      A aspirina, assim como qualquer outro anti-inflamatório, deve ser evitada em pacientes com insuficiência renal.

      Thumb up 18
    • Esses efeitos colaterais são raríssimos, se os medicamentos forem tomados conforme prescrição. Os benefícios superam em muito os riscos.

      Thumb up 3
    • É exatamente o contrário.
      Os malefícios dos efeitos colaterais é que superam qualquer eventual benefício.

      Thumb up 13
    • Cesar, vc é lindoooooo!

      Thumb up 1
  10. CORTISONA, também, em algumas pessoas causa insônia até a psicose. Algumas pessoas vão tratar infecções com esta droga são levados a crise e chegam a internações psiquiatricas. É trocar uma doença por outra bem pior.

    Thumb up 7
  11. Conheço mulheres q tomam anticoncepcecional, e tiveram o tamanho dos seios aumentados o dobro, agora sofrem c\ dores nas costas, outras tiveram aumento e engrassamento dos pelos do rosto e das pernas e ficaram muito gordas c\ o uso da pílula.Tratamento p\ deixar de fumar tbm engorda muito, minha amiga passou de 50k em 6 meses p\ 80k.Paracetamol dá cinrrosi no fígado em algumas pessoas q ñ sabem q tem intolerancias a ele. Diurético dá A V C em pessoas alérgicas a ele, q é o meu caso.

    Thumb up 1
    • Gloria, estes efeitos colaterais são comuns ou são raros? Acho que a tônica do artigo são os efeitos colaterais que SEMPRE acontecem, ou em 90% dos casos.

      Thumb up 1
    • Esses efeitos colaterais do artigo são raros. Basta pesquisar os livros-texto de farmacologia. E pesquisas com população ampla. Mas medicamentos não são balinhas de supermercado. Devem sempre ter prescrição e orientação farmacêutica.

      Thumb up 2
    • Thiago Aguiar,
      Quem pesquisa, compila e edita os livros-texto de farmacologia?
      O que chamam de efeitos colaterais raros? Qual é o percentual?
      Porque temos que estar expostos aos efeitos colaterais, mesmo que sejam raros? Somos cobaias?

      Thumb up 12
    • Bovidino, quem faz farmácia aprende no primeiro semestre: a diferença entre um remédio e um veneno é a dosagem. Até a água é tóxica para o organismo, e já teve gente que morreu por que bebeu água demais.

      Thumb up 2
    • Com certeza, Thiago, a mania do brasileiro é falar mal dos médicos e da indústria farmacêutica, mas qualquer coisinha vão à farmácia se consultar com o balconista e comprar o que ele recomendar. A medida de exigir cópia ou original da prescrição médica foi uma excelente medida para acabar com a farra dos comprimidos que o brasileiro costuma fazer, e é estimulado nisso não pelo médico nem pela indústria farmacêutica, mas pelo balconista da farmácia, que facilita a venda de produtos que deveriam ter sua saída controlada.

      Thumb up 0
    • Faz aproximadamente 6 meses que sentindo tonturas, fui ao médico (consultório particular_consulta paga em dinheiro).
      Após vários exames que me pediu, me prescreveu alguns remédios para pressão alta.
      Não tendo passado os sintomas, consultei o farmacêutico do meu bairro que logo diagnosticou ‘labirintite’. Tomeu os remédios indicados pelo farmacêutico e em tres dias fiquei bom.
      Você não tem noção da besteira que está falando.

      Thumb up 3
  12. O queeeê!!!! Se tá loco! E ainda saber que nenhum remédio cura, apenas remedia. E o grama custa muitas vezes mais que o grama de ouro. E que essas porcarias (princípio ativo) vêm originariamente das plantas. Nem chazinho mais. Falou! Valeu Natasha!

    Thumb up 0
  13. E quando a gente pergunta aos médicos se o remédio receitados tem efeitos colaterais, eles respondem que eu não devo ler a bula, que é tudo bobagem e que os laboratórios colocam tudo aquilo por “desencargo de consciência”
    As indústris farmacêuticas pensa mais no lucro que no bem estar dos pacientes e os médicos que seguem apenas o que dizem os vendedores que os visitam no consultórios são cúmplices.
    Um bom médico é aquele que lê os estudos para desenvolver o medicamento, que leva em conta um benefício muito maior que qualquer risco, enfim, aquele que receita com seriedade e conhecimento. Infelizmente são muito poucos.

    Thumb up 9
  14. Na realidade todas as drogas produzem múltiplos efeitos no organismo.
    A mágica que os Laboratórios fazem e colocar o que produz o resultado desejado como prioritário e simplesmente ignorar os outros que são descritos como colaterais.

    Thumb up 12
    • Hugo, na bula estão listados os efeitos colaterais esperados e os efeitos colaterais possíveis. Um bom médico vai te apontar o que esperar do uso da medicação em questão. Pelo menos deveria…

      Thumb up 1
    • CESAR:

      Se os efeitos colaterais são “ESPERADOS” na bula deveria dizer.”Este comprimido cura a enxaqueca e causa falência renal”.
      Tomou XX a dor sumiu..e seu rim tb ))
      Ou “meus cabelos cresceram,mais o que adorei são meus peitinhos empinadinhos”

      Thumb up 20
    • Hugo, é só olhar a bula do remédio. Por lei ela tem que ter uma parte chamada “informações ao paciente”, onde explica em termos mais leigos o que o medicamento faz, como atua, qual a dosagem recomendada, e quais os efeitos colaterais que aparecem, e com que frequência aparecem. No caso da amoxicilina que o colega acima apontou, tem isto aqui:

      http://www.bulas.med.br/bula/5726/amoxicilina.htm

      -oOo-

      Uma pergunta, alguma vez você leu alguma bula? Parece que está criticando por criticar…

      Thumb up 1
    • CESAR:

      Ultimamente não tenho lido “bulas” porque meu microscópio quebrou e não consigo ler as letrinhas minusculas da informação.

      -oOo-

      Uma pergunta, alguma vez você leu meu comentário original? Parece que está criticando por criticar…

      Thumb up 8
    • Remédios não deviam ter efeitos colaterais. Porque os remédios não são feitos só para curar doenças específicas sem apresentar efeitos colaterais?

      Thumb up 7
  15. No tempo da Jovem Guarda cantava-se¨vesti azul minha sorte então mudou…¨,então vale a pena .
    O duro é aguentar os efeitos colaterais do número 6,mesmo por-
    que ¨ é dos carecas que elas gostam mais¨….
    Agora sèriamente,o Champix causa dores de estômago violentas,
    náuseas e azia.

    Thumb up 2
  16. Tomar qualquer remédio, que se sabe ser para dores de cabeça ou coisas assim, não fazem exatamente mal mas, as pessoas começam
    a tomar por uma dorzona, depois para uma dor, depois para uma dorzinha e por fim, para prevenir as dores…
    A isso se chama hipocondria.
    Isso é mais comum do que se pensa… e aí é que está o perigo.

    Thumb up 1
    • Isso se chama “AUTOMEDICAÇÃO”!!
      Hipocondria não tem nada a ver com isso.

      Thumb up 10
    • Hipocondria é a preocupação compulsiva com o estado de saúde, o que geralmente leva a pessoa a se auto-medicar, o que no fim das coisas da na mesma.

      Thumb up 0
    • Discordo.Não necessariamente leva a automedicação, mais “geralmente” leva a pessoa a consultas medicas compulsivas.

      Thumb up 9
    • Disse bem. NÃO NECESSÁRIAMENTE.
      Ou seja, você discorda, concordando.

      Thumb up 2
  17. Por isso que sao chamados drogas. Infelismente o lucro tb está em primeiro lugar no setor de medicamentos, e testes que deviam ser mais profundos, acabam ficando na superficialidade. Os consumidores que sao os unicos lesados, pois pagam caro por seus remedios e podem perder de vez a saude ou a vida…

    Thumb up 8
  18. Na boa irmões ainda acredita que a Cannabis faça mau a saúde?
    A industria do remédio so cresce, no Brasil, ela quase paga o FMI, do país com o que ganha em lucros.

    LEGALIZE JÁ!!!

    Thumb up 5
    • Amigo, se a Cannabis sativa faz mal à saúde ou não eu não sei, pois nunca usei… mas ‘irmões’ com certeza é um tiro à queima roupa na gramática. Faz isso não!

      Thumb up 15
    • Faz mais mal que o cigarro comum, e olha que o cigarro comum já faz um mal danado. O caso é que existem drogas que são lícitas e outras que são ilícitas, e a decisão sobre o que é lícito ou ilícito parece que não é compartilhada com a comunidade.

      Mas o que Cannabis tem a ver com os efeitos colaterais da medicação acima?

      Thumb up 5
    • Acho que a Cannabis já tá destruindo seu cérebro: “irmões” e “mau” (o correto é mal) é sacanagem com a pobre língua portuguesa. Interessante que Cannabis, que está em latin, o cara acerta!

      Thumb up 6
    • Eu também me impressionei com esse detalhe, JPX.

      Thumb up 5
    • Se quer criticar as pessoas que falam errado você NÃO PODE ERRAR SOB CIRCUNSTÂNCIA ALGUMA! Não é “latin”, é “latim” e todo católico fala isso, às melhor do que o próprio idioma ou sem saber oque fala (lembrando o caso recente de um padre falso o/).

      Thumb up 1

Envie um comentário

Leia o post anterior:
alface
Momentos embaraçosos dos outros dizem algo sobre você

Se você vir uma pess...

Fechar