Antidepressivos podem estreitar as artérias

Por , em 25.04.2011

Uma pesquisa da Universidade Emory, em Atlanta, afirma que o uso constante e excessivo de medicamentos antidepressivos ajuda a estreitar os vasos sanguíneos. Essa tendência influencia diretamente o risco de ataques cardíacos e derrame, motivo pelo qual essa pesquisa gerou preocupação e ganhou destaque em um congresso de cardiologia realizado recentemente nos EUA.

O estudo chegou a um numero exato: usar remédios contra a depressão causa um encolhimento de 370 micra (mícron é medida de alta definição usada na medicina) na artéria carótida, o que representa 5% da espessura. Essa média foi tirada de exames com 500 americanos de 55 anos de idade, usuários de medicamento antidepressivo.

Uma comparação interessante foi feita com 59 pares de gêmeos, onde um dos irmãos fazia uso desses remédios e o outro não. Aqueles que tomam o medicamento tiveram 41 micra de encolhimento a mais. Os médicos se perguntaram se o encolhimento da artéria carótida não era fruto da depressão em si, e não do medicamento. Mas até agora não se encontrou evidências de que a depressão seja parte no processo.

O que se teoriza é que o estreitamento dos vasos seja um problema hormonal. Como o medicamento antidepressivo libera quantidades, no cérebro, de substâncias que em excesso estimulam o encolhimento arterial. Mas isso não significa, como explica um dos pesquisadores, que você não deva de nenhuma maneira tomar antidepressivos. Depende de cada caso. [Reuters]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!